HomeDiagramsDatabaseMapsForum About
     

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais


Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #1061  
Old Posted Jun 20, 2012, 5:32 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,847
Casa Civil fará a gestão do PAC no Distrito Federal



A Casa Civil do Distrito Federal é a responsável pela gestão do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) no âmbito do Governo do Distrito Federal (GDF). A missão foi atribuída pelo governador Agnelo Queiroz, por meio do Decreto nº 33.722/2012, publicado nesta terça-feira (19) no Diário Oficial do DF. De acordo com o ato, a competência da gestão do PAC-DF é do secretário da Casa Civil, Swedenberger Barbosa.

O decreto determina que todos os órgãos e entidades do GDF devem prestar as informações solicitadas pela Casa Civil para o monitoramento dos projetos incluídos no PAC, em regime de prioridade. O secretário também é responsável por coordenar as negociações com o Governo Federal com vistas à execução de todos os projetos do Distrito Federal incluídos no programa.

Antes mesmo da publicação do decreto, Berger já vinha trabalhando para buscar os recursos federais. Na última sexta-feira, o secretário se reuniu com a ministra-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Gleisi Hoffmann. Na pauta, investimentos do PAC para a região do Entorno do Distrito Federal. Segundo Berger, é preciso criar condições de infraestrutura e de serviços para os moradores vizinhos do Distrito Federal.

Entre as iniciativas destacadas pelo secretário para o Entorno estão a construção de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), a efetivação do trem de passageiros Brasília-Luziânia, do ramal ferroviário que liga Brasília à Ferrovia Norte-Sul e do anel rodoviário. As propostas foram bem recebidas pela ministra, que desgnirá uma equipe para tratar do tema diretamente com o secretário da Casa Civil.

Investimentos
O Programa de Aceleração do Crescimento foi lançado, em janeiro de 2007, pelo então presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Entre 2007 e 2010, os investimentos no DF somaram R$ 13,7 bilhões. Em 2011, teve início a segunda fase, que vai até 2014. Nessa nova etapa, o objetivo é consolidar os últimos quatro anos de investimentos do programa em todo o País. De janeiro a junho de 2011, foram investidos cerca de R$ 86,4 bilhões em obras do PAC 2 em todo o Brasil nas áreas de transportes, energia, saneamento, habitação e cidadania, atuando direta e indiretamente no desenvolvimento social do Brasil.

A previsão de investimentos totais do PAC 2 no Distrito Federal no quadriênio 2011-2014 é de R$ 10,32 bilhões, de acordo com informações do terceiro balanço do PAC 2 no DF, divulgado pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Atualmente, os recursos liberados permitem a execução de sete empreendimentos do projeto Água e Luz para Todos, 17 empreendimentos na área de transporte, sete na área de energia, 28 no projeto Comunidade Cidadã, 11 no Minha Casa, Minha Vida e outros 22 no projeto Cidade Melhor.

Das 17 ações para a área de transporte, quatro são destinadas ao Aeroporto Internacional de Brasília Presidente Juscelino Kubitschek e as 13 demais se destinam à expansão e manutenção do sistema rodoviário do Distrito Federal. No aeroporto, as ações destinam-se à implantação do Módulo Operacional 2, do projeto básico para reforma e ampliação do terminal de passageiros (1ª fase) e ampliação dos sistemas de pátios das aeronaves e do sistema viário, além da reforma do corpo central do terminal de passageiros e da concessão do terminal.

Mobilidade - Em 24 de março deste ano, a presidenta da República, Dilma Rousseff, anunciou o investimento de R$ 2,2 bilhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para a área de mobilidade urbana no Distrito Federal. Os recursos serão destinados à conclusão do sistema de transporte do Eixo Sul (que liga Gama e Santa Maria ao Plano Piloto, por meio do Expresso DF), Eixo Oeste (que liga a EPTG ao Centro de Taguatinga; a Comercial Norte à Avenida Hélio Prates; e o SIA ao Terminal da Asa Sul e à Rodoviária do Plano Piloto), além da expansão e modernização do metrô.

A iniciativa do Governo Federal representa uma vitória para o GDF, que se empenha em oferecer melhores condições aos usuários de transporte urbano. Entre as medidas tomadas na atual gestão, destaca-se a instituição do Plano Diretor de Transporte Urbano e Mobilidade (PDTU), no primeiro semestre do ano passado. Ele prevê a realização de diversas obras, como a expansão do metrô e a construção do veículo leve sobre trilhos (VLT).







http://www.jornaldebrasilia.com.br/s....php?id=408951
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #1062  
Old Posted Jun 21, 2012, 11:55 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,847
Brasília sedia em 2013 o maior evento mundial de passeios ciclísticos



A capital federal vai sediar em 2013 o Seminário Internacional “World Bike Tour” - Saúde, Desporto e Ação Social. No final do evento, será realizado um grande passeio ciclístico que tem o objetivo de promover a bicicleta como meio de transporte e lazer.

A edição deste ano ocorre em Lisboa, Portugal, entre os dias 21 e 24 de junho. O secretário-adjunto de Esporte, Júlio Cesar Ribeiro, participa do evento. O seminário deste ano vai discutir os temas saúde, desporto e ação social com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para promover a prática desportiva assim como a aquisição de hábitos saudáveis de vida. Participam especialistas de medicina esportiva, atletas olímpicos e treinadores tanto do Brasil como de Portugal.

Durante o evento ocorre também a feira “World Bike Tour”. O passeio ciclístico é uma das principais ações do evento, que vai destacar o uso da bicicleta por melhor qualidade de vida e educar para que o mundo, cada vez mais urbano, seja acessível por todos.

A bicicleta foi escolhida por ser um meio de transporte não poluente. Devem participar da pedalada cerca de 6 mil pessoas e é considerado o maior passeio mundial de ciclismo. O World Bike Tour é um projeto começou na própria capital portuguesa, em 2006, e depois foi levado para São Paulo, Rio de Janeiro Madrid e Paris.










http://www.jornaldebrasilia.com.br/s...409195&secao=N
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #1063  
Old Posted Jun 21, 2012, 11:58 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,884
Será que todas as ciclovias prometidas estarão PRONTAS durante o evento?
Reply With Quote
     
     
  #1064  
Old Posted Jun 22, 2012, 12:44 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,847
Caesb recebe embarcação que irá fazer limpeza de aguapés do Lago Paranoá





Uma embarcação especial que irá remover os aguapés do Lago Paranoá foi entregue nesta quinta-feira (21/06) à Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb). As macrófitas coletadas pela embarcação passam por um triturador que pica e dispensa o material em uma caçamba. O conjunto permite a retirada de até 100 toneladas por dia das plantas flutuantes.

No total, foram investidos R$ 3 milhões na compra da embarcação e dos equipamentos de corte, coleta e armazenamento. Os custos foram financiados integralmente pelo Banco Mundial.

“Esta máquina vai fazer a limpeza da superfície do Lago Paranoá. Além de dificultarem a navegação e a prática de esportes, os aguapés trazem grandes quantidades de sujeira”, detalhou o governado Agnelo Queiroz, durante a cerimônia de entrega.

O governador reforçou que a meta do GDF é limpar o lago em um ano. “Esperamos que a nossa lâmina d’água do Lago Paranoá esteja recuperada completamente”, destacou Agnelo Queiroz.



Dados da Caesb apontam que o local de maior proliferação da planta é no braço assoreado Riacho Fundo, localizado nas proximidades da Estação de Tratamento de Esgotos Brasília Sul. Portanto, os seis primeiros meses do trabalho serão focados nas áreas onde há crescimento descontrolado dos aguapés.

O equipamento, fabricado pela empresa americana Aquarius Systems, vencedora de licitação internacional, tem 13,8 metros de comprimento, 5,68m de largura, 3,8m de altura e pesa 8 toneladas.

Depois de coletado e triturado o material segue para o aterro sanitário. Está em andamento na Caesb um projeto que estuda a compostagem do lixo.







http://www.correiobraziliense.com.br...-paranoa.shtml
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #1065  
Old Posted Jun 22, 2012, 12:47 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,847
Taí uma medida interessante aqueles aguapés deixam o lago muito feio, em alguns locais tem mais de 100 Mt de aguapés nas margens do lago...
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #1066  
Old Posted Jun 22, 2012, 4:05 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,847
Viver na capital é caro



Brasília é a terceira cidade com custo de vida mais elevado do país



Com preços elevados de moradia, alimentação, saúde, educação e lazer, Brasília figura nos noticiários como uma das capitais mais caras para se viver. Os brasilienses e a população do Distrito Federal convivem de forma rotineira com o alto custo de vida da cidade. No ano passado a capital federal foi classificada entre as 50 mais caras do mundo e ocupou a 33° posição, segundo pesquisa da Consultoria Mercer. A capital inclusive ficou à frente de cidades como Roma, Viena e Amsterdã. Além disso, o estudo que avaliou gastos com alimentação, transporte, vestuário e serviços domésticos colocou a cidade como a terceira que atingiu preços mais elevados, ao pular 37 posições.



A pesquisa que aponta Brasília como uma das cidades com custo de vida mais elevado é confirmada pelo site www.custodevida.com.br que avalia o custo de vida nas cidades brasileiras, incluindo a capitais. No ranking do site, Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília são as três cidades mais caras para se viver. O estudo que avaliou gastos com transporte público, moradia, esporte lazer, cultura e educação, dentre outros, revelou que na média o custo de vida no Rio de Janeiro tem atingiu 10 pontos, seguida de São Paulo com 9,4 pontos e Brasília com7,9.

O professor de finanças públicas da Universidade de Brasília (UnB), Roberto Piscitelli, explicou que pesquisas oficiais revelam Brasília como o local onde o dispêndio das famílias é o maior. Segundo ele, é necessário avaliar os itens e a proporção que foram levados em conta na pesquisa que mostra Rio de Janeiro e São Paulo como as capitais mais caras para se viver. “A população do DF é a que tem um maior dispêndio se comparado às demais cidades brasileiras”, apontou.

Devido a fatores como alto salário do funcionalismo público, elevação da renda per capita e a localização dos serviços e produtos oferecidos, o gasto é cada vez mais elevado para os moradores de Brasília. Segundo o especialista, quando a renda das família é maior, há uma tendência em se consumir serviços de forma mais diversificada e sofisticada. “Quando o nível renda da população brasileira começou a aumentar, as pessoas passaram a consumir mais alimentos, que está em primeiro lugar nas necessidades.

Além disso, quando a população já atende às suas necessidades fundamentais, elas passam a despender (gastar) com outros serviços, procurando atendimentos mais sofisticados”, apontou.

No entanto, também é em Brasília que se encontra um dos maiores índices de desenvolvimento humano (IDH), fato que leva a capital ser um dos melhores locais para se viver. A afirmação se confirmou por meio da pesquisa “Brasília: uma cidade, dois o l h a re s ”, realizada pelo Senado em há dois anos, e que colheu a opinião dos brasileiros a respeito da capital do País. Segundo o levantamento, 88% dos brasilienses manifestaram a convicção de que Brasília está entre as melhores cidades brasileiras para se morar. Já entre os moradores das demais regiões do País, 56% concordam que a capital é um bom lugar para se viver.














http://www.alo.com.br/noticias/ultim...Noticia=171258
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #1067  
Old Posted Jun 22, 2012, 6:22 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,847
Votação aprova segunda etapa de construção do Noroeste por 15 votos a três




Vista aérea do Setor Noroeste

Foi aprovada por 15 votos a três a segunda etapa de construções do Setor Noroeste. A votação realizada em uma reunião do Conselho de Planejamento Territorial e Urbano do Distrito Federal (Conplan) aconteceu nesta quinta-feira (21/6). O pedido foi feito há algumas semanas pela Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) e pela Secretaria de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano (Sedhab).


O Noroeste localiza-se no final da Asa Norte, e será construído em duas etapas. A primeira delas começou em 2009 e a segunda que começará este ano. Ao todo, o setor terá 15 mil unidades habitacionais, espalhadas por 220 prédios, com capacidade para abrigar cerca de 40 mil pessoas.


O Noroeste é considerado o primeiro bairro verde de Brasília e foi idealizado em 1987 pelo arquiteto e urbanista Lúcio Costa.



http://www.correiobraziliense.com.br...s-a-tres.shtml
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #1068  
Old Posted Jun 23, 2012, 1:17 PM
Fullgencio's Avatar
Fullgencio Fullgencio is offline
Registered User
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília (DF)
Posts: 112
Pesquisadora levanta polêmica sobre a veracidade dos títulos de terras onde estão localizados o Palácio do Planalto e a Esplanada, e questiona até a desapropriação feita para a instalação da capital federal



INVESTIGAÇÃO
Pesquisadora Iracema Maria protocolou denúncia no CNJ
contra a Terracap e cartórios de registro de imóveis do DF

Desde que foi inaugurada, em 1960, Brasília tem sido alvo constante da ação de grileiros de terra. As fraudes em registros imobiliários alimentam intermináveis disputas judiciais. Foi por conta de uma delas que a empresária Iracema Maria Durão Moreira passou a pesquisar a complicada questão fundiária no Distrito Federal em busca de provas que impedissem o Estado de tomar-lhe a propriedade em que vive com a família há uma década. Nessa pesquisa, descobriu documentos que, segundo ela, indicariam a existência de um esquema criminoso anterior à fundação da capital da República e que colocam em dúvida, inclusive, a veracidade do título das terras onde estão o Palácio do Planalto e a Esplanada dos Ministérios. Sua polêmica tese transformou-se numa denúncia protocolada no Ministério Público Federal e no CNJ contra a Terracap e cartórios de registro de imóveis do DF e das cidades goianas de Planaltina e Formosa.

O Plano Piloto foi acomodado numa área conhecida como Fazenda Bananal, desapropriada por ato do presidente Juscelino Kubitschek. Com base em registros paroquiais e escrituras, Iracema alega que a Fazenda Bananal foi forjada e todos os atos de compra e venda dessas terras deveriam ser anulados. “A Bananal não passa de uma fraude”, alega Iracema. Segundo ela, a escritura dessa propriedade, registrada em 1927, contém erros grosseiros. Está no documento, por exemplo, que a Fazenda Bananal seria parte desmembrada de outra propriedade, chamada Torto. Uma informação que se desfaz na simples confrontação com o registro paroquial da Fazenda Torto de 1958, com seu memorial descritivo de 1921 e o auto de divisão de 1923. “Está clara a falsidade ideológica presente na escritura. O crime invalida todos os registros subsequentes, inclusive a desapropriação feita pela Terracap para a instalação de Brasília”, alega Iracema.


ATO OFICIAL
A fazenda Bananal, que abrigou o Plano Piloto, foi desapropriada por JK

A Bananal, segundo essa documentação, nunca pertenceu aos limites da Fazenda Torto. Foi implantada, na verdade, artificialmente numa área que era de outra fazenda, denominada Araras. Com mais de 120 mil alqueires, a Fazenda Araras abrangia uma área maior que a do atual Distrito Federal e pertencia ao coronel Izidoro Gomes Ferreira e sua mulher, Maria Gomes Ferreira. Izidoro morreu em 1889 e deixou sete filhos. Hoje, o neto do coronel, João Pereira Gomes, com 82 anos, relembra que a morte do pai deflagrou uma disputa entre parentes e pessoas próximas à família. Os documentos das terras desapareceram e a Araras passou a ser grilada, com a anuência de autoridades municipais.

Antes de decidir denunciar às autoridades, Iracema levou a documentação à análise do procurador aposentado Joaquim Monteiro. Ele endossou os argumentos da denúncia, que se estendem a áreas do antigo Jóquei Clube e à cidade de Vicente Pires. “As provas de que ela dispõe são irrefutáveis”, disse à ISTOÉ. O procurador espera que o Ministério Público aceite a denúncia, mas não acredita na anulação dos registros imobiliários de Brasília.


REGISTROS
A escritura de 1927 da Fazenda Bananal diz que a área foi desmembrada
da Fazenda Torto. Certidões anteriores revelam que o terreno, desapropriado
décadas depois para abrigar Brasília, nunca fez parte daquela propriedade

Fonte
Reply With Quote
     
     
  #1069  
Old Posted Jun 24, 2012, 11:33 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,847
Governo altera normas para dar mais velocidade à liberação de alvarás no DF



Um novo decreto que será publicado na edição desta segunda-feira (25/6) do Diário Oficial do Distrito Federal promete dar mais celeridade à emissão de alvarás de construção no Distrito Federal.

A aprovação dos projetos e a liberação dos alvarás são conduzidas pelas administrações regionais, que possuem 30 dias para atender as solicitações. No entanto, a legislação vigente permitia a prorrogação do prazo por conta de possíveis obstáculos no procedimento. O novo texto do decreto nº 33.734/2012 exige que os interessados apresentem os requerimentos com toda a documentação necessária e dá prazos mais ajustados para a solução dos problemas.

De acordo com o texto, a Coordenadoria das Cidades passa a ser “instância terminativa para dirimir dúvidas relacionadas à aprovação ou visto de projetos de edificação e ocupação de área pública”. Os pareceres técnicos elaborados pela coordenadoria em resposta às consultas das administrações regionais passarão a ter natureza vinculante, ou seja, valerão para casos idênticos, evitando assim a repetição de procedimentos para cada processo. Os pareceres serão publicados no site da Casa Civil, no link da Coordenadoria das Cidades.

Outro papel atribuído para a Coordenadoria das Cidades, que é vinculada à Casa Civil, é de verificar os processos analisados pelas administrações regionais. Ela poderá solicitar os documentos, por amostragem, para analisar o cumprimento das leis. Por sua vez, caberá à Coordenadoria de Monitoramento da Casa Civil a função de fiscalizar se o decreto será devidamente cumprido.

Outro artigo do decreto assinado pelo governador autoriza a Casa Civil a celebrar termos de cooperação com a Agência de Fiscalização do DF (Agefis) e outros órgãos do governo “para o provimento de recursos de qualquer natureza com vistas a garantir o cumprimento das disposições contidas neste decreto”.

Segundo o secretário da Casa Civil, Swedenberger Barbosa, a medida inaugura uma nova concepção para a liberação dos alvarás. “O objetivo é garantir meios para que a análise dos processos seja mais célere, atendendo a necessidade dos setores da sociedade que dependem desse instrumento e dando maior ritmo ao desenvolvimento da cidade”, afirma Berger.

Discussões
As mudanças elaboradas pela Casa Civil é fruto do debate com o setor empresarial de Brasília. Em junho, a equipe da secretaria se reuniu em duas ocasiões com os representantes da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi-DF) e do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-DF). De acordo com as entidades, a demora das administrações regionais na liberação dos alvarás de construção causava o atraso nas obras e impactava no desenvolvimento do setor.

















http://www.correiobraziliense.com.br...as-no-df.shtml
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #1070  
Old Posted Jun 25, 2012, 12:42 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,847
Saldo orçamentário do GDF é de R$ 4,2 bilhões



Deixar escapar entre os dedos possibilidades de concretizar investimentos públicos é um peso sobre os ombros dos governantes e, como consequência, a permanência de problemas no cotidiano da população. No ano passado, o Governo do Distrito Federal teve o orçamento autorizado de R$ 18,06 bilhões. No entanto, o valor realmente gasto ficou aquém do esperado: R$ 13,8 bilhões. Desta forma, R$ 4,26 bilhões ficaram de saldo orçamentário – em outras palavras, não foram gastos.

O valor salta aos olhos por representar um quinto do orçamento do DF. Em termos percentuais, mais de 22% dos recursos previstos não se transformaram em obras e projetos sociais para a população em diferentes setores da máquina pública. Isso significa que de cada R$ 10 que poderiam ter sido investidos, R$ 2 não se materializaram em serviços públicos. São valores que poderiam ter melhorado a rede pública de saúde, diminuído os buracos nas pistas, ou reforçado a estrutura das escolas públicas.

As possibilidades perdidas despertaram preocupação dentro da Secretaria de Planejamento. Enquanto esteve à frente do Ministério da Justiça, Luiz Paulo Barreto alcançou uma execução orçamentária de 99,6% dos recursos da pasta. Na condição de secretário de Planejamento, Barreto considera importante que o DF tenha desempenho semelhante. “Não falo do mesmo desempenho, porque o DF é muito maior do que um ministério”, diz.

Segundo o secretário, é preciso fazer uma avaliação caso a caso. “Pode ter sido uma por dificuldade em licitação ou por problemas logísticos, disputas judiciais”, exemplifica. Em uma análise geral, a pasta identificou que a maior parte do saldo orçamentário é referente a receitas frustradas e a operações de créditos “carimbadas”, que não podem ser realocadas.

Aos olhos de Barreto, independentemente da razão, a soma causa preocupação, uma vez que se pedem recursos para investir, e não para sobrar. Por isso, o secretário planeja uma série de medidas para melhorar a gestão do dinheiro público.













http://www.jornaldebrasilia.com.br/s....php?id=409628
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #1071  
Old Posted Jun 25, 2012, 3:54 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,847
Riacho Fundo investe em postes de energia solar para poupar o meio ambiente




Poste com energia sustentável no Riacho Fundo I


A administração do Riacho Fundo I está investindo em sustentabilidade para fornecer iluminação à região com postes de energia fotovoltaica. Isso significa que a energia solar é captada durante o dia e armazenada por meio de dois minerais - chamados quartzo e silício - em um capacitor, e a noite, um sensor detecta a ausência de luz e libera a energia acumulada. As lâmpadas são de led, têm vida útil de 40 mil horas e capacidade de emitir luz por até 10 horas.

Até o momento, foram instalados 12 postes em seis pontos de ônibus. Cada um teve custo de R$ 3,2 mil, mas a administração garante que o investimento possuí vantagens que superam o gasto financeiro como a pouca manutenção e a durabilidade de 25 anos do poste.

O diretor de obras da administração e idealizador do projeto, Walter Pfrimer, relata que o investimento será feito aos poucos e em locais com maior fluxo de pessoas. "É uma energia limpa que se paga em longo prazo com a economia e os benefícios ambientais. Ainda é cara, mas acredito que daqui a alguns anos custará em torno de R$ 800”, afirma Pfrimer.














http://www.correiobraziliense.com.br...ambiente.shtml
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #1072  
Old Posted Jun 26, 2012, 1:40 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,847
Estudantes de Brasília conquistam troféu no Campeonato Mundial de Robótica




Pouco mais de 25cm de largura, cerca de 17cm de altura, uma garra móvel e quatro sensores que ajudam a locomoção. Com essas características o robô Avenger ajudou cinco estudantes do Colégio Mackenzie de Brasília na conquista de um troféu da RoboCup 2012, Campeonato Mundial de Robótica, disputado na Cidade do México entre 18 e 23 de Junho. Eles chegaram de viagem na madrugada desta segunda (25), mas demonstraram entusiasmo ao exibir o prêmio à tarde.

Os brasilienses da equipe Andrômeda Fênix confessaram que a ficha só caiu quando eles chegaram à competição e que, no início, as expectativas não eram as melhores.

“O nosso robô era o pior, o menos complexo. Pensamos que não teríamos chance, mas acabou que, por ser menor, nosso robô se deu bem”, conta Armindo Jreige Júnior, de 16 anos e capitão do time.

Os meninos disputaram a divisão A da categoria Resgate (“Rescue”) e se classificaram entre os 12 melhores após nove rodadas de competição. Isso os habilitou a participar do Super Time (“Superteam”), em que seis grupos são formados unindo duas equipes dentre as que restaram no torneio. O Brasil se juntou à Alemanha e, nessa hora, brilhou a estrela de Avenger, o único a completar o trajeto proposto, levando o grande prêmio.

“Alguns robôs se complicaram para passar para as outras áreas e fazer as curvas justamente porque eram muito grandes. Na subida, usamos um ‘nitro’ (uma ferramenta de propulsão) para que o robô aguentasse”, explicou o integrante André Gomes Leite Santos, 17 anos.

Ele também contou que tudo começou de maneira despretensiosa. A primeira versão do Avenger, à época chamado de Cro-cop, foi feita às pressas na madrugada anterior a uma competição. “Um dia estávamos reunidos informalmente e o professor nos avisou do torneio regional. Aí pensamos ‘Por que não?’ e terminamos o robô um dia antes.”

O professor em questão foi Mauro Azevedo Viana Júnior, especialista em robótica educacional e responsável pelas aulas no Colégio Mackenzie. Segundo os alunos, ele foi um dos grandes incentivadores e talvez a razão principal para que tudo desse certo.

O começo

Além de André e Armindo, a Andrômeda era composta originalmente também por Ana Luiza Feitosa e Camila Jreige, irmã de Armindo.

“A minha irmã se juntou com a melhor amiga dela, a Ana, e eu com meu melhor amigo, o André, e depois formamos um time. Elas eram mais velhas e tiveram a idéia, mas todos nos entusiasmamos com as aulas de robótica”, explicou o capitão.

Depois que Ana e Camila passaram no vestibular e tiveram que deixar a equipe, foram substituídas, no início deste ano, por Joaquim Augusto Silveira, Lucas Mateus Martins Araújo e Castro e Rafael Ferreira Martins, todos com 13 anos. Eles fizeram provas teóricas e práticas envolvendo alunos de até 17 anos e foram os selecionados para integrar a equipe de robótica.

“Eu mudei pra essa escola só para estudar robótica. Sempre gostei de mecatrônica e um dos meus sonhos é um dia competir pela USP ou pelo ITA”, disse o entusiasmado Rafael.

Futuro

A coordenadora do projeto de robótica, Lucilene Lopes Campanholo, 42 anos, acompanhou os estudantes ao México e exaltou o feito.

“Esse tipo de projeto vai ajudar a desenvolver novas tecnologias que vão ajudar muita gente. Não é algo que fica só em âmbito acadêmico. Um robô como esse pode ser utilizado em situações reais daqui a uns anos”.

Com grandes expectativas após a conquista na RoboCup, Lucilene confirmou que a Andrômeda tentará se classificar novamente para o Campeonato Mundial do ano que vem, sediado na Holanda. “Esperamos trazer mais um troféu para o Brasil”, completou.












http://www.jornaldebrasilia.com.br/s....php?id=409813
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #1073  
Old Posted Jun 26, 2012, 3:56 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,847
Economia do DF desacelera e cresce abaixo da média nacional



O Produto Interno Bruto (PIB, soma do que é produzido na economia) cresceu 2,4% entre 2010 e 2011. No mesmo período, a média nacional da variação do PIB foi de 2,7%. De 2009 pra 2010, a atividade econômica no DF tinha avançado 3,5%, enquanto a do Brasil saltava 7,5%.

Os dados foram divulgados na manhã desta terça-feira (26/6) pela Companhia de Planejamento do DF (Codeplan-DF), com base nas informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A economia no distrito continua centrada no setor de serviços. Dos R$ 161,4 bilhões gerados em 2011 (valor nominal do PIB), R$ 132,3 bilhões vieram da prestação de serviços. A indústria vem em seguida, respondendo por R$ 9,6 bilhões. Na lanterna, a agropecuária: R$ 644 milhões.









http://www.correiobraziliense.com.br...nacional.shtml
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #1074  
Old Posted Jun 27, 2012, 4:34 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,847
Consumidor do DF vai poder receber em dinheiro créditos do Nota Legal


Nesta terça, Câmara derrubou veto do governador Agnelo ao repasse Neste ano, 256 mil contribuintes usaram créditos para pagar IPTU e IPVA.

A Câmara Legislativa do Distrito Federal derrubou nesta terça-feira (26) o veto do governador Agnelo Queiroz ao repasse em dinheiro dos créditos do programa Nota Legal aos contribuintes que não possuem carro ou imóvel.
Pelo projeto, apresentado em 2011 pelo deputado Israel Batista (PDT), os contribuintes cadastrados receberão os créditos na conta corrente. Em nota, a Câmara informou que o benefício vai ser concedido a partir de 2013.
Em 1º de março, a Secretaria de Fazenda informou que 256,1 mil contribuintes indicaram a utilização de créditos do programa Nota Legal para pagamento de IPTU ou IPVA de 2012. No total, foram usados R$ 78,6 milhões em créditos. Desde 2008, o programa disponibilizou R$ 219, 74 milhões.

A maior parte dos créditos do Nota Legal foi usada no pagamento do IPVA, segundo a secretaria. O pagamento do imposto dos veículos somou R$ 60,18 milhões, o que representa um aumento de 248% em relação a 2011. Os créditos usados para quitar ou abater o IPTU totalizaram R$ 18,47 milhões, número 220,6 % maior que o do ano passado.

De acordo com a Secretaria de Fazenda, o Nota Legal foi criado com o objetivo de coibir a sonegação fiscal, reduzir o mercado informal e aumentar a arrecadação tributária. Por meio do programa, é possível o contribuinte recuperar até 30% do ICMS e do ISS efetivamente recolhidos pelos estabelecimentos comerciais ou prestadores de serviço.

Segundo o secretário, Marcelo Piancastelli, o programa possibilita que a população se torne fiscal do pagamento de impostos por parte das empresas. "Quando pede o CPF na nota, o consumidor está se tornando um fiscal. E isso afeta na arrecadação", declarou.











http://g1.globo.com/distrito-federal...ota-legal.html
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #1075  
Old Posted Jun 27, 2012, 4:36 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,847
Tô achando que vai ter muitas fraudes por aí...
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #1076  
Old Posted Jun 27, 2012, 4:52 PM
HLbsb's Avatar
HLbsb HLbsb is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 402


Criatividade não falta, mas não muda nada com relação a declaração do crédito, apenas na forma de utilizá-lo.

Sendo assim, um comerciante não vai emitir notas frias com intuito de ganhar créditos sobre ela porque estará também se obrigando a pagar um imposto maior do que o crédito virtual.

Como desconheço as falhas existentes no sistema da Secretaria da Fazenda não sei se é fácil ou difícil frauda-lo, mas acrescentar a modalidade de crédito em dinheiro não altera em nada o que já existia...
Reply With Quote
     
     
  #1077  
Old Posted Jun 27, 2012, 9:01 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,847
Unesco mantém título de Patrimônio Cultural da Humanidade para Brasília




Entidade define prazo para que GDF tome medidas para resolver problemas encontrados


O Comitê do Patrimônio Mundial da Unesco, decidiu nesta quarta-feira (27), manter o título de Patrimônio Cultural da Humanidade para Brasília. A decisão foi tomada em reunião na cidade de São Petesburgo, na Rússia. No início do mês, os integrantes da Unesco emitiram um relatório em que criticam os "puxadinhos" na Asa Sul, casas a beira do Lago Paranoá e ainda a falta de planejamento das obras da copa.

Todos esses problemas colocaram Brasília sobre risco de perder o título de Patrimônio Cultural da Humanidade. Na decisão desta quarta-feira, o GDF e o Governo Federal ficam obrigados a enviar até 1º de fevereiro do ano que vem, um relatório com as medidas tomadas para resolver o problema.








http://www.alo.com.br/noticias/ultim...Noticia=171807
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #1078  
Old Posted Jun 28, 2012, 4:49 AM
Similar Similar is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 342
Vias do Plano Piloto passarão por recuperação a partir desta quinta-feira

Publicação: 27/06/2012 22:06 Atualização:
As principais vias do Plano Piloto passarão por um trabalho de recuperação a partir desta quinta-feira (28/06). As obras de restauração do asfalto irão começar pelos eixos W e L das asas Norte e Sul. No total, R$ 20 milhões serão utilizados para deixar novamente as vias em boas condições de tráfego.

O vice-governador Tadeu Filippelli destaca que não se trata apenas das rotineiras operações tapa-buracos. “Será realizado um trabalho que deixará as pistas em perfeito estado”. Os serviços a serem realizados incluem fresagem, recomposição, recapeamento, reciclagem e microrrevestimento.

As obras, que têm um prazo de conclusão previsto para 90 dias, ocorrerão simultaneamente nos eixos das Asas Norte e Sul e serão realizadas das 21h às 5h. Segundo o secretário de Obras, David Matos, a execução da obra no período noturno tem por objetivo não prejudicar o trânsito nos horários de maior movimento. As vias poderão ser interditadas durante a realização dos serviços.

Leia mais notícias de Cidades

Entre os dias 28 de junho e 7 de julho os trabalhos serão executados no Eixo W da Asa Sul, sentido Aeroporto – Rodoviária, entre as quadras 116 e 102 Sul. Na Asa Norte, o local escolhido para dar início às obras também foi o Eixo W, sentido Rodoviária – Lago Norte, entre as quadras 102 e 110 Norte.

Ainda de acordo com o secretário, terminada a recuperação das pistas dos eixos W e L, o GDF deverá realizar o mesmo tipo de operação em outras áreas do Plano Piloto. As avenidas W3 Sul e Norte e a Via L4 devem ser as próximas a passarem pelo processo.

http://www.correiobraziliense.com.br...ta-feira.shtml

Aleluia!
Reply With Quote
     
     
  #1079  
Old Posted Jun 28, 2012, 8:29 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,847
Lago Sul, no DF, tem 22% das casas sem coleta de esgoto, mostra estudo



Renda média domiciliar de R$ 19,6 mil é a maior do DF, segundo Codeplan Administrador diz que rede de esgotamento sanitário será concluída em 2013.

Um quinto dos domicílios do Lago Sul, região com maior renda domiciliar do Distrito Federal, não têm acesso a serviço de esgoto doméstico. De acordo com dados da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios, elaborada pela Companhia de Planejamento do DF (Codeplan), 22,2% das residências utiliza fossa séptica.

Segundo o administrador do Lago Sul, Wandermilsom Azevedo, até 2013 todas os domicílios serão atendidos por esgoto. "Temos até 2013 para conviver com a fossa séptica no Lago Sul, quando a Caesb [Companhia de Saneamento Ambiental] concluirá as obras de esgotamento sanitário", disse Azevedo.

De acordo com o gerente de projetos de esgoto da Caesb, César Rissoli, o modelo de fossa séptica é comum no bairro por causa da baixa densidade populacional da região. "A fossa permite a retirada de cerca de 70% das impurezas dos dejetos de forma natural, enquanto o tratamento de esgoto retira 99,9%", afirmou Rissoli.

O gerente também informou que, apesar de o material das fossas ser despejado no Lago Paranoá, o impacto ambiental é pequeno. A pesquisa da Codeplan, feita com base em uma amostragem de domicílios, visitou 535 casas entre abril e maio, de um total de 8.645 residências. A população estimada do bairro é de 30.175 habitantes.

Renda

A pesquisa da Codeplan também aponta que a região tem renda domiciliar média mensal de R$ 19.638, a maior das 28 regiões levantadas até agora. Lago Norte e Park Way têm renda de R$ 14.565 e R$ 13.246, respectivamente. 50,1% dos moradores têm cursos superior completo. A cifra sobe para 69,1% quando se trata dos responsáveos pelos domicílios.

O levantamento aponta, ainda, que 44,8% dos moradores do Lago Sul possui trabalho remunerado, dos quais 32,2% atuam na adminstração pública. 23,1% da população da região é formada por aposentados e pensionistas. Os idosos equivalem a 30,1% do total de habitantes.

Segundo a pesquisa, a média de moradores por domicílio é de 3,5 pessoas. No entanto, 63,7% das casas têm mais de 12 cômodos. Durante as entrevistas feitas nas residências, 80,2% dos habitantes se declararam brancos e 73,3% disseram ser católicos.

Dados da Codeplan apontam que o Lago Sul é a região com menor proporção de pessoas nascidas no DF. Os brasilienses representam 37,2% dos moradores. Entre os imigrantes, um total de 18,9 mil pessoas, 49,7% são da região Sudeste. A pesquisa não divulgou dados referentes a segurança.












http://g1.globo.com/distrito-federal...ra-estudo.html
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #1080  
Old Posted Jun 28, 2012, 11:17 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,884
Quote:
Originally Posted by Similar View Post
Vias do Plano Piloto passarão por recuperação a partir desta quinta-feira

Publicação: 27/06/2012 22:06 Atualização:
As principais vias do Plano Piloto passarão por um trabalho de recuperação a partir desta quinta-feira (28/06). As obras de restauração do asfalto irão começar pelos eixos W e L das asas Norte e Sul. No total, R$ 20 milhões serão utilizados para deixar novamente as vias em boas condições de tráfego.

O vice-governador Tadeu Filippelli destaca que não se trata apenas das rotineiras operações tapa-buracos. “Será realizado um trabalho que deixará as pistas em perfeito estado”. Os serviços a serem realizados incluem fresagem, recomposição, recapeamento, reciclagem e microrrevestimento.

As obras, que têm um prazo de conclusão previsto para 90 dias, ocorrerão simultaneamente nos eixos das Asas Norte e Sul e serão realizadas das 21h às 5h. Segundo o secretário de Obras, David Matos, a execução da obra no período noturno tem por objetivo não prejudicar o trânsito nos horários de maior movimento. As vias poderão ser interditadas durante a realização dos serviços.

Leia mais notícias de Cidades

Entre os dias 28 de junho e 7 de julho os trabalhos serão executados no Eixo W da Asa Sul, sentido Aeroporto – Rodoviária, entre as quadras 116 e 102 Sul. Na Asa Norte, o local escolhido para dar início às obras também foi o Eixo W, sentido Rodoviária – Lago Norte, entre as quadras 102 e 110 Norte.

Ainda de acordo com o secretário, terminada a recuperação das pistas dos eixos W e L, o GDF deverá realizar o mesmo tipo de operação em outras áreas do Plano Piloto. As avenidas W3 Sul e Norte e a Via L4 devem ser as próximas a passarem pelo processo.

http://www.correiobraziliense.com.br...ta-feira.shtml

Aleluia!
Sinceramente, a última vez que tenho conhecimento, que Brasília passou por algo parecido, fora justamente no governo do PT de Cristovam Buarque. Me lembro, que até compraram uma máquina caríssima da Alemanha se não me engano, para fazer a raspagem do asfalto.

Me lembro que isso ocorreu na Avenida W3 Sul. E agora, o povo do DEM vai falar o que agora, que, essa recuperação estava nos planos do Arruda. Agora algo que é tosco.

Gastaram alguns milhões de reais para pintar as faixas exclusivas na referida avenida, e agora terão de desmanchar de pois pintar novamente, isso é desperdiço de grana.

Sem falar, que possivelmente terão de mexer também na avenida, para receber o VLT, quer em 2014 ou depois disso. Se fosse o GDF, no embalo, aproveitaria para mexer no sistema de captação de águas pluvias e também na iluminação pública da referida avenida.
Reply With Quote
     
     
This discussion thread continues

Use the page links to the lower-right to go to the next page for additional posts
 
 
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 9:47 AM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2023, vBulletin Solutions, Inc.