HomeDiagramsDatabaseMapsForum About
     

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais


Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #81  
Old Posted Mar 2, 2013, 2:07 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,542
Show do Elton John corre risco de não acontecer, pois o Prourb alega que o CICB de Brasília não teria condições estruturais para receber. E quer os documentos de licença de construção, estudo de impacto ambiental, estudo de impacto de transito, alvará de construção, habite-se entre outros documentos.

E o MP via Prourb estranha o fato do local receber o show, pois alega que a cidade terá outros locais com condições de receber. Me desculpe, acho que eles estão doidos, só pode.

Cite um prédio governamental que tem alvará e habite-se. Nem o MP tem. Agora mais essa, acho que o MP tem memória curta, mas a empresa que está fazendo o evento no CICB é justamente a dona do espaço, então ela faz o evento aonde ela quiser, e o MP não tem poder de aprovar ou vetar. Cabe isso a outros orgãos.

Aí tem um dedo de algum empresário revoltado, com certeza o cartel hoteleiro, pois, os turistas que viram para assistir o show e que irão se hospedar no Brisas do Lago, isso mesmo, irão ficar lá, o dono do hotel, não quis saber de se associar a ABIH DF e nem a SINDHOBAR, então não quis compactuar com o cartel, e está recebendo várias ameaças.

Isso o MP nem vê, então o hotel disponibilizou os 750 apartamentos aos turistas, e claro, uma parceria SÓLIDA, pois todo e qualquer show internacional terá esse hotel como referência.

Eu falei, eu avisei, o cartel hoteleiro vai se lascar. E tenho certeza, que é uma iniciativa do cartel hoteleiro, pois se colocar o evento no CCJK, os hoteleiros do cartel serão beneficiados. E claro, o CCJK, não tem alvará. Pronto falei.
Reply With Quote
     
     
  #82  
Old Posted Mar 5, 2013, 12:54 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,793
Local do show de Elton John, no SCES em Brasília, ainda está inacabado



O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) exige da produção do evento, marcado para esta sexta (8/3), o cumprimento de série de normas para garantir a segurança dos seis mil pagantes


Foto: Ed Alves

Três máquinas e dezenas de operários trabalham para deixar tudo pronto até a sexta-feira, no Centro Internacional de Convenções, no Setor de Clubes Esportivos Sul


Marcada para sexta-feira (8/3), a apresentação única do cantor inglês Elton John em Brasília vai estrear o Centro Internacional de Convenções, no Setor de Clubes Esportivos Sul (SCES). Enquanto os fãs aguardam ansiosos pelo show, o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) exige da produção do evento e dos órgãos públicos o cumprimento de uma série de normas para garantir a segurança dos seis mil pagantes. Decreto publicado nesta segunda-feira (4/3) aumenta exigências para garantir segurança em eventos públicos.

O espaço está em construção e ainda não tem o habite-se. O público da atração internacional ainda terá de enfrentar possíveis engarrafamentos, já que os motoristas só têm como único acesso uma via de mão dupla.

O Correio esteve no canteiro de obras. Três máquinas e dezenas de operários trabalham para deixar tudo pronto até a sexta-feira. Apesar de ter muita coisa por terminar, a produção garante que a área destinada aos espectadores está praticamente concluída. Porém, a equipe de reportagem não teve permissão para visitar o interior do Centro. Segundo os organizadores, três mil pessoas ficarão sentadas e o restante, em pé. O evento está marcado para as 21h30 e os ingressos têm preços entre R$ 300 e R$ 700 (valores de meia-entrada).

Na tarde desta segunda-feira (4/3), dois militares do Corpo de Bombeiros visitaram o local e deram orientações de como deve ser montada a estrutura. O sargento Mário Coelho, da Divisão de Vistorias da corporação, esclareceu que a inspeção oficial será realizada na quinta-feira (7/5). Para o titular da Promotoria de Justiça de Defesa Urbanística (Prourb), Paulo Leite Farias, é preciso saber em quais condições a Administração Regional de Brasília fará a liberação do alvará eventual, que permite a realização do evento. "É estranho eles conseguirem o alvará de funcionamento com a obra inacabada", suspeita o promotor.

