HomeDiagramsDatabaseMapsForum About
     

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais


Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #201  
Old Posted Mar 27, 2012, 2:00 PM
fortescue fortescue is offline
Registered User
 
Join Date: Mar 2012
Posts: 337
Alguém tem informações acerca do canteiro de obras que foi montado atrás do Mercure (o branco), ao lado do Mc Donalds da torre.
Pelo visto teremos um novo hotel na cidade em breve!!
Reply With Quote
     
     
  #202  
Old Posted Mar 27, 2012, 2:27 PM
luizwagner luizwagner is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 55
Quote:
Originally Posted by fortescue View Post
Alguém tem informações acerca do canteiro de obras que foi montado atrás do Mercure (o branco), ao lado do Mc Donalds da torre.
Pelo visto teremos um novo hotel na cidade em breve!!
Eu percebi esse canteiro de obras.

A algum tempo atrás esta imagem foi postada aqui no fórum pelo pesquisador:



Se analisarmos a imagem perceberemos que o posicionamento do canteiro de obras coincide com o hotel retratado nesta imagem.

Esta imagem foi postada como uma proposta pra construção do Hotel Fasano de Brasília, vamos torcer pra ser isso mesmo.
Reply With Quote
     
     
  #203  
Old Posted Mar 27, 2012, 2:56 PM
besantos besantos is offline
Registered User
 
Join Date: Nov 2011
Posts: 42
Quote:
Originally Posted by luizwagner View Post
Eu percebi esse canteiro de obras.

A algum tempo atrás esta imagem foi postada aqui no fórum pelo pesquisador:



Se analisarmos a imagem perceberemos que o posicionamento do canteiro de obras coincide com o hotel retratado nesta imagem.

Esta imagem foi postada como uma proposta pra construção do Hotel Fasano de Brasília, vamos torcer pra ser isso mesmo.
É precipitado fazer um julgamento por essa imagem de baixa resolução, mas achei esse hotel horroroso.
Reply With Quote
     
     
  #204  
Old Posted Mar 27, 2012, 3:36 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,834
Quote:
Originally Posted by besantos View Post
É precipitado fazer um julgamento por essa imagem de baixa resolução, mas achei esse hotel horroroso.
A imagem pode ser de baixa resolução, mas eu consegui a imagem no prestigiado site de arquitetura INTERNACIONAL.

E respondendo, o hotel não vai ser o FASANO, vai ser um hotel sem bandeira hoteleira definida até o momento. Mas não estranharia se fosse um Grand Hyatt, Sofitel, Hilton ou mesmo Renaissance.
Reply With Quote
     
     
  #205  
Old Posted Mar 27, 2012, 4:40 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,842
Quote:
Originally Posted by fortescue View Post
Alguém tem informações acerca do canteiro de obras que foi montado atrás do Mercure (o branco), ao lado do Mc Donalds da torre.
Pelo visto teremos um novo hotel na cidade em breve!!
Aliás, seja bem vindo Bom ter perguntado, também estava curioso pra saber dessa obra, espero que venha algo de bom
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #206  
Old Posted Mar 27, 2012, 6:06 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,834
Brasiliano

O Emiliano, caro e luxuoso hotel de São Paulo, deverá abrir uma filial em Brasília. Seus donos escolheram uma área no Setor de Clubes Sul, ao lado da Academia de Tênis.

Fonte: http://clippingmp.planejamento.gov.b...o-ao-super-jbs
Reply With Quote
     
     
  #207  
Old Posted Mar 27, 2012, 6:08 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,834
Eita ferro, como eu havia antecipado, o bicho vai pegar, já começaram a pipocar hotéis caros naquela região, primeiro o FASANO hotel boutique e agora seu concorrente direto, o EMILIANO.

Vai ter gente com residencial com serviços fazendo a dança do ventre no aeroporto para encher o empreendimento, não é HPLUS.
Reply With Quote
     
     
  #208  
Old Posted Mar 29, 2012, 1:32 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,842
Área desocupada da 901 Norte esquenta debates sobre o PPCUB


Palco de debates acalorados sobre a preservação do patrimônio tombado de Brasília, a área desocupada da quadra 901 Norte tem dividido opiniões a respeito de sua expansão. De acordo com a proposta do Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília (PPCUB), o local deverá ter uso predominantemente para hotéis (55%), mas também permitirá outras atividades complementares. Apesar da lei atual permitir a construção de edifícios com gabarito de apenas nove metros (o equivalente a três andares, contando com o térreo), o projeto de lei em análise aumenta este gabarito para 45 metros, o que abre brecha para a construção de prédios de até 15 andares. Mesmo com a recomendação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) contrária ao projeto, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Habitação do DF (Sedhad) defende que a construção agregará valor a capital. Para o arquiteto urbanista Frederico Flósculo, no entanto, a situação reflete descompromisso do governo com o plano urbanístico desenvolvido para Brasília. O arquiteto acredita que, com o PPCUB, a capital atravessa o maior perigo da história da cidade. “Isso é a consagração do processo extenso de destruição de Brasília”, critica.

De acordo com o Secretário de Habitação, Geraldo Magela, a Sedhab está dialogando com o Iphan para chegar a um consenso. “Quando fizemos a proposta (para o Iphan) não era exatamente essa que ficou no PPCUB. Antes, o gabarito era de 65 metros e agregava exclusivamente hotéis”, explica. “O Iphan disse que não aprovava. Mas não foram as diretrizes, foi a proposta. O que ele não aprovou foi o projeto”, ressalta. Ainda segundo Magela, o Iphan já possui as diretrizes em mãos e está fazendo a devida avaliação. “Se o Iphan concordar com essas diretrizes, então podemos apresentar outros projetos”, conta. O secretário destaca que fez questão de colocar a proposta em aberto para que as pessoas que são contrárias possam apresentar pareceres alternativos. “Se o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), por exemplo, tiver posição diferente, ele pode apresentar outra ideia. Estamos pedindo até que as pessoas apresentem outras propostas mesmo”, afirma.

Em outubro do ano passado, o superintendente do Iphan, Alfredo Gastal, já havia deixado clara a posição do instituto com relação ao projeto da Sedhab. Segundo a conclusão do Iphan, a proposta fere a legislação do tombamento de Brasília. Procurado pela a reportagem do CorreioWeb, o Iphan alegou que não há nada novo a declarar sobre o assunto e que a expectativa é que seja mantido o local da forma como está previsto na lei. O instituto declarou ser inadmissível a altura que a Sedhab pretende permitir aos prédios, e esclareceu que futuras discussões sobre o tema poderão acontecer desde que as construções tenham estatura baixa.

O arquiteto Frederico Flósculo explica que a verticalização proposta na área é totalmente inadequada e danosa para Brasília e relembra a função inicial do local até então desocupado. “Aquele espaço estaria destinado ao serviço público, a algum órgão público de importância”, recorda. “A primeira coisa que deve ser colocada em análise é que o projeto desrespeita isso e estabelece a mudança de uso do local. O governo vai ficar sem espaço na área central de Brasília, para dar espaço a um conjunto arquitetônico sem o menor sentido e sem demanda de uso. A área será uma peça imensa de capital privado sem nenhum beneficio pra cidade”, opina.

Frederico vê o projeto como um golpe contra Brasília. “A cidade se mostra fraca, não sabe se defender. O GDF deveria dizer: ‘temos função de governo para colocar nessa quadra’, mas em vez disso representa o estado de corrupção urbana. Isso é a 901 Norte: gema de ouro da corrupção brasileira”, critica. Para o arquiteto, o PPCUB tem diretrizes mal fundamentadas e não transparece a participação da comunidade. “Francamente, como você tem um plano de preservação trazido com 25 anos de atraso e que não considera a participação da comunidade nas instâncias decisivas?”, indaga.

A revolta com as regras estabelecidas pelo PPCUB vão além. Frederico acredita que o plano é cego com relação à questão ambiental. “É tão tosco, chega a ser ridículo e risível. Esse PPCUB na verdade não passa de um plano de regularização imobiliário de vários crimes que já foram cometidos na cidade”, acusa. Ele lembra que não há nenhuma menção a respeito das áreas verdes das super quadras, como é o caso da 214 Norte. “Ela foi urbanizada por construções e incorporada inapropriadamente. Ela não é uma super quadra legitimamente. Árvore ali é quase zero”, observa. “O que o PPCUB diz com relações a coisas como essas? Nada! Ele não muda nada!”, indigna-se.


Um dos pontos mais polêmicos da minuta do PPCUB, a ocupação da 901 Norte esquenta o debate sobre a preservação de Brasília


Sobre a atuação do Iphan no caso da 901 Norte, o arquiteto se mostra decepcionado. “Eles não se opuseram à mudança do solo, fizeram posição precária. O problema é a pouca virilidade do Iphan e você tem que defender a cidade com virilidade. O Iphan não é claro, não é decisivo, a defesa apresentada por ele é fraca e entrega Brasília aos inimigos”, acredita. Frederico vai além e diz ainda que o instituto não merece a confiança da capital. “Com esse PPCUB estamos atravessando o maior perigo da história da cidade. Isso é a consagração do processo extenso de destruição de Brasília”, completa.

Na opinião do arquiteto, o que Brasília precisa é investir na educação dos valores urbanísticos da capital e mostrar para a população porque ela deve amar a cidade. “A própria população é desinformada, ela não sabe o que está defendendo. Vamos ficar que nem a população do Egito, que esqueceu os faraós, não tem mais razão para cultivar o passado, porque é distante e não faz mais parte de suas vidas”, compara. “Brasília podia dar exemplo de valores urbanísticos para o resto do Brasil”, conclui.

Vale lembrar que a Sedhab realizará no próximo dia 31, às 8h30, no Auditório I do Museu Nacional da República, a 3ª Audiência Pública para elaboração do PPCUB, que deverá prever, regular e qualificar, por exemplo, áreas de comércio e serviços, áreas do esporte, lazer e cultura, sistema viário, estacionamentos, áreas verdes, parques urbanos e habitação diversificada. A elaboração do Plano está prevista na Lei Orgânica do Distrito Federal, no Plano Diretor de Ordenamento Territorial (PDOT) – Lei Complementar nº 803/2009 e na Portaria nº 299/204 (Iphan).











http://correiobraziliense.lugarcerto...-o-ppcub.shtml
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #209  
Old Posted Mar 29, 2012, 4:26 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,834
Atlantica Hotels inicia novos negócios em 2012 pelo centro-oeste
28/03/2012

Região integra estratégia de fortalecimento da presença, com entrada em novas cidades

Março 2012 - Mantendo sua aposta inicial, Atlantica Hotels International, maior administradora de hotéis de capital privado da América do Sul, continua a garantir sua expansão nos novos polos de negócios do país, especialmente em cidades do interior e em capitais em desenvolvimento. Nos primeiros meses do ano, a empresa firmou dois novos contratos nas cidades de Valparaíso (GO) e em Goiânia, capital do Estado, onde terá seu terceiro empreendimento.

Para 2014, está prevista a abertura do Comfort Hotel Valparaíso, com134 apartamentos, piscina, fitness center e salas para eventos. Localizada a 35 km do Distrito Federal e a 185 km da capital Goiânia, Valparaíso é âncora econômica na região e uma das principais economias do Estado. Em 2015 será a vez do início das operações do Quality Hotel Goiânia.

O empreendimento terá 180 apartamentos e fará parte de um complexo imobiliário com lojas, escritórios e restaurantes, valorizando ainda mais o negócio. Os dois hotéis serão construídos por investidores locais.

Valparaíso faz parte do porto secodo Distrito Federal, local de grande densidade industrial que tem o objetivo de atrair grandes empresas. Pelo forte atrativo industrial, a região será beneficiada por um programa de Arranjo Produtivo Local (APL) do setor moveleiro, para aumentar a competitividade dos profissionais e fortalecer as pequenas empresas. “Regiões como esta, que se apresenta em adiantado estágio de desenvolvimento carecem de infraestrutura para apoiar a expansão dos negócios e a hotelaria de qualidade, certamente faz parte deste arsenal de apoio”, diz Mateus Cabau, diretor de Desenvolvimento da Atlantica Hotels.

Em Goiânia, a Atlantica Hotels quer fortalecer sua presença, onde já opera dois empreendimentos com sucesso: Comfort Suítes Flamboyant e o Sleep Inn Goiânia. “Vamos reforçar nossa presença na categoria Midclass onde acreditamos estar a maior fatia para o turismo de negócio, junto com a categoria Superior, para a qual temos quatro bandeiras, entre elas a Comfort Suítes”, informa o executivo.

Do total de operações atuais, quase 25% estão espalhadas por cidades e capitais antes classificados secundários dentro do cenário econômico brasileiro, mas que hoje formam uma grande vitrine de oportunidades para o crescimento do país. De acordo com o IBGE, cidades com menos de 500 mil habitantes estão entre as que mais crescem, com taxas na ordem de 1,5% a 3% ao ano, enquanto 46% das cidades brasileiras têm avanço nulo ou no máximo de 1,5%.

Fonte: www.atlanticahotels.com.br
Reply With Quote
     
     
  #210  
Old Posted Apr 2, 2012, 5:13 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,834
Novidades a respeito do empreendimento. Vai ser o hotel Rio das Pedras, dizem, que será administrado ou pela própria familia proprietária ou por uma rede hoteleira internacional, mas não existe nada de certo. Outro ponto, será o remanejamento do Posto de Combustiveis.

O mesmo será transferiado para um local já preparado ao lado do tapume do hotel Rio das Pedras, ou seja, o Posto ficará rente aquela via de acesso a W4 norte. Outro ponto, e no local originalmente do posto, será edificado outro hotel de uma rede hoteleira ainda desconhecida, mas, com certeza, será internacional, conforme relatos dos engenheiros do hotel Rio das Pedras.
Reply With Quote
     
     
  #211  
Old Posted Apr 2, 2012, 6:15 PM
hugokeys's Avatar
hugokeys hugokeys is offline
Bolivar, mi heroe
 
Join Date: Mar 2012
Location: Caracas
Posts: 50
Quote:
Originally Posted by pesquisadorbrazil View Post
Eita ferro, como eu havia antecipado, o bicho vai pegar, já começaram a pipocar hotéis caros naquela região, primeiro o FASANO hotel boutique e agora seu concorrente direto, o EMILIANO.

Vai ter gente com residencial com serviços fazendo a dança do ventre no aeroporto para encher o empreendimento, não é HPLUS.
Caro pesquisador, em nenhuma cidade os Hotéis de luxo (como o Fasano) são concorrentes dos residenciais com serviço. O público é completamente diferente.

Outro ponto levantado por você em outro post dest thread é que não existe terreno ao lado da Academia de tênis para o Emiliano se instalar, a não ser o próprio. Mas pelo que ouvi o dono daquele terreno é uma construtora local.
Reply With Quote
     
     
  #212  
Old Posted Apr 2, 2012, 6:53 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,834
Quote:
Originally Posted by hugokeys View Post
Caro pesquisador, em nenhuma cidade os Hotéis de luxo (como o Fasano) são concorrentes dos residenciais com serviço. O público é completamente diferente.

Outro ponto levantado por você em outro post dest thread é que não existe terreno ao lado da Academia de tênis para o Emiliano se instalar, a não ser o próprio. Mas pelo que ouvi o dono daquele terreno é uma construtora local.
Será mesmo que estamos falando da mesma região da Academia de Tênis, aonde possue 20 terrenos VAZIOS? E outra, sabe quando custa um residencial com serviços para locação? Hoje é 2 mil reais e depois da Copa 4 mil reais. E tem um agravante, todos os residenciais com serviços na orla do LAGO terão de ser convertidos em hotéis por força de uma LEI INTERNACIONAL, ou seja, quem comprou para moradia nessas localidades, podem começar a vender e mudar para outro local, pois ali não vai ser admitida residências, podem colocar o nome que quiser, mas não vai poder mais e pior, no setores hoteleiros sul e norte vão passar pelo mesmo.

Agora se o povinho quiser morar nessas localidades, podem preparar o bolso, o IPTU vai ser de 1% e nem adianta choramingar. Ahhh iria me esquecendo, a HPLUS está PROIBIDA de vender pacotes para COPA de 2013, 2014 e 2015 e fora as Olimpiadas, sem contar, se vender, vai ser PROCESSADA e pior, vai ter que PAGAR a FIFA pelo USO INDEVIDO DE IMAGEM dos eventos, é MOLE...
Reply With Quote
     
     
  #213  
Old Posted Apr 2, 2012, 9:41 PM
NewCrucks NewCrucks is offline
Registered User
 
Join Date: Apr 2012
Posts: 20
Do SSC... finalmente:

Comprei ontem o Wallpaper* City Guide de Brasília da Phaidon, que é um guia meio que voltado para pessoas endinheiradas. Se eu não me engano de cidades brasileiras só figuram São Paulo, Rio e Brasília. O guia é relativamente recente já que cita a Torre de Tv Digital com uma foto da estrutura pronta sem a torre de metal e na foto panorâmica da cidade da pra ver que o Nacional estava já em construção. Achei bem interessante a parte que fala de hotéis e resolvi transcrever aqui para o tópico. Coloquei em inglês mesmo para evitar uma tradução mal feita, mas se quiserem posso tentar traduzir ou se alguém se disponibilizar para isso, o texto está abaixo. Esse trecho é o da introdução do tópico e se quiserem transcrevo também as páginas referentes a cada hotel mencionado no guia.
Reply With Quote
     
     
  #214  
Old Posted Apr 2, 2012, 9:43 PM
NewCrucks NewCrucks is offline
Registered User
 
Join Date: Apr 2012
Posts: 20
WHERE TO STAY AND WITCH ROOMS TO BOOK

Hotel occupancy correlates directly with whether the president is in town and hence the number of lackeys currying political favour. Too many of the city’s hotels, like Nauro Esteves’ once-splendid Hotel Nacional, witch hosted Queen Elizabeth II in 1968, are in need of refurbishment. Its decline is indicative of Brasilia’s blight, as lazy hoteliers are often guaranteed a full house. The best suites can be secured at far more reasonable rates at the weekends.
The city’s two premiere hotels – Brasília Palace and Royal Tulip Alvorada – Are nestled in a serene spot between the palaces by the lake in the Setor de Hotéis e turismo Norte (SHTN). The proletariat are corralled into the hotel districts SHN and SHS, a mass of ugly towers polluting the skyline west of the bus station. Of the old guard, only Kubitschek Plaza has pushed the boat out far enough to attract discerning travelers, with a 2006 refurbishment. To the South of Eixo Monumental, the Sol Meliá chain has upped the ante with two of the city’s best equipped hotels – Brasil 21 and Trip 21, next door. The Lack of decent overnight options hasn’t gone unnoticed, and the Bettiol Family is plotting a luxurious addition to SHN, with an asymmetrical Isay Weinfeld-designed tower that should turn quite a few heads when it opens ahead of the World Cup in 2014.
Reply With Quote
     
     
  #215  
Old Posted Apr 2, 2012, 10:08 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,842
Seja bem vindo NewCrucks

Sobre o texto, achei meio exagerado, porém com alguma logica, os Hotéis de Brasília são na sua grande maioria antigos e com mais de 30 ou até 40 anos, daí a qualidade fica a desejar, normal, já as opções para hospedes "endinheirados" realmente está bem escassa as opções...com algumas exceções o texto cita bem...
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #216  
Old Posted Apr 2, 2012, 11:02 PM
hugokeys's Avatar
hugokeys hugokeys is offline
Bolivar, mi heroe
 
Join Date: Mar 2012
Location: Caracas
Posts: 50
Quote:
Originally Posted by pesquisadorbrazil View Post
Será mesmo que estamos falando da mesma região da Academia de Tênis, aonde possue 20 terrenos VAZIOS? E outra, sabe quando custa um residencial com serviços para locação? Hoje é 2 mil reais e depois da Copa 4 mil reais. E tem um agravante, todos os residenciais com serviços na orla do LAGO terão de ser convertidos em hotéis por força de uma LEI INTERNACIONAL, ou seja, quem comprou para moradia nessas localidades, podem começar a vender e mudar para outro local, pois ali não vai ser admitida residências, podem colocar o nome que quiser, mas não vai poder mais e pior, no setores hoteleiros sul e norte vão passar pelo mesmo.

Agora se o povinho quiser morar nessas localidades, podem preparar o bolso, o IPTU vai ser de 1% e nem adianta choramingar. Ahhh iria me esquecendo, a HPLUS está PROIBIDA de vender pacotes para COPA de 2013, 2014 e 2015 e fora as Olimpiadas, sem contar, se vender, vai ser PROCESSADA e pior, vai ter que PAGAR a FIFA pelo USO INDEVIDO DE IMAGEM dos eventos, é MOLE...
Caro PesquisadorBSB,

Para mim perto da academia de tenis é o trecho 4 do SCES. Qualquer outro terreno da SCES deve ser usada outra referência. Outra coisa LEI INTERNACIONAL? Fala sério....
Reply With Quote
     
     
  #217  
Old Posted Apr 3, 2012, 8:14 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,834
Eu nem vou discutir, apenas um caso é fato, que naquela região irão ter o EMILIANO e FASANO e também o EUROSTAR, e outra coisa, se a lei que tombou Brasília não é INTERNACIONAL, de onde veio a UNESCO? Cascadura-RJ?
Reply With Quote
     
     
  #218  
Old Posted Apr 3, 2012, 10:56 PM
hugokeys's Avatar
hugokeys hugokeys is offline
Bolivar, mi heroe
 
Join Date: Mar 2012
Location: Caracas
Posts: 50
Quote:
Originally Posted by pesquisadorbrazil View Post
Eu nem vou discutir, apenas um caso é fato, que naquela região irão ter o EMILIANO e FASANO e também o EUROSTAR, e outra coisa, se a lei que tombou Brasília não é INTERNACIONAL, de onde veio a UNESCO? Cascadura-RJ?
Uma vez tombado um bem, cabe ao Poder Público e à sociedade defendê-lo de toda e qualquer agressão ou tentativa de descaracterização, conforme comanda a nossa Carta Maior.

Brasília, muito mais do que um símbolo nacional, foi o único núcleo urbano contemporâneo considerado digno de ser incluído na lista dos bens de valor universal pelo Comitê do Patrimônio Mundial, Cultural e Natural da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). Isso ocorreu mediante resolução da referida entidade internacional, em 7 de dezembro de 1987. Nossa Capital foi então alçada ao mesmo grau de importância de sítios urbanos notáveis como Florença, Veneza, Cuzco, Quito, Havana, Toledo, Évora, Lübeck, Roma, Vaticano, Olinda e Ouro Preto, entre outros também guardados sob a tutela das Nações.

A escolha de Brasília deveu-se às particularidades e aos valores de seu plano urbanístico, concebido por Lúcio Costa com base nos conceitos de urbanismo deste século, discutidos e propostos pelos Congressos Internacionais de Arquitetura Moderna (CIAM), e divulgados pela Carta de Atenas, de 1933, publicada pela primeira vez por Le Corbusier em 1943.

O Plano Piloto constitui-se objeto de proteção legal, no que se refere à manutenção dos princípios de projeto, desde a sua inauguração, por meio do art. 38 da Lei Federal n° 3.751, de 13 de abril de 1960 (Lei Santiago Dantas), abaixo transcrito:

“Art. 38. Qualquer alteração no plano piloto, a que obedece a urbanização de Brasília, depende de prévia autorização em lei federal.” (grifamos)

Este dispositivo, por sua vez, foi regulamentado pelo Decreto n° 10.829, de 14 de outubro de 1987, o qual define o perímetro de preservação e consubstancia as características essenciais a serem preservadas nas quatro escalas distintas em que se traduz a concepção da cidade: a monumental, a residencial, a gregária e a bucólica. Essas quatro escalas estabelecem os elementos determinantes de um padrão de qualidade de vida que deve ser mantido para as futuras gerações.

O coroamento dos aspectos singulares da arquitetura, do urbanismo e do paisagismo de nossa Capital, na ocasião já consagrada como Patrimônio Cultural da Humanidade, deu-se com o tombamento federal, efetivado em 14 de março de 1990, com a inscrição de n° 532 no Livro do Tombo Histórico, e disciplinado por meio da Portaria n° 314, de 14 de outubro de 1992, do Instituto Brasileiro do Patrimônio Cultural – IBPC, hoje Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN.

Fonte: www.asselegis.org.br/bsb_patr.rtf
BRASÍLIA - PATRIMÔNIO CULTURAL DA HUMANIDADE
Luísa Helena Figueiredo Villa-Verde Carvalho
Brasília, Setembro/2000
www.asselegis.org.br/bsb_patr.rtf

Resumindo, a Unesco não tombou Brasília por meio de LEI INTERNACIONAL. Ela soltou uma resolução considerando Brasilia como Patrimonio da Humanidade e, de vez em quando, ela faz visitas in loco pra ver se está tudo ok. Quem tombou a cidade foi o nosso legislativo junto com o Iphan.
Reply With Quote
     
     
  #219  
Old Posted Apr 4, 2012, 1:04 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,834
Discordando novamente, você sabe que existe tombo a nivel municipal, estadual, distrital, federal e internacional? Sabia que em Brasília temos praticamente todos? E cada um é regido por uma lei diferente. Tanto, que o tombamento de Brasília é da UNESCO e não do IPHAN? Tanto, se fosse assim, porque será que a UNESCO TEM O PODER de retirar ou devolver o tombamento de BRASILIA.

Graças a DEUS o tombamento vai ser RETIRADO de Brasília, eu nem vou mencionar porque.
Reply With Quote
     
     
  #220  
Old Posted Apr 4, 2012, 2:52 PM
hugokeys's Avatar
hugokeys hugokeys is offline
Bolivar, mi heroe
 
Join Date: Mar 2012
Location: Caracas
Posts: 50
Quote:
Originally Posted by pesquisadorbrazil View Post
Discordando novamente, você sabe que existe tombo a nivel municipal, estadual, distrital, federal e internacional? Sabia que em Brasília temos praticamente todos? E cada um é regido por uma lei diferente. Tanto, que o tombamento de Brasília é da UNESCO e não do IPHAN? Tanto, se fosse assim, porque será que a UNESCO TEM O PODER de retirar ou devolver o tombamento de BRASILIA.

Graças a DEUS o tombamento vai ser RETIRADO de Brasília, eu nem vou mencionar porque.
Caro pesquisador, se quiser pode ir atras da informação no site da Unesco. Ela (Unesco) não tombou Brasilia, mas sim determinou a cidade como Patrimônio Da Humanidade através de seu comitê. Assim como ela pode determinar que a cidade não é mais patrimônio se ela (a cidade) for desconfigurada. Até antes disso BSB já estava tombada (em 1960), mas foi somente depois da decisão da Unesco que o Iphan regulamentou o tombamento.
Reply With Quote
     
     
This discussion thread continues

Use the page links to the lower-right to go to the next page for additional posts
 
 
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 2:25 PM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2023, vBulletin Solutions, Inc.