HomeDiagramsDatabaseMapsForum About
     

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais


Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #421  
Old Posted Jun 18, 2021, 4:59 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is online now
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,563
Caracoles, 300 toneladas dia.... será que agora o pão cai de preço. kkk
Reply With Quote
     
     
  #422  
Old Posted Aug 10, 2021, 12:51 AM
fabiano's Avatar
fabiano fabiano is offline
Registered User
 
Join Date: May 2013
Location: Brasília
Posts: 2,945
Quote:
Originally Posted by pesquisadorbrazil View Post
Caracoles, 300 toneladas dia.... será que agora o pão cai de preço. kkk
Duvido muito.

Do jeito que as coisas andam, o limite é o céu.
Reply With Quote
     
     
  #423  
Old Posted Aug 10, 2021, 12:52 AM
fabiano's Avatar
fabiano fabiano is offline
Registered User
 
Join Date: May 2013
Location: Brasília
Posts: 2,945
O antigo Home Center Tend Tudo no Polo JK, em Santa Maria, agora é a Fábrica de Chopp Potiguar.
Reply With Quote
     
     
  #424  
Old Posted Aug 11, 2021, 11:46 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is online now
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,563
Quote:
Originally Posted by fabiano View Post
O antigo Home Center Tend Tudo no Polo JK, em Santa Maria, agora é a Fábrica de Chopp Potiguar.
Agora falta descobrir que fim levou a unidade do TendTudo no SIA...
Reply With Quote
     
     
  #425  
Old Posted Dec 2, 2021, 7:54 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is online now
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,563
DF terá Complexo de Exportação e Logística que gerará 50 mil empregos

Projeto que cria o complexo foi aprovado pela Câmara Legislativa. Texto agora segue para sanção do governador Ibaneis Rocha (MDB)



A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) aprovou em segundo turno, nesta quarta-feira (1º/12), o projeto de lei que cria o Complexo de Exportação e Logística do DF. O objetivo é fomentar o investimento produtivo de capital nacional e estrangeiro na área de logística de Brasília, assim como aumentar a competitividade das exportações.

O PL nº 1.690/21, de autoria do deputado Delmasso (Republicanos) recebeu 15 votos favoráveis e nenhum contrário. Agora, o texto segue para sanção do governador Ibaneis Rocha (MDB).

De acordo com a proposição, o Poder Executivo poderá estabelecer incentivos fiscais, creditícios e financeiros para a implantação de empresas nas áreas de logística e exportação, bem como criar “zona de processamento de exportação”, junto ao governo federal, no Complexo. O autor da matéria avalia que a medida vai atrair mais de 50 mil empregos para a capital do Brasil.

O Complexo Logístico, segundo o texto, será integrado pelo Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), Setor de Armazenagem e Abastecimento Norte, Setor de Transporte Rodoviário e Cargas, Aeroporto Internacional de Brasília, Polo Industrial JK, Setor G Sul de Taguatinga, além das Áreas de Desenvolvimento Econômico (ADE’s).

Segundo o deputado Delmasso, o complexo “fortalecerá a vocação econômica do Distrito Federal”, uma vez que incentiva a atração de empresas. “Tenho certeza que a implementação desse projeto, virando lei, sendo sancionado pelo governador, vai atrair mais de 50 mil empregos para a capital da República”, afirmou.

Fonte: https://www.metropoles.com/distrito-...0-mil-empregos
Reply With Quote
     
     
  #426  
Old Posted Jan 7, 2022, 12:59 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is online now
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,563
BK Brasil investe em fazendas fotovoltaicas para reduzir emissão de CO²


Franqueada das marcas Burger King e Popeyes possui cinco fazendas de geração distribuída em fase de conexão. (Imagem: ShutterStock)

Com o objetivo de reduzir em 30% a emissão de gases do efeito estufa em toda companhia até 2030, a BK Brasil, operadora da rede de fast-food Burger King e Popeyes no País, tem investido em projetos de geração de energia distribuída para os restaurantes Burger King, a partir de fazendas fotovoltaicas.

Atualmente, o Burger King possui cinco usinas de geração distribuída, em fase de conexão, nas cidades de Itaboraí e Itaguaí (RJ), Saltinho (SP), Brasília (DF) e Cajamar (SP), essa especificamente, em funcionamento desde outubro de 2021, possui 30 mil m² e 4.560 módulos e uma capacidade de produzir 3.121 MWh/ano, o que corresponde ao consumo de cerca de 24 restaurantes da Companhia. Com todas essas fazendas em operação, a companhia terá 57% das lojas próprias em baixa tensão distribuída.

Hoje, essas cinco usinas possuem capacidade anual de 9.383 MWh, carga equivalente ao consumo de 66 lojas do Burger King e Popeyes, gerando uma redução de 1.186 toneladas de CO2/ano e uma economia estimada em R$ 1.471.765,00/ano. Toda essa energia seria capaz de abastecer uma cidade de 14 mil habitantes.

“Desde que iniciamos as construções das nossas fazendas de geração distribuída tínhamos uma visão a longo prazo e, por isso, o projeto está diretamente interligado com um de nossos recém-divulgados compromissos de ASG. Seguimos buscando formas de inovar e acelerar a mitigação do nosso impacto ambiental no País”, ressalta Gustavo Do Valle Fehlberg, vice-presidente de Desenvolvimento da BK Brasil, Burger King e Popeyes.

Emissão de CRI

Os recursos necessários para construção destas usinas foram obtidos por meio de uma composição de investimentos próprios, realizados pela H2enegy, empresa especializada em sistemas fotovoltaicos, e Eco Partners, especializada em investimentos em projetos de geração de energia, e recursos obtidos através da securitização de recebíveis do projeto, via emissão de um CRI (Certificado de Recebíveis Imobiliários).

Em fase de expansão, a BK Brasil segue e negociação de usinas fotovoltaicas em mais 16 áreas de concessão dividido entre os modelos de usina dedicada e usinas em consórcio. A meta da companhia é ter pelo menos 80% das lojas próprias em baixa tensão com geração distribuída de energia até o final de 2023.

Com informações Mercado&Consumo

Fonte: https://brasiliaempresas.stgnews.com...o-de-co%c2%b2/
Reply With Quote
     
     
  #427  
Old Posted Mar 5, 2022, 1:20 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is online now
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,563
Multinacional vai desembarcar no DF com investimento de R$ 4 bilhões


Uma grande empresa tem planos para instalar uma unidade em uma das Áreas de Desenvolvimento Econômico (ADE) do DF. A multinacional, cujo nome não pode ser ainda divulgado, está se habilitando ao programa Desenvolve DF, que permite a ocupação de terrenos públicos por meio de uma taxa mensal, como um aluguel, com valores bem convidativos. A contrapartida é gerar empregos.


O empreendimento pretende criar 2,4 mil diretos e mais de 6 mil indiretos. O plano de investimento previsto é de R$ 4 bilhões em 5 anos, e o processo está sendo conduzido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). Se gerar todas essas vagas de trabalho, a empresa poderá ter ainda descontos de ICMS e em outros impostos. A previsão é que em 90 dias seja concluído o acordo.

Mais prazo de adesão

Nos próximos dias, a Casa Civil vai encaminhar à Câmara Legislativa projeto de lei, proposto pela SDE, para prorrogar o período de adesão ao Desenvolve-DF. O programa foi criado em 2019 para aprimorar os antigos Pró DF I e II. No atual, as empresas podem, depois do cadastro e documentação aprovados, ocupar lotes da Terracap por meio de Contrato de Direito Real de Uso (CDRU).
São cobradas taxas mensais entre 0,16 a 0,2% sobre o valor total do imóvel. Muitas empresas interessadas no benefício não conseguiram em tempo organizar o processo.

Passivo

O Pró DF, realizado em gestões anteriores, não alcançou o resultado esperado, pois ambas as partes, GDF e empresas, não conseguiram cumprir as metas do contrato.
A administração pública não entregou a infraestrutura prometida nas ADEs e as empresas alegam que não foi viável o pleno funcionamento. E, assim, não geram os empregos a que tinham se comprometido. Como o Desenvolve DF tem condições mais atraentes, muitos querem migrar do antigo programa para o novo.

Força-tarefa

As duas etapas do Pró DF acumularam quase 3 mil processos que aguardavam análise há anos para regularização. Cerca de 50% tiveram encaminhamentos nos últimos meses, segundo a SDE.

´´Em janeiro, emitimos mais Atestados de Instalação Definitiva para as empresas do que em todo o ano de 2021. Nossa força-tarefa continuará ́ ́, afirmou o secretário da pasta, Jesuíno de Jesus Pereira, que assumiu em dezembro o cargo, mas já estava na secretaria como chefe de gabinete. É o sétimo a ocupar a função desde 2019.

Fonte: https://blogs.correiobraziliense.com...e-r-4-bilhoes/
Reply With Quote
     
     
  #428  
Old Posted Mar 5, 2022, 1:23 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is online now
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 25,563
Quem que será, não informa se é industria, logística, varejo, atacadista, home center. Mistério... E será no Gama.
Reply With Quote
     
     
End
 
 
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 2:08 PM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2022, vBulletin Solutions, Inc.