Paulo Farias ainda reforça a necessidade de um estudo detalhado sobre o impacto de trânsito na região e destaca que o Departamento de Trânsito (Detran) não foi consultado pelos produtores. "Temos verificado questões no aspecto de eventos que ocorrem com alvarás precários, sem que haja consulta ao Detran sobre o impacto ao trânsito. O local fica em uma rua estreita. Para se chegar, há somente duas possibilidades: pela Ponte JK ou pelo Pier 21, duas regiões já bastante congestionadas", alerta.

Autorização
O diretor de fiscalização da Agefis, José Aírton Lira, informou que a obra tem projeto aprovado e alvará de construção. No entanto, destacou que apenas a Administração Regional pode autorizar o evento. "A Agefis está acompanhando de perto a obra, mas não podemos nos manifestar se é possível fazer ou não um show", ponderou José Aírton.

A reportagem do jornal pediu esclarecimentos por telefone e por e-mail à Administração Regional de Brasília, mas até a publicação deste texto, não houve retorno. Por meio de nota, a produção do show de Elton John informou que está adotando "todas as medidas necessárias para garantir a realização do evento". Segundo o texto, há tempo hábil para deixar tudo pronto até sexta-feira. "O local encontra-se em fase final de obras, com as etapas de acabamento e paisagismo. As montagens do palco e da estrutura para receber o cantor também já foram iniciadas, havendo tempo suficiente para que tudo esteja pronto para o grande show", diz a nota.











http://www.correiobraziliense.com.br...nacabado.shtml
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #83  
Old Posted Mar 5, 2013, 2:23 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,542
Eu lendo os comentários no Correio dá medo, tem um tal Roberto, falando que os moradores do La Torre estão sendo injustiçados. Detalhe, uma aberração arquitetônica, pois no setor não se admite residências, e querem ter DIREITOS. Os moradores do La Torre são ILEGAIS, e cadê a AGEFIS para erraticar esse condominio.
Reply With Quote
     
     
  #84  
Old Posted Mar 6, 2013, 8:45 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,793
Produção diz que obras no local do show de Elton John foram finalizadas



No entanto, o local ainda aguarda processo de liberação do alvará eventual


Foto: Rômulo Juracy

Na foto divulgada pela produção, trabalhadores terminam de montar o palco para show de Elton John

As empresas responsáveis pelo show do cantor Elton John em Brasília divulgaram, na manhã desta quarta-feira (6/3), fotos da parte interna do Centro Internacional de Convenções de Brasília, onde será realizada a apresentação nesta sexta-feira (8/3). Por meio de nota oficial, eles afirmaram que as obras já foram finalizadas e que o show ocorrerá no local. Na última segunda-feira (4), a equipe do Correio esteve na área da construção, no Setor de Clubes Sul, e verificou que as obras ainda estavam inacabadas.

No entanto, o local do show ainda não possui o alvará eventual. O processo tramita na Administração de Brasília, que afirmou, por meio da assessoria, que só poderá liberar o documento após receber o laudo final dos órgãos competentes e, se for comprovado, que o estabelecimento cumpre as normas necessárias. A vistoria final está prevista para a quinta-feira, um dia antes da apresentação de Elton John no Centro Internacional.

Foto: Ed Alves

Imagem tirada na segunda-feira, quando a equipe do Correio visitou o local, onde as obras estavam inacabadas


O MPDFT vem cobrando da produção do evento desde a última semana o cumprimento de uma série de normas para garantir a segurança das 6 mil pessoas esperadas no show. O promotor de Justiça da Ordem Urbanística, Paulo Leite Farias, alertou que o MP tem que fazer valer a legislação e se o show for indevidamente autorizado, a institutição vai entrar com um processo de improbidade administrativa. "Se alguém se ferir em algum acidente, também podemos responsabilizar civil e penalmente os responsáveis pela execução do evento".

O MPDFT chegou a encaminhar um ofício ao Corpo de Bombeiros ressaltando a dificuldade de, em uma semana, se implementar o sistema de segurança de incêndio. Como a Administração de Brasília ainda não deu autorização, o MPDFT não tem como entrar com uma ação judicial cancelando o show. O promotor também teceu críticas ao local. Segundo ele, o projeto inicial era de um centro esportivo, em seguida, foi batizado como Centro Internacional de Convenções, mas funcionará, no primeiro evento, como uma casa de shows. “Aquela área é destinada a outra finalidade. Isso me parece uma forma de burlar a lei”, provocou.

Além do alvará, o órgão reforçou a necessidade de um estudo detalhado sobre o impacto de trânsito na região e destaca que o Departamento de Trânsito (Detran) não foi consultado pelos produtores. Nesse sentido, a produção do evento afirmou que se reuniu com o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar do Distrito Federal com o objetivo de organizar o fluxo na região, que tem como acesso apenas uma via de mão dupla.

"Tudo pronto"

Os produtores informam que as pessoas que adquiriram os ingressos podem ficar tranquilas quanto à realização do show e que contarão com toda a segurança e conforto possível. Os produtores do evento garantiram a realização do show no dia, local e horário divulgados e esclarecem que as obras do espaço destinado à apresentação, denominado “Plenária Brasília”, já estão concluídas, em fase de limpeza e instalação de toda a sinalização de emergência. As demais dependências do CICB não estarão finalizadas, mas não serão empecilho ou provocarão desconforto algum ao público.









http://www.correiobraziliense.com.br...alizadas.shtml
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #85  
Old Posted Mar 6, 2013, 8:47 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,793
Tanto tempo pra finalizar a obra, mas como no Brasil tudo se faz nas pressas, quero só ver se vai prestar
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #86  
Old Posted Mar 7, 2013, 6:11 PM
Similar Similar is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 342
Passei hoje de manhã pelo local e afirmo que não vai ficar pronto até amanhã!!

Estão preocupados em colocar os vidros na fachada, mas quando se dá a volta por trás do prédio, está inacabado; algumas partes inclusive sem reboco!

Por dentro parece que a coisa tá feia, também; ainda estão instalando o palco.

Tem tudo para ser um péssimo show, com falhas de som, de iluminação, com cheiro forte de material de construção, etc.

É MUITO AMADORISMO!
Reply With Quote
     
     
  #87  
Old Posted Mar 7, 2013, 7:41 PM
salengasss salengasss is offline
Registered User
 
Join Date: May 2011
Posts: 1,519
E com o valor do ingresso vendido? Os clientes ficarão revoltados. Em Buenos Aires os ingressos são vendidos a menos de R$150,00.
Reply With Quote
     
     
  #88  
Old Posted Mar 7, 2013, 7:57 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,542
Quote:
Originally Posted by Similar View Post
Passei hoje de manhã pelo local e afirmo que não vai ficar pronto até amanhã!!

Estão preocupados em colocar os vidros na fachada, mas quando se dá a volta por trás do prédio, está inacabado; algumas partes inclusive sem reboco!

Por dentro parece que a coisa tá feia, também; ainda estão instalando o palco.

Tem tudo para ser um péssimo show, com falhas de som, de iluminação, com cheiro forte de material de construção, etc.

É MUITO AMADORISMO!
Sinceramente eu não acho amadorismo. Vou querem transferir para o Teatro Nacional com risco de desebamento e com portas de emergência obstruídas. Sinceramente eu vejo muito terrorismo.

E quem devolveu os ingressos perderam dinheiro, pois o show vai ocorrer. E esse negocio de estar inacabado, cite o local no BRASIL que fora inagurado 100%?

Nem Brasília quando fora inaugurada em 1960, teve obras que sequer foram inauguradas.
Reply With Quote
     
     
  #89  
Old Posted Mar 8, 2013, 3:31 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,542
Últimos ajustes

Produção garante realização do show do cantor Elton John



A semana passou se arrastando para os fãs do cantor Elton John. Mas chegou o grande dia. Brasília recebe nesta sexta-feira, dia 8, a turnê 40th anniversary of the Rocket Man.

Polêmicas em relação ao lugar da realização do espetáculo, o Centro Internacional de Convenções do Brasil, que inaugura hoje, ganharam destaque na mídia. Em coletiva de imprensa realizada ontem, dia 7, o produtor Sergio Coelho, da Vision Produções, garante "Vai ter o show. Ninguém precisa se preocupar".

O espaço erguido ao longo de um ano soma um total de quatro mil metros quadrados distribuídos entre pista e camarote. Com funcionários trabalhando nos três turnos, o espaço ganha últimos ajustes cumprindo todas as exigências de segurança.

O tenente coronel Mauro Sérgio Oliveira se disse impressionado com a evolução das exigências: "Tivemos um grande avanço de quarta para quinta, cerca de 60% está feito. Ainda faltam as sinalizações de emergências, portas de emergências e sprinklers, chuveirinhos que são automaticamente acionados em caso de incêndio. Mas ficamos satisfeitos com a evolução".

O espaço passa por mais uma vistoria ao longo do dia de hoje. Tenente coronel Mauro, acrescenta: "Durante o show, terão 20 brigadistas. O dobro do que é preciso".

Para receber as 6 mil pessoas, a produção revelou que o espaço possui duas mil vagas cobertas e terrenos próximos ao espaço que serão disponibilizados como estacionamento com direito a vans para levar público com mais conformo a área do show.

Na imagem em destaque, a mesa composta por Matheus Vianna, da Lets Entretenimento, Sergio Coelho, da Vision Produções e o tenente coronel Mauro Sergio Oliveira

Fotos: Pablo Valadares

















Fonte: http://www.gpsbrasilia.com.br/Notici...ltimosAjustes/
Reply With Quote
     
     
  #90  
Old Posted Mar 8, 2013, 3:34 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,542
Me desculpe, tem gente andando falando besteira na imprensa, eu vejo que tem gente do cartel hoteleiro (ABIH DF) e do cartel dos bares, boates e restaurantes (SINDHOBAR) envolvidos, pois eu sei que o empreendimento está pronto. Sabe porque, a empresa proprietária do evento e do CICB bem como a Odebrecht, proprietária do Brisas do Lago, não quis fazer parceria nenhuma com os carteis, resultado, eles não gostaram nada de não participar, claro, com certeza eles iriam RETALIAR de alguma forma, isso era dado e certo que ocorreria.
Reply With Quote
     
     
  #91  
Old Posted Mar 8, 2013, 3:47 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,542
Bombeiros liberam realização do show de Elton John no Centro Internacional

A corporação fez uma vistoria na manhã desta sexta-feira e concluiu que o local cumpre as questões mínimas de segurança

Thalita Lins

Publicação: 08/03/2013 12:17 Atualização: 08/03/2013 12:41

O Corpo de Bombeiros liberou a realização do show do cantor Elton John no Centro Internacional de Convenções de Brasília, no Setor de Clubes do Show (SCES), marcado para esta sexta-feira (8/3). De acordo com a corporação, que fez uma vistoria hoje, o estabelecimento cumpre as questões mínimas de segurança. Ainda, segundo eles, alguns quesitos deverão ser modificados, no entanto, são referentes a questões estéticas.

A vistoria começou por volta das 10h30. O tenente coronel do Corpo de Bombeiros, Mauro Sérgio de Oliveira disse que está tudo certo em relação à questão de segurança, prevenção e combate ao incêndio. "O que falta ainda são questões como colocação de cadeiras e extintores. No entanto, essas exigências podem ser cumpridas ainda hoje", explica. Os bombeiros irão novamente às 15h no local para verificar se a produção cumpriu o que foi exigido pela corporação.


O coronel Sérgio Bezerra, da Defesa Civil, também esteve no local e disse que ainda faltam onze exigências para serem cumpridas, como fixação do palco, iluminação e a alteração do número de pessoas. A produção havia informado que seriam 5 mil, porém, já foram vendidos 6,5 mil ingressos. O local tem capacidade para receber até 9 mil pessoas.

A polêmica em relação ao local do show começou na última semana quando Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) cobrou o cumprimento de uma série de de normas para garantir a segurança dos seis mil pagantes. Até quarta-feira (6), o local ainda não possuía o alvará eventual para realização do show.

Leia mais notícias em Cidades

No entanto, desde ontem, as empresas responsáveis pelo show informaram, por meio da assessoria de imprensa, que a apresentação do astro britânico ocorreria no mesmo horário e local já estabelecidos.

Fonte: http://www.correiobraziliense.com.br...nacional.shtml
Reply With Quote
     
     
  #92  
Old Posted Mar 8, 2013, 5:38 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,542
Uma exigência do CBMDF, que exigiu 10 brigadistas, o evento terá o dobro do mínimo exigido. E o MP ainda critica a liberação em tempo recorde do alvará eventual.
Reply With Quote
     
     
  #93  
Old Posted Mar 8, 2013, 7:00 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,793
Por essas imagens, vemos que está tudo pronto, e para um público de 9,5 Mil pessoas vai ser o suficiente esses brigadistas, pois não é um show bagunçado terá cadeiras, camarotes, área vip Etc... o local ficou a nível de primeiro mundo agora teremos mais shows de porte na cidade
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #94  
Old Posted Mar 8, 2013, 7:11 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,542
Quote:
Originally Posted by MAMUTE View Post
Por essas imagens, vemos que está tudo pronto, e para um público de 9,5 Mil pessoas vai ser o suficiente esses brigadistas, pois não é um show bagunçado terá cadeiras, camarotes, área vip Etc... o local ficou a nível de primeiro mundo agora teremos mais shows de porte na cidade
Interessante pensamento do MP. Não quer liberar o empreendimento por falta de alvará, mas faz vista grossa com as obras do Osar Niemeyer, nenhuma tem alvará, sem falar no habitese e entre outras exigências.
Reply With Quote
     
     
  #95  
Old Posted Mar 15, 2013, 11:38 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,542
Zaragoza doa quadros ao Museu Nacional de Brasília

Trata-se de uma série completa, chamada “Não Matarás”, que retrata o período e as práticas da ditadura.

Num momento em que o Brasil busca recontar sua história recente, a partir da Comissão da Verdade, criada para restabelecer definitivamente os fatos relacionados à ditadura militar, o publicitário e artista plástico José Zaragoza, sócio-fundador da DPZ Propaganda, resolve doar quadros e esculturas que fez durante esse período, os chamados anos de chumbo, para o Museu Nacional de Brasília. Ele pintou essa série, batizada de “Não Matarás” ao longo de muitos anos e as obras estiveram expostas no Museu de Arte de São Paulo Chateaubriand (MASP), em 1986. Agora, depois de cumpridos todos os trâmites, farão parte do acervo do Museu Nacional de Brasília, para onde estão sendo enviadas nesta semana com o respectivo termo de doação.

José Zaragoza, catalão de nascimento, brasileiro por opção, veio para o Brasil ainda muito jovem justamente para se afastar da ditadura de Franco. “Eu sempre abominei esse tipo de controle, a falta de democracia, as ditaduras, sejam de direita ou de esquerda. Por isso dediquei tanto tempo de minha vida a buscar retratar meu repúdio a tudo isso.” Durante muito tempo, silencioso, ele pintou e esculpiu essa série de quadros e esculturas que retratavam a ditadura, os chamados anos de chumbo, e a fase de transição, batizada de Nova República. Era sua forma de expressão, de mostrar sua indignação com a tortura e a falta de democracia no País que o acolheu, que o tornou conhecido mundialmente pela pintura e propaganda, e que ele escolheu como Pátria.

Sobre esses quadros e seus significados, em 1986, escreveram Pietro Maria Bardi, Neil Ferreira e Jacob Klintowit, entre outros. Para relembrar esses textos e as obras Zaragoza produziu um folheto, com esses escritos e ilustrações das obras, meio que contando todo esse processo. Nele ele incluiu inclusive o termo de doação ao museu. “É um grito, um desabafo, um apelo....”, “Não Matarás é um depoimento indignado...” estão entre as frases dos que sobre essa série escreveram à época.

As obras retratam em tons cinza, preto, vermelho, em tarjas e cárceres, momentos que o Brasil e sua população esperam jamais reviver. Clausuras e torturas, homens sem alma, sem sentimentos, carrancudos, o sofrimento dos que foram mortos, torturados, mutilados pela dor das prisões e dos porões da ditadura. “Não Matarás” foi, segundo Zaragoza, sua forma de dizer basta! De fazer um apelo para que o processo de redemocratização não fosse interrompido. Ele não queria mais voltar a pintar pelos motivos de tanta violência.

Essas peças receberam, por tudo isso, o nome “Não Matarás” e foram expostas no MASP em 1986, a convite do então Presidente, Pietro Maria Bardi. Depois do evento, foram guardadas com todo cuidado e a sete chaves pelo artista em seu atelier. Vintee seis anos depois, Zaragoza decidiu que esse quase documento deveria estar em outro lugar, voltar ao acesso público, sobretudo a partir da criação da Comissão da Verdade. “Escolhi o Museu Nacional, do Conjunto Cultural da República, em Brasília, por sua importância, pela afinidade do tema, pela proximidade com o poder decisório do País e das obras de alguém que eu tanto admirei, Oscar Niemeyer.”

A Secretaria de Cultura do Distrito Federal e o Museu Nacional desenvolvem um trabalho junto à sociedade que está em plena sintonia com os conceitos que as obras de Zaragoza faz transparecer. Por isso, o artista espera que sua iniciativa encontre eco entre as autoridades e permita a todos reflexões sobre a importância de se ter um País livre, uma democracia plena.

José Zaragoza entende que era preciso esse tempo antes que essas obras pudessem ter um destino definitivo.“Penso que o passado deve ser preservado sempre, mas determinadas memórias e imagens precisam de um tempo de reclusão antes de serem revistas. Neste caso, estamos falando de um passado muito ruim e que deixou lembranças amargas. Agora, com o devido tempo, devem ser preservadas, para que essas práticas jamais floresçam de novo no nosso Brasil”.

Fonte: http://www.revistafatorbrasil.com.br...php?not=228903
Reply With Quote
     
     
  #96  
Old Posted Mar 15, 2013, 11:39 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,542
Ministra busca nos EUA informação para museu em BSB

A ministra da Cultura, Marta Suplicy (foto, divulgação), e o presidente da Fundação Cultural Palmares, José Hilton Cobra, estão nos Estados Unidos para uma série de visitas a museus da capital Washington, como parte de uma prospecção para a construção do Museu da Memória Afrodescendente, em Brasília.

Ontem (quinta-feira, dia 14), Marta e Hilton Cobra visitaram o Museu do Holocausto, onde se reuniram com diretores da instituição. Hoje será a vez do museu da notícia Newseum, lugar em que será realizada reunião com a vice-presidente de Exibições e Programas, Cathy Trost.

“O Museu do Holocausto é feito com muita sensibilidade. Consegue mostrar os horrores dos campos de concentração e a morte de milhões de pessoas, mas faz isso sem que o visitante venha sucumbir diante de tanta desumanidade. Aqui vimos a genialidade de uma arquitetura que ajuda as pessoas suportarem o que vão ver”, comentou a ministra, logo após sair do Museu do Holocausto.

Ainda segundo a ministra, o Museu da Memória Afrodescendente vai contar a história da escravidão, desde a vinda dos negros que foram trazidos da África, passando por seus sofrimentos em nossas terras. “Também temos de mostrar como essas mãos e cultura construíram o Brasil que somos hoje: nossa gastronomia, dança, música. Nossa cultura. Temos de resgatar toda essa história e a autoestima da população negra.”

O presidente da Fundação Cultural Palmares disse que “o impacto do Museu do Holocausto é o seu alcance educativo”. Ele entende que a experiência de construção do museu brasileiro passa por contar algo que se faz necessário a todos os brasileiros, o resgate de sua história a partir de fatos comprovados.

Amanhã está programada visita da ministra e de Hilton Cobra ao Smithsonian Institute - National Museum of African Arts e entrevista com a diretora do instituto, Francine Berkowitz.

Fonte: http://www.panrotas.com.br/noticia-t...bsb_86372.html
Reply With Quote
     
     
  #97  
Old Posted Mar 16, 2013, 3:54 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,542
Esse museu pode ter certeza, vai ser caríssimo sua construção para uma estrutura RÍDICULA, no Brasil, somente em outras capital que tem espaços que podem ser considerados MUSEUS. Mas em Brasília, todos que conheço, são RÍDICULOS em tamanho, em infra-estrutura entre outros.
Reply With Quote
     
     
  #98  
Old Posted Mar 16, 2013, 8:11 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,542
Marta busca nos EUA inspiração para museu do afrodescendente

Ministra quer começar a obra do memorial que será erguido em Brasília e vai contar a história dos negros no Brasil

DENISE CHRISPIM MARIN , CORRESPONDENTE / WASHINGTON - O Estado de S.Paulo

Com uma visita de cinco dias a Washington e a Nova York, a ministra da Cultura, Marta Suplicy, tomou para si a tarefa de conhecer experiências locais que possam contribuir para a instalação do Museu da Memória Afrodescendente, em Brasília. Emendas ao Orçamento de 2013 já permitiram reservar R$ 12,5 milhões para o projeto, enquanto museus e bibliotecas históricas do País continuam, como descreveu a própria ministra, com recursos "baixíssimos e ridículos".

O Museu da Memória Afrodescendente é uma ideia de quase 20 anos. Nasceu com a doação do Distrito Federal de um terreno no Lago Sul de Brasília à Fundação Palmares, como homenagem à primeira visita do então presidente da África do Sul, Nelson Mandela, ao Brasil. Desde então, naquele lugar há apenas uma pedra fundamental.

Segundo Marta, o museu terá os objetivos de "contar a história" dos negros no Brasil e de sua contribuição para a formação da identidade nacional valendo-se de alta tecnologia e recursos virtuais. A inspiração será o Museu da Língua Portuguesa, de São Paulo.

O custo da obra será definido depois da elaboração do projeto arquitetônico. Marta quer, pelo menos, ver a obra iniciada neste governo de Dilma Rousseff, para afastar o risco de recuo na próxima gestão.

"Essa história não foi contada direito ainda", afirmou Marta. "E nós vamos dar para o negro um lugar nobre de Brasília", completou, ao referir-se à construção do museu no Lago Sul, o metro quadrado mais caro da capital brasileira.

A ministra da Cultura visitou ontem, em Washington, o Museu do Holocausto e o Newseum e conversaria com a equipe responsável pelo Museu Nacional de História e Cultura Afro-Americana, em construção na capital americana. Hoje, ela estará no Museu Nacional de Artes Africanas. Em Nova York, na próxima semana, Marta irá ao Museu de Arte Moderna (MoMA) e ao Schomburg Center, que pesquisa a cultura negra.

Copa. O Ministério da Cultura está em discussão com o Victoria & Albert Museum, em Londres, para receber suas exposições já montadas. Elas seriam exibidas em museus brasileiros em 2014, como um dos eventos da Copa do Mundo. A ministra adiantou o interesse em exposições de história greco-romana e dispensou a necessidade de envio de obras autênticas. "Essas peças estão em um porão do V&A Museum e, mesmo que não sejam originais, não há nada parecido no Brasil. Não vou achar ruim se vier a cópia da Diana."

Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/i...,1009355,0.htm
Reply With Quote
     
     
  #99  
Old Posted Mar 16, 2013, 8:12 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,542
Ops Lago Sul? o povo curte inventar que a beira do Lago na parte da Asa Sul é Lago Sul. Isso é forçar a barra.
Reply With Quote
     
     
  #100  
Old Posted Mar 18, 2013, 12:28 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,793
Uso indevido de área tombada



MPDFT pede nova discussão e cobra ações contra irregularidades na região do Lago Paranoá



Não são poucos os casos de estabelecimentos que não respeitam a setorização das áreas onde estão construídos, como é o caso do Centro Internacional de Convenções do Brasil, no Setor de Clubes Sul, uma área destinada a receber edificações apenas para esporte e lazer. Problemas com o espaço onde ocorreu o show do cantor britânico Elton John no início do mês, trouxeram à tona o debate sobre o conjunto urbanístico de Brasília.

Foto: ROBERVAL EDUÃO

Novo Centro de Convenções da cidade foi construído em área destinada à edificações esportivas


O projeto de lei que poderia regularizar algumas questões burocráticas, o Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico (PPCUB), foi retirado da pauta de votação da Câmara Legislativa do DF (CLDF) no começo desse mês. O governo argumentou que, diante da nova formatação política das comissões da Câmara, o projeto não poderia ser submetido ao clima de insegurança da Casa.

Em nota divulgada pela assessoria do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, o projeto retirado da pauta continuará a ser debatido com a sociedade e entidades de classe que se interessem pelo plano. O mesmo vai valer para o projeto da Lei de Uso e Ocupação do Solo (LUOS), que cuida da taxa de ocupação do solo rural e urbanístico, que também poderá ser cobrado em algumas regiões.

Para o Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT), a saída dos projetos de lei da pauta de votação foi positiva, pois mais de 70% dele continha divergências com as regras de tombamento do Iphan. “Agora poderemos discutir melhor esses projetos e submetê-los à opinião pública para fazer uma proposta mais coerente. Nós recebemos muitas ações de grupos pedindo para participar dessa discussão”, afirma o promotor César Augusto Nardelli, da 3ª promotoria de justiça da ordem urbanística.

O promotor ressalta, ainda, que esse problema não se restringe aos Setores de Clubes. Segundo ele há uma série de ações na justiça para combater os descasos com a legislação em várias localidades do Plano Piloto e região. “Brasília e suas adjacências são patrimônios históricos, por isso deve haver um cuidado especial no ordenamento das áreas e notamos que são muitas as construções que desrespeitam isso”, afirma.

De acordo com Nardelli, o MPDFT possui uma rotina diária de investigação dos infratores e conta com a Agefis, Defesa Civil, Bombeiros e Administração Pública para combater o mau uso do solo, mas ressalta que a população também precisa se envolver nessa fiscalização. “Precisamos que a população denuncie esses locais e seus responsáveis, assim conseguiremos ser mais eficientes”, conclui.

Apesar dos esforços das autoridades públicas, para os moradores do DF, falta punho firme. “A maioria desses empreendimentos são de pessoas ligadas ao governo. É claro que ele vai fazer vista grossa para não ir contra os seus protegidos”, destaca o comerciante Anderson Sampaio, 46 anos. “Se o governo sabe que obras são, sabem que estão irregulares, por que não faz nada”, questiona o professor Reinaldo Santana, 33 anos.










http://www.alo.com.br/noticias/ultim...Noticia=203187
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
This discussion thread continues

Use the page links to the lower-right to go to the next page for additional posts
 
 
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 7:19 AM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2022, vBulletin Solutions, Inc.