SkyscraperPage Forum

SkyscraperPage Forum (https://skyscraperpage.com/forum/index.php)
-   Regiões Metropolitanas Mundiais (https://skyscraperpage.com/forum/forumdisplay.php?f=688)
-   -   Parcelamentos Urbanos e Rurais no Distrito Federal - movimentos do setor (https://skyscraperpage.com/forum/showthread.php?t=196108)

pesquisadorbrazil Jan 27, 2020 6:41 AM

Mestre D’Armas
Um projeto Transformador

A ARIS Mestre D’Armas – Gleba 2 fica na APA da Bacia de São Bartolomeu, a 35km do centro de Brasília na direