HomeDiagramsDatabaseMapsForum About
     

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais


Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #2901  
Old Posted Dec 20, 2016, 9:19 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,846
Marconi Perillo é cotado para disputar o governo de Brasília em 2018


Foto: Henrique Luiz

Marconi Perillo e Valéria Perillo, com Siron Franco: tucanos de Brasília cogitam seu nome para o governo do Distrito Federal

O Distrito Federal não tem dado sorte com seus últimos governadores. José Roberto Arruda foi retirado à força do poder. Agnelo Queiroz, do PT, fez uma administração desastrosa e rica apenas em denúncias de irregularidades. O governador Rodrigo Rollemberg, do PSB, vai tão mal que não consegue agradar nem seus aliados. Hoje, não seria eleito para nenhum cargo. O que fazer?

Tucanos de Brasília estão de olho no passe político do governador de Goiás, Marconi Perillo. Líderes do PSDB de Brasília têm falado como frequência do nome do tucano-chefe goiano para tentar resgatar a administração pública na capital do país. Eles sugerem que apenas um gestor experiente é capaz de retirar Brasília do caos. Acrescente-se que o político goiano tem forte presença no Entorno do DF.

Divulgação

Agnelo Queiroz e Rodrigo Rollemberg: os dois deixam a impressão de que Brasília é ingovernável. Não é; a cidade-Etado só precisa de um gestor eficiente e que seja um político agregadorAgnelo Queiroz e Rodrigo Rollemberg: os dois deixam a impressão de que Brasília é ingovernável. Não é; a cidade-Estado só precisa de um gestor eficiente e que seja um político agregador

Há um precedente de um político de “fora” ter governado Brasília. No governo do presidente José Sarney, ele pediu ao então ministro Iris Rezende que sugerisse um nome para gerir Brasília. Como Joaquim Roriz, na condição de interventor, havia saneado as contas da Prefeitura de Goiânia, revelando-se um administrador eficiente, Iris Rezende mencionou seu nome para Sarney, que não hesitou e o nomeou para governar Brasília. Agora, é diferente: o presidente não mais nomeia o governador do DF. De quatro em quatro anos, como ocorre nos Estados, há eleições diretas. Marconi Perillo, se desistir de disputar o Senado em Goiás ou a Presidência da República, pode ser candidato a governador do DF. Basta transferir o domicílio eleitoral em tempo hábil.

O orçamento do Distrito Federal é o terceiro maior do Brasil — perdendo apenas para o de São Paulo e para o do Rio de Janeiro. Acrescente-se que, por meio de um fundo, o governo federal é responsável pelas folhas salariais da Saúde, Educação e Segurança Pública. Na verdade, ao contrário do que sugere a gestão de Rodrigo Rollemberg, Brasília não é ingovernável. O que a cidade-Estado precisa é de um governador que seja, acima de tudo, um gestor eficiente, ao estilo de Marconi Perillo, Maguito Vilela e Iris Rezende.

Marconi Perillo, por sinal, não é apenas gestor. É um político do estilo de Tancredo Neves, quer dizer, capaz de agregar as mais diferentes forças políticas — o que não ocorre, no momento, com o governador Rodrigo Rollemberg, que parece ser capaz, por inapetência, de produzir uma crise política por semana. Sobretudo, é incapaz, por não agregar e não ouvir as diferentes forças partidárias, de evitar as crises.









http://www.estacaodanoticia.com/main...silia-em-2018/
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #2902  
Old Posted Dec 20, 2016, 9:20 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,846
#TamoFudido
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #2903  
Old Posted Dec 20, 2016, 9:58 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is online now
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,867
Pior que o cara ganha.... kkkkkkkkkkk
Reply With Quote
     
     
  #2904  
Old Posted Dec 21, 2016, 12:08 AM
salengasss salengasss is offline
Registered User
 
Join Date: May 2011
Posts: 1,531
Isso tudo é falta de um candidato brasiliense? Que porcaria, hein?
Reply With Quote
     
     
  #2905  
Old Posted Dec 21, 2016, 9:03 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is online now
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,867
Quote:
Originally Posted by salengasss View Post
Isso tudo é falta de um candidato brasiliense? Que porcaria, hein?
Pau mandado pelo Roriz é claro.
Reply With Quote
     
     
  #2906  
Old Posted Dec 22, 2016, 6:23 PM
fabiano's Avatar
fabiano fabiano is offline
Registered User
 
Join Date: May 2013
Location: Brasília
Posts: 2,969
Reply With Quote
     
     
  #2907  
Old Posted Dec 27, 2016, 1:45 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is online now
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,867
E pior de tudo que ganha... Será que vai mudar o domicilio eleitoral....
Reply With Quote
     
     
  #2908  
Old Posted Dec 28, 2016, 2:17 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,846
Bancada do DF aprovará reforma da Previdência


Se depender da bancada do Distrito Federal na Câmara dos Deputados, a polêmica reforma da previdência proposta pelo governo de Michel Temer (PMDB) seguirá para o Senado. No entanto, do ponto de vista da maior parte dos parlamentares brasilienses, o indigesto pacote não avançará sem passar por modificações para deixar seus efeitos menos severos para os ombros dos aposentados de amanhã.

Dos oito deputados federais, sete são favoráveis a reforma, sob a condição de contornos mais brandos. Os parlamentares não discutem o mérito da questão, mas sim a forma e o peso das medidas. A lista inclui Rogério Rosso (PSD), Izalci Lucas (PSDB), Alberto Fraga (DEM), Laerte Bessa (PR), Rôney Nemer (PP), Augusto Carvalho (SD) e Ronaldo Fonseca (PROS). Somente Érika Kokay (PT) é irredutivelmente contra.

“Precisamos fazer a discussão justa, com tranquilidade e sem atropelos. Precisamos ter coragem para as mudanças, mas ao mesmo tempo com muita cautela para que não haja atropelos”, comenta Rosso. Nos cálculos do parlamentar, o projeto só deverá ser promulgado, após avaliação no Senado, no final de 2017.

Izalci Lucas questiona a nova idade mínima para aposentadoria proposta pelo Palácio do Planalto, de 65 anos. “É evidente que isso irá mudar. Mas não será menos de 60 anos”, argumenta. A equiparação da idade mínima para homens e mulheres também deverá ser discutida. Ronaldo Fonseca e Augusto Carvalho ainda preveem a redução do novo tempo de contribuição de 49 anos, para que se atinja 100% do benefício.

Alberto Fraga e Laerte Bessa não fazem cerimônia ao discordar das mudanças inicialmente previstas para policiais civis, militares e bombeiros. Buscando embasamento técnico nas votações, Rôney Nemer até contratou uma empresa de consultoria para destrinchar o projeto. Para o deputado, antes do governo tirar pensões e acabar com a paridade de ativos e inativos, é preciso saber quem se aposenta sem contribuir.

Isolada, Érika Kokay é a única voz contrária. “Não é reforma. É o fim da previdência. Este governo golpista quer empurrar os trabalhadores para a previdência privada”, questiona.

Cristovam quer equilíbrio

Produzir uma reforma da previdência justa para equilibrar as finanças públicas sustentavelmente, atenta às diferenças sociais, mas que não perca a objetividade em um cipoal de regras, propício para brechas jurídicas e desvios. Esta é a expectativa do senador Cristovam Buarque (PPS). Preocupado com a importância do debate, o parlamentar escalou três assessores para destrinchar o projeto.

“A aposentadoria deveria ser fixada pela esperança de vida da população e não pela idade mínima. Mas, a esperança de vida de pobres e ricos é diferente. Fiz um estudo que apontou que uma pessoa que sobrevive com um salário mínimo vive, em média, sete anos a menos do que uma com renda superior à 10 salários mínimos. Certas profissões consomem mais tempo de vida dos trabalhadores, como os pescadores artesanais do Nordeste e os cortadores de cana”, conta.

Encontrar o ponto de equilíbrio diante de tantas variáveis não é fácil. Segundo Cristovam, o maior risco é que o Congresso formule uma centena de emendas para compensar todas as categorias e grupos sociais. “Se criarmos muitas regras vamos abrir as portas de um mercado negro: o das brechas para burlas às leis”, adverte.

Mesmo assim, Buarque é um dos defensores da reforma. “Ao pensar sobre qualquer reforma temos que responder a uma pergunta: vai beneficiar ou sacrificar as crianças de hoje quando forem adultas? Não podemos formular leis pensando nos adultos de hoje. É preciso ouvir as crianças, os adultos futuros”, pondera o parlamentar.








http://www.jornaldebrasilia.com.br/c...a-previdencia/
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #2909  
Old Posted Dec 28, 2016, 2:28 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,846
Reguffe lidera intenções de votos para GDF entre 12 políticos


Se a eleição para governador do Distrito Federal fosse hoje, uma parcela significativa dos brasilienses não saberia em quem votar

Divulgação


Se a eleição para governador do Distrito Federal fosse hoje, uma parcela significativa dos brasilienses não saberia em quem votar. É o que revela a pesquisa do Instituto Dados feita a pedido do Metrópoles. Para 38% da população local, nenhum dos 12 nomes mostrados em um cardápio de candidatos recorrentemente lembrados para 2018 os representaria.

A partir de um universo de 1,2 mil entrevistas realizadas presencialmente, 33,7% das pessoas consultadas disseram que não votariam em nenhuma das opções citadas. Outros 4,3% dos participantes alegaram não saber ou não quiseram responder aos questionários. Assim, o conjunto de eleitores insatisfeitos com os nomes sugeridos na pesquisa superou o percentual do primeiro candidato mais bem colocado no levantamento.

José Antônio Reguffe (sem partido) foi o político mais bem colocado na pesquisa estimulada. Com 19,8% das intenções de votos no DF, no entanto, o percentual é quase metade do grupo de pessoas que não sabem em quem votar. Há quatro meses, a mesma pergunta produziu um efeito diferente.

Em agosto, o índice de indecisos era bem menor (22%) e as intenções de votos estavam mais distribuídas entre a dúzia de candidatos apresentada. Reguffe, por exemplo, reunia 23% da preferência do eleitorado, cinco pontos percentuais a mais que atualmente.

Frejat mantém segunda posição

Quem manteve agora o índice de votos aferidos em agosto foi o ex-deputado federal Jofran Frejat (PR), amealhando 10,7% dos eleitores. Segundo mais bem colocado no leque de possíveis postulantes ao GDF em 2018, Frejat reúne o bolsão de votos do chamado recall, base que se forma a partir da exposição que o político teve como candidato ao governo nas últimas eleições.

Filippelli chega à terceira colocação

A surpresa da pesquisa em relação aos levantamentos passados se dá a partir da terceira posição no ranking dos governáveis, com a performance do ex-vice-governador Tadeu Filippelli (PMDB). Ele salta do oitavo lugar, em agosto, e se projeta entre os três nomes mais bem colocados. A escalada, no entanto, seu deu muito mais em função do desempenho ruim de seus pares do que por sua própria evolução.

Nos últimos meses, o peemedebista galgou um ponto percentual nas intenções de votos reveladas pela pesquisa. Enquanto isso, nomes que pontuavam à frente de Filippelli caíram, abrindo espaço para o político que tem falado abertamente do seu desejo de integrar a comissão de frente do governo a partir de 2018.

Rollemberg cai para sexto lugar

Até agosto, por exemplo, o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) performava melhor que Filippelli, com 12,8% das intenções de voto para o governo, o que lhe dava o segundo lugar no ranking, só perdendo para Reguffe. Agora, o socialista caiu para um índice de 3,9% das intenções de voto, o que lhe posiciona no sexto lugar entre os políticos apresentados como alternativas aos brasilienses.

Celina Leão (PPS) também apresentou queda. Involuiu de 6,3% para 1,8%, resultado do desgaste provocado pelas denúncias atribuídas a ela na Operação Drácon, que investiga um suposto esquema de desvio de dinheiro na Saúde envolvendo deputados distritais.



Agnelo é o mais rejeitado

Numa pesquisa de projeção eleitoral, tão importante quanto as intenções de votos é a rejeição dos candidatos. A depender desse índice, um concorrente, mesmo que reúna uma base significativa de eleitores, pode ver seu projeto político inviabilizado numa campanha majoritária.

Realizada entre 16 e 21 de dezembro, a pesquisa Metrópoles/Dados revelou que o petista Agnelo Queiroz tem uma rejeição de 38,7%, a mais alta entre os políticos avaliados. Em segundo lugar, está a distrital Celina, com 25,4% e, em seguida, o governador Rollemberg (20,2%).

Também nesse quesito, Reguffe é o político mais bem avaliado. Seu índice de rejeição é de apenas 1,9%. E embora Filippelli tenha dividido o governo mal avaliado de Agnelo Queiroz na condição de vice, o peemedebista tem baixa rejeição: 4,6%.



O que eles dizem

A menos de dois anos das eleições, o cenário está longe de exibir um quadro definitivo de como as forças partidárias estarão representadas nas urnas, mas os políticos já se movimentam com força em busca de espaço para 2018. Nesse contexto, Filippelli é um dos que melhor se encaixam. Sem mandato parlamentar e agindo nos bastidores, o peemedebista subiu posições importantes na escala das intenções de votos.

“Levando em conta que nem eu nem o Frejat temos mandato e, portanto, estrutura e tribuna para aparecer, claro que estes são números muito significativos para mim. Mas qualquer um que queira puxar um grupo para 2018 tem de reunir uma liderança consolidada, o que ainda está em construção”, disse Filippelli, que atualmente dá expediente no Palácio do Planalto, como assessor do presidente Michel Temer.

EBC Memória

Dono de um espólio eleitoral de 10%, Frejat mantém a combinação de duas características que o ajudaram a chegar no segundo turno das eleições passadas: a disposição para concorrer sem a pretensão de liderar a chapa. “Em 2014, estava quieto no meu canto e acabei candidato. Agora, continuo quieto no meu canto e pronto para cumprir a missão que me for dada em nome de um grupo que trabalhe pela cidade.”

Com menos intenções de votos que Frejat, porém mais assertividade que o ex-candidato ao GDF, Izalci Lucas (PSDB) diz que, em breve, apresentará um projeto alternativo para 2018. “O que falta no governo é gente com capacidade de gestão, área da minha preferência. A insistência em nomes sem perfil para o Executivo, como os de Agnelo e de Rollemberg, arrastou a cidade para o caos”, critica Izalci.

Há poucos dias, o tucano esteve perto de fechar uma parceria com Rollemberg e embarcar no governo. O enlace foi desfeito por divergências na condução do processo de eleição da Mesa Diretora da Câmara Legislativa.

Reguffe não será candidato

Na contramão dos políticos que trabalham a pré-candidatura ao GDF, Reguffe nega veementemente que tenha qualquer pretensão de concorrer ao governo em 2018.

Não serei candidato, vou cumprir o meu mandato inteiro no Senado. Eu, ao contrário de outros, honro integralmente os compromissos que assumo com a população"
Reguffe

Com o segundo maior índice de rejeição apresentado pela pesquisa Metrópoles/Dados, Celina Leão diz que seu mau momento confirmado pela pesquisa é o retrato de “uma armação” para prejudicar sua carreira pública. “O objetivo daqueles que me acusam era justamente me desqualificar, mas ainda tenho muito tempo não só para demonstrar minha inocência, como também para recuperar o prestígio com os eleitores”, diz.

Já Alberto Fraga, atribui a performance mais discreta na pesquisa a alguns de seus posicionamentos políticos recentes. No projeto das medidas contra a corrupção aprovado na Câmara, ele votou contra a aprovação do texto. Além disso, Fraga pondera que, a dois anos das eleições, o quadro não é claro. O deputado cita pesquisas encomendadas por ele próprio que lhe garantem, segundo afirma ao Metrópoles, colocações bem mais confortáveis.

Rosso: a união faz a força

Dono de 4,2% das intenções de voto para o governo, o que lhe rende uma posição mediana no ranking dos candidatáveis ao Buriti, Rogério Rosso (PSD) apresenta a fórmula que pode fermentar seu potencial em 2018. “Eu hoje não trabalho com a perspectiva de me candidatar ao governo porque estou focado no meu mandato parlamentar, mas até lá, se pelo menos quatro desses nomes que aparecem na liderança da pesquisa se aglutinassem, haveria grande chance de vitória”, avalia o deputado federal.

“Hoje não trabalho com a perspectiva de me candidatar”, diz Rosso


http://www.edsonsombra.com.br/post/r...iticos20161228
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #2910  
Old Posted Dec 28, 2016, 5:37 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is online now
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,867
O povo da mídia é piadista. O cara já falou, não será candidato a coisa nenhuma, ele se for ético e cumprir com a palavra, vai terminar o mandato de senador.
Reply With Quote
     
     
  #2911  
Old Posted Jan 27, 2017, 10:12 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,846
Alírio Neto tem o apoio de Arruda para disputar o Buriti em 2018



Do alto dos 78.945 votos conquistados na última eleição, o presidente do PTB-DF, Alírio Neto, estaria pensando seriamente em ser candidato ao Palácio do Buriti nas eleições de 2018. O projeto do partido é disputar a cargo majoritário – senador, vice-governador ou governador.

Se realmente for candidato ao Buriti em 2018, Alírio Neto já terá o apoio do ex-governador e hoje professor José Roberto Arruda, que está afastado da política. O apoio foi declarado recentemente em um encontro frugal entre Alírio e Arruda.

O ex-governador deixou claro que não pensa em apoiar uma eventual candidatura do ex-vice governador do DF, Tadeu Filippelli. E mais: garantiu que pode até coordenar a campanha Alírio em 2018.







http://www.estacaodanoticia.com/main...uriti-em-2018/
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #2912  
Old Posted Jan 27, 2017, 6:49 PM
fabiano's Avatar
fabiano fabiano is offline
Registered User
 
Join Date: May 2013
Location: Brasília
Posts: 2,969
Professor,

Deve tá ensinando a roubar.
Reply With Quote
     
     
  #2913  
Old Posted Jan 28, 2017, 2:28 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is online now
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,867
Renato Rainha largando o osso do TCDF para ser governador acho pouco provavel o mesmo rolando com Reguffe. Está mais fácil o Cristovam inventar virar candidato, pois 2018 ultimo ano como Senador.
Reply With Quote
     
     
  #2914  
Old Posted Feb 2, 2017, 12:30 PM
Agarwaen Agarwaen is offline
Registered User
 
Join Date: May 2014
Posts: 498
Quote:
Originally Posted by pesquisadorbrazil View Post
Renato Rainha largando o osso do TCDF para ser governador acho pouco provavel o mesmo rolando com Reguffe. Está mais fácil o Cristovam inventar virar candidato, pois 2018 ultimo ano como Senador.
Cristovam esnobou a sua própria base eleitoral e não acho que consiga se reinventar na direita. Acho que, se for inteligente, larga dos cargos majoritários e se candidata só a deputado (federal ou distrital). Isso ou se aposenta da política.
Reply With Quote
     
     
  #2915  
Old Posted Feb 2, 2017, 11:07 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is online now
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,867
Quote:
Originally Posted by Agarwaen View Post
Cristovam esnobou a sua própria base eleitoral e não acho que consiga se reinventar na direita. Acho que, se for inteligente, larga dos cargos majoritários e se candidata só a deputado (federal ou distrital). Isso ou se aposenta da política.
Ele pulou de galho, do PT para o PDT e agora acho que o REDE. E quer fazer o Reguffe siga seus passos. Espero que não, Reguffe cumpra o que prometeu, termine seu mandato de Senador, aí sim, quem sabe, almeje ser Governador. Pois vai pegar mal ele prometer algo e não cumprir.
Reply With Quote
     
     
  #2916  
Old Posted Feb 4, 2017, 1:32 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is online now
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,867
Exclusivo: Operador do caixa 2 de Rollemberg pode ser preso

O nome dele é Ricardo Leal, o “leal” amigo de Rollemberg atualmente ocupa a presidência do conselho de administração do BRB, que ele, sem cerimônia, tomou para si após RR lhe entregar as chaves do banco, em agradecimento pelas “arrecadações” de campanhas feitas. Leal é operador do mercado financeiro também, daí a ligação com o doleiro Lúcio Funaro, que está negociando uma super delação premiada e já falou no nome do seu parceiro, “Ricardo Leal”. Após a delação de Funaro, Ricardo deverá ser preso, aí veremos quanto tempo ele aguenta, até entregar o esquema de Rollemberg.

Polícia Federal de olho na operadora do operador
A diretora da DTVM do BRB, Andréia Lopes, oriunda da Serasa, é quem passa todas as informações privilegiadas do mercado financeiro para o seu “contra parente” Ricardo Leal, que usa tais informações para se beneficiar com aplicações no mercado financeiro através de corretoras amigas. Por configurar crime contra o sistema financeiro e, portanto, crime federal, a Polícia Federal já deve estar de olho na dupla ou até quem sabe na quadrilha se tiver mais gente envolvida.

Laranjas de fora do DF
Se a Justiça Eleitoral quiser mesmo identificar as doações irregulares (laranjas) na campanha de Rollemberg, basta começar por aquelas que foram feitas de outros Estados. Aí é só perguntar para a coluna detalhes, que informaremos com a maior boa vontade, se tais informações forem culminar com uma abertura de processo contra a chapa de RR, podem sim contar com esse veículo de comunicação.

Diretor da Terracap apronta de novo
O diretor da Terracap “Gustavo Bate em Mulher Marques”, continua mandando e desmandando lá na empresa. “Bate em Mulher” está perseguindo algumas servidoras do órgão em virtude de elas terem feitos comentários contra a atitude dele de ter batido em uma parente sua. As servidoras estavam comentando que ele deveria estar preso por espancar mulher. Isso bastou para a ira do diretor “Gustavo bate em Mulher” aflorar contra as funcionárias.


Perfil com foto
A partir da próxima semana estaremos mostrando o perfil de toda a quadrilha que tomou conta do Governo Rollemberg. Vamos identificar todos para que você leitor, saiba quem são as figuras que estão ajudando RR a afundar Brasília.

BRB cala deputada
A deputada Telma Rufino se calou com a negativa do Banco de responder ao ofício enviado por ela, pedindo informações sobre os gastos com shows que a empresa “U Piano” faturou nos últimos anos junto ao BRB. Ela pediu, o banco não mandou e ela calou. Por que Deputada?

Quem avisa amigo é
Atenção deputados distritais! Cuidado com o “lobo em pele de cordeiro” que Rollemberg está tentando se passar. O cara é um perigo, agora que viu que as coisas vão pegar para o lado dele e seu bando, está correndo para tentar agradar a Câmara Legislativa. Parece um pouco tarde para RR. Mas ele tem confidenciado na roda com os amigos de infância, que deputado distrital aqui é tudo barato, é só dar uns carguinhos que vêm correndo para a base do Governo. Rollemberg, respeite a Câmara de verdade, eles são a voz do povo em Brasília.


Absurdo do absurdo
Agora Rollemberg passou de todos os limites da legalidade, nomeou o jornalista Paulo Fona para a Secretaria de Comunicação. Fona que até a data anterior a sua nomeação era diretor de novos negócios da agência de publicidade Propeg, uma das vencedoras da conta milionária da publicidade do GDF. Foi só o TCDF liberar o processo, que RR nomeou uma pessoa que há bem pouco tempo estava disputando com todo o mercado publicitário a verba de propaganda do combalido governo. O mercado publicitário está impressionado com tanta insensatez de Rollemberg. Resta saber se o Ministério Público e o próprio TCDF, que foi quem liberou para ser homologada a referida concorrência, vão ficar de braços cruzados diante de tal absurdo.


O BRB não pode ter dono
A temporada de troca-troca no governo Rollemberg vai começar, e parece que ele entendeu que não pode ter no Governo uma República Nordestina, recheada de “amadores”. Também descobriu que deixar o BRB na mão de uma só pessoa, por mais “leal” que ela pareça, não é um bom negócio. Rollemberg deve ratear com deputados distritais algumas secretarias e parte do banco. Se Rollemberg tiver coragem de mexer no BRB, vai comprar uma briga com o seu “leal” amigo, que se diz dono do banco, aí Rollemberg vai ver se ele é “leal” mesmo.


5 X incompetente
Rollemberg não acerta na administração de Brasília por cinco pontos:

1 – Ele é incompetente;

2 – Ele só se cerca de incompetentes;

3 – Ele só trouxe incompetentes de fora de Brasília para o governo;

4 – Ele só tem parentes e amigos de infância incompetentes;

5 – Ele é um completo incompetente

Infelizmente esses são os pontos de vistas da grande maioria dos moradores de Brasília. Pobre povo que não soube votar, e hoje amarga as consequências de um governo sem rumo.


Só a verdade
Estão repercutindo muito em Brasília as matérias publicadas aqui neste espaço, várias mensagens têm chegado de apoio e até com novas denúncias contra o governo local. Agradecemos a todos, mas queremos deixar claro que aqui só são publicadas matérias que possamos provar, como todas aqui postadas até hoje, então não adianta mandar notinhas sem comprovação. Só publicamos verdades, doa a quem doer.

Totalmente perdido
Rollemberg demonstra a cada dia que passa que é um péssimo estrategista, e está "perdidinho da Silva". Para tentar melar uma reunião de parlamentares na casa do deputado Izalci, RR achou que se marcasse uma reunião com a sua base no mesmo horário, iria conseguir esvaziar, o que ele não imaginava era a repercussão negativa da sua desastrosa “estratégia”. Quem não sabia que a grande maioria dos parlamentares está contra Rollemberg, com a repercussão, agora todo mundo sabe e aplaude a posição dos parlamentares.


Doações oficiais de laranjas
São quatro as empresas laranjas que constam na relação de doações oficiais de Rodrigo Rollemberg. Todas registradas na Justiça Eleitoral. Vai dar cassação com certeza.
[CENTER][B]Frase do mês
“Mais perigoso que um homem com recursos ilimitados, é um homem que não tem o que perder.”

BRB paga mas não usa o próprio jurídico
Mesmo com um quadro jurídico próprio de funcionários de alta qualidade, a direção do BRB vem credenciando escritórios de advocacia particular, permitido que eles atuem em todas as ações contra e a favor do banco. O que se comenta, que tal absurdo só é possível em função do BRB ter vários acordos judiciais e extrajudiciais, se tais acordos forem feitos através do jurídico do próprio BRB ninguém leva nada, daí a bizarrice. Alô Sindicato, TCDF e agora Câmara Legislativa, esse absurdo vem acontecendo no Banco de Brasília, que não é do governo e sim do povo brasiliense!


Apóstolo e o Ateu
A batalha entre o céu e o inferno parece que começou como previsto no livro de Apocalipse, só que de uma maneira diferente do contexto do livro. O apóstolo Fadi Faraj e o deputado ateu Augusto Carvalho, estão travando uma batalha pelo controle partidário do Solidariedade no Distrito Federal, se depender de oração, Augusto está fora, agora se depender de ações judiciais, conchavos, acordos não cumpridos e mentiras o ateu e deputado federal Augusto Carvalho ganha fácil de Fadi.


Primo rico de olho na saúde
O primo rico de Rollemberg se associou a uma fábrica de nutrição parenteral, está de olho no fornecimento para a Secretaria de Saúde. Estamos investigando e voltaremos a carga no assunto.


Porteira Fechada
O “leal” amigo de Rollemberg levou, em função do “brilhante” trabalho de captação de recursos via “doações” e caixa 2, todo o Banco de Brasília – BRB. Desde o presidente Vasco, até o menos importante cargo no banco não são nomeados sem as benções do “leal” amigo do RR.


Novas provas para cassar Rollemberg envolvem Marina Silva
Um milhão de “santinhos em pvc” do candidato Rollemberg com a candidata a Presidente da República Marina Silva, foram colocados na reta final do primeiro turno das eleições de 2014. Esse foi um pedido do próprio candidato Rollemberg a um patrocinador da sua campanha. Rodrigo achava que se massificasse o seu nome junto ao de Marina, os votos dela migrariam para ele e ele ganharia no 1º. turno, o que não aconteceu. Só que este montante e muitos outros materiais de campanha jamais foram declarados nas contas de campanha de Rollemberg e Renato Santana. Cadê a Justiça Eleitoral?

O “homem da mala” está bravo
O “homem da mala” de Rollemberg, aquele que atende pela alcunha de “Marcão”, virou piada. Agora, ele anda se queixando para as pessoas das matérias aqui publicadas. Marcão tem dito: “vou processar o Fato Online”. Aqui vai um aviso ao corrupto “Marcão”, “coragem não dá em árvore”, e se você tiver nascido com um pouquinho dessa coragem que você acha que tem, vá em frente seu bobão. Tudo o que foi dito aqui tem prova.

Até tu Biba
Quem indicou o diretor de tecnologia do BRB foi o assessor e amigo de infância de RR, Paulo de Tarso (mas conhecido como Biba), boa gente, mas como ele não é da área foi perguntar para um amigo se ele conhecia alguém para lhe apresentar. O amigo disse de pronto que sim, e indicou o nome do atual diretor Gustavo Oliveira. Até aí tudo bem, Gustavo é competente e etc, mas o problema reside no amigo que indicou o Gustavo para o “Biba”, o empresário é o proprietário de uma grande empresa da área de tecnologia de Brasília, e tem vários projetos de seu interesse no BRB. Aí é o problema!


Rollemberg Dissimulado
O perdido Governado Rollemberg, ontem (26), estava mais uma vez em Abadiânia em busca de soluções para problemas da sua péssima administração, junto ao seu líder espiritual “João de Deus”, parece que RR já foi desenganado até por lá. Retornou cabisbaixo, pedindo para falar com pessoas que até bem pouco tempo ele tentou destruir. Aqui fica o alerta! Pessoas como RR quando estão precisando e se sentem acuadas, fazem acordo com Deus e o Diabo. São na verdade uns dissimulados.

Afastamento a vista
Se a justiça eleitoral ou o Ministério Público acharem que as matérias aqui publicadas são insuficientes para pedir a cassação de RR, aguardem, que na próxima semana teremos mais. Agora publicaremos farta documentação, que com certeza, ensejará no pedido de afastamento da chapa Rollemberg/ Renato Santana.


Caixa 2 de Rollemberg
Nas próximas colunas vamos dar nomes aos “doadores da campanha” de RR, que são na verdade laranjas e não sabem e nunca viram ou ouviram falar de Rodrigo Rollemberg. Mas doaram juntos muita grana, puro caixa 2. Tudo foi acertado com Rollemberg através de seu “leal” amigo.

O livro com fundo falso
Um livro com fundo falso, contendo 250 mil reais, foi assim que um dos doadores da campanha de Rollemberg entregou para o amigo mais “leal” de RR. Esse livro foi entregue na própria residência do “leal” amigo na presença de um primo de RR.


Indicação no BRB
Uma das diretorias do banco foi indicação de um empresário, que atua na mesma área de atuação do diretor. Isso pode Ministério Público? Sexta daremos o nome do empresário/padrinho e do diretor apadrinhado.


BRB: Imagem muito arranhada
Toda instituição financeira não pode levantar duvida da lisura em todos os campos de sua atuação, já que ela vive da imagem que passa para os seus clientes e correntistas. É uma pena que as dúvidas da atuação do conselho do banco não estejam claras. Vamos cobrar uma atuação mais clara do conselho, como por exemplo a denúncia que chegou a coluna, sobre a publicidade do banco, que, segundo consta, era operada por um empresário da área de publicidade e eventos. Depois de alguns desgastes, teve até a substituição do superintendente de marketing do BRB James, ele ameaçou sair atirando e caiu para cima. James agora é conselheiro da BSB Ativos. Isso, caros leitores, é só uma pequena amostra dos descasos instalados no BRB. Sexta tem mais revelações.


Fundo bilionário
Estamos apurando qual a relação da mudança do estatuto da Terracap, com a contratação pela empresa do gestor do fundo de 3 bilhões da Biotic. Vamos publicar o resultado da apuração em breve.

Brigou geral
O Governador Rollemberg agora resolveu não ouvir mais ninguém. Abandonou o seu “leal” amigo (segundo o próprio diz, tem algum tempo que RR não o procura pra nada). Agora não se sabe se o amigo de RR diz isso só para se proteger dos compromissos assumidos pelos dois em campanha ou se Rollemberg brigou geral mesmo.

Motivo de cassação
Na campanha de Rollemberg todo mundo elogiava a qualidade dos impressos e os famosos “santinhos de pvc”, que o candidato ostentava e distribuía por toda Brasília. Pois bem, ai vai a “dica” para a Justiça e Ministério Público Eleitoral. Por que não consta na prestação de contas de RR nenhum santinho confeccionado em PVC? Já que, segundo as notas da gráfica em poder da coluna, foram feitos mais de seis milhões de unidades de santinhos em pvc para a coligação de Rollemberg. Acima, só alguns “santinhos” que a coligação de RR não declarou nas suas contas de campanha, mas, estão devidamente identificados com o CNPJ da coligação.


De volta
A coluna de sexta-feira não foi publicada em função dos fatos que dominaram a pauta do pais, como a morte do Ministro Teori e a posse de Trump nos EUA. Mas voltamos hoje, com fatos novos e revelações bombásticas.


Informação privilegiada no BRB
Tem operador do mercado financeiro que está se valendo de uma função que ocupa no Banco de Brasília (BRB), para conseguir informações privilegiadas. Daremos nomes aos bois em breve.


Perdedor
Na eleição para as comissões que compõe a Câmara Legislativa, o grande derrotado deverá ser de novo o Governador Rollemberg. Mas, como derrota, bagunça e corrupção fazem parte do cotidiano do GDF, não vai fazer diferença para RR perder mais uma.


Agora o organograma do BRB
Estamos preparando o organograma do BRB. Vamos mostrar quem são os verdadeiros padrinhos de vários cargos ocupados no banco, onde várias autoridades de Brasília estão mandando em troca de proteção.

Armação de 53 milhões
Mais uma licitação com carta marcada deve estourar ainda este mês no GDF, envolvendo a Secretária de Planejamento Leany. A armação começou na administração do ex-secretário Voguel, que queria trazer uma empresa do eixo Rio/São Paulo para ser a vencedora. Como não deu tempo de realizar a referida “licitação” (pois Voguel foi defenestrado do governo), Leany assumiu as rédeas dos 53.000.000,00 (cinquenta e três milhões de reais), que o governo pretende gastar com a aquisição de um software. Um absurdo!

“Rollemberg Mente”
Prosseguindo com a divulgação semanal de vídeos que ratificam a “popularidade” de RR segue mais um em alusão ao seu malfadado governo.



EXCLUSIVO: Revelado o verdadeiro organograma do GDF
Como prometido em coluna passada, estamos publicando o organograma real do GDF. Veja as principais áreas ocupadas pelos três amigos e parentes de RR, que realmente mandam no Governo. Esse espaço ocupado por eles, representa quase que 80% do Governo em termos de verba orçamentária.

Em conversa com o MPF
O ex-governador José Roberto Arruda teve um delator só, e foi o suficiente para tirá-lo da política quase que definitivamente, dizem que Rollemberg já conta com três ex-amigos e financiadores da sua campanha em conversa avançada com o Ministério Público Federal. Porque o MPF e não MPDF? Por envolver outros estados da federação nos recursos destinados a campanha de Rollemberg.

Joe cria o 25º. Deputado da CLDF
O presidente da Câmara Legislativa deputado Joe Valle, parece que não entendeu que os deputados votaram nele e não no secretário geral da casa para administra a Câmara. Joe publicou um ato ontem (17), dando superpoderes para o secretário geral André Perez. Com esse ato publicado Perez se torna o verdadeiro gestor da Câmara e o 25º. deputado. Já tem parlamentar arrependido de ter votado no pedetista.

RR não deve terminar 2017
Rodrigo Rollemberg já sabe que não deve chegar ao final do seu mandato de governador do Distrito Federal, ele teve informações privilegiadas do dossiê que será entregue ao Ministério Público Federal sobre suas contas de campanha e várias ações irregulares feitas por parentes e alguns amigos de infância, que mandam e desmandam no hoje desmoralizado Governo do Distrito Federal.

CPI na “República Nordestina”
Vários deputados distritais têm garantido que no retorno dos trabalhos da Casa, a “República Nordestina” (É como todos estão chamando o governo de RR) vai ser investigada a fundo, e as denúncias aqui publicadas serão apuradas, se preciso criarão uma nova CPI, agora para investigar a “República do Nordeste” que se instalou aqui em Brasília.

República ou Quadrilha?
A coluna particularmente discorda do termo usado por alguns deputados distritais quando se referem ao governo de Rollemberg e usam o termo de “República Nordestina”. Achamos que o termo certo seria “Quadrilha Nordestina”, cai como uma luva na atual administração.

Rollemberg quer fundo da Terracap nas mãos de um amigo “leal” a ele
Vamos ficar de olhos bem abertos na contratação do gestor do fundo da Terracap. Afinal são 3 bilhões de ativos do fundo e o Governador Rollemberg com certeza vai querer nas mãos de um amigo “leal” a ele.

Fonte: http://fatoonline.com.br/noticia/133...pode-ser-preso
Reply With Quote
     
     
  #2917  
Old Posted Feb 14, 2017, 10:30 AM
sxsp sxsp is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2014
Posts: 297
Quote:
Originally Posted by Agarwaen View Post
Cristovam esnobou a sua própria base eleitoral e não acho que consiga se reinventar na direita. Acho que, se for inteligente, larga dos cargos majoritários e se candidata só a deputado (federal ou distrital). Isso ou se aposenta da política.
Acho que ele não retorna tão cedo. A não se que se candidate a Federal ou Distrital. Senador, Governador, Presidente não tem qualquer chances.
Reply With Quote
     
     
  #2918  
Old Posted Feb 22, 2017, 11:00 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,846
CLDF gastou R$ 29,5 milhões em fevereiro sem votar nenhum projeto

Desde a volta do recesso, no dia 2, a Câmara Legislativa está emperrada devido ao imbróglio que envolve a escolha das comissões

Divulgação


A Câmara Legislativa retomou os trabalhos em 2 de fevereiro, depois do recesso iniciado em 16 de dezembro de 2016. Uma das prioridades para a volta seria a eleição das 10 comissões permanentes da Casa, o que não ocorreu até agora por falta de acordo entre os distritais que pretendem presidir os colegiados. Durante esse período, entretanto, os custos permanecem, mesmo sem análise de projetos novos. De 2 de fevereiro até a tarde de segunda-feira (20/2), o Legislativo local havia gasto R$ 29,5 milhões — uma média de R$ 2,2 milhões por dia útil.

A folha de pagamento foi a responsável por abocanhar a maior parte dos recursos, mas os distritais também desembolsaram com contratos de manutenção da Casa, entre eles, os de vigilância e contas de água e luz. Os dados fazem parte do Sistema Integrado de Gestão Governamental (Siggo). A previsão orçamentária para os gastos na Câmara este ano é de R$ 500 milhões. Os recursos são dos cofres do Governo do Distrito Federal.

Apesar dos gastos diários para o funcionamento da Casa, desde que os deputados voltaram do recesso parlamentar, não votaram ou analisaram qualquer projeto. A pauta está travada porque não há acordo para a escolha das comissões permanentes. Elas são compostas por cinco membros titulares e servem para analisar todos os projetos que tramitam na Casa, sejam eles de autoria dos deputados ou do Executivo. Só depois da análise o texto é encaminhado para votação em plenário.

Presidente da Casa, Joe Valle (PDT) prometeu eleger os integrantes das comissões nesta quinta (23). “Estávamos tentando um consenso para que não houvesse descontentamento entre os deputados, mas como não conseguimos, vamos ter que colocar a disputa no voto”, afirmou. O presidente nega que a Casa esteja parada, mas reconhece que só entraram em pauta no plenário temas antigos e audiências públicas, por exemplo.

Sobre os gastos, disse que o custo realmente é alto, especialmente por conta da estrutura. “Mas estou fazendo um diagnóstico dos números da Casa para saber o que podemos cortar. A minha ideia é reduzir em 20% o orçamento da Câmara.”

Disputa

Dois grupos foram criados para concorrer às vagas. Um deles, o governista União por Brasília, tem 13 parlamentares. O outro, com distritais do PDT e da Rede, conta com apenas quatro. Mas um terceiro está em vias de criação e pode agregar os sete restantes. Entre eles, a ex-presidente da Câmara Celina Leão (PPS), que não abre mão de concorrer à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), assim como Reginaldo Veras (PDT).

Mas a briga principal não é só pela CCJ, e inclui as comissões de Economia, Orçamento e Finanças (Ceof); e a de Assuntos Fundiários (CAF). As duas primeiras têm grande poder, pois os projetos de lei que tramitam na Casa têm que passar por esses colegiados obrigatoriamente. No caso da CAF, a importância se dá pelo tema. Afinal, interesses variados convergem para ele — dos comerciais às disputas por terras na capital.

Na tentativa de evitar um desgaste entre os deputados, Valle tenta um acordo entre os blocos para, só então, abrir o processo de votação de escolha dos integrantes do colegiado. Na tarde desta segunda, ele reuniu os líderes partidários e prometeu resolver o problema e fazer a votação na próxima quinta (23). Na noite desta terça (21), ele deve reunir os 23 colegas, após a sessão, para discutir a situação.

Líder do União por Brasília, formado por 13 distritais e apoiado por Rollemberg, Israel Batista (PV) tem criticado a demora de Joe Valle para colocar o tema em votação.

O presidente tem esperança de acordo, mas essa demora já está passando do limite porque prejudica o andamento dos projetos. Está tudo parado"
Israel Batista, líder do União por Brasília

Buriti travado

Quanto mais a situação persistir, mais o GDF tem os planos travados. Este ano, por exemplo, o Buriti enviou à Câmara Legislativa sete projetos, sendo seis com pedido de tramitação de urgência. Nesses casos, os textos não precisam passar pelas comissões, pois o parecer é dado pelo presidente da comissão, no plenário da Casa. Ou seja, como ainda não houve a votação, está tudo parado.

Das propostas do governo que aguardam análise dos deputados, três solicitam autorização para abertura de créditos suplementar e especial. A primeira é de R$ 80 milhões para a Casa Civil usar em divulgação institucional. A outra é de R$ 6,2 milhões, a favor da Câmara Legislativa para o funcionamento da TV Legislativa. O governo também pede R$ 9,3 milhões para a Secretaria das Cidades.










http://www.edsonsombra.com.br/post/c...rojeto20170221
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #2919  
Old Posted Feb 22, 2017, 11:03 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,846
Ótimo Afinal é pra isso que a CLDF serve
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #2920  
Old Posted Feb 22, 2017, 12:43 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is online now
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,867
O povo golpista nada faz mais né, cadê os panelaços... Ahhhh me esqueci, como não são políticos do PT, não tem panelaços mais.
Reply With Quote
     
     
This discussion thread continues

Use the page links to the lower-right to go to the next page for additional posts
 
 
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 2:36 PM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2023, vBulletin Solutions, Inc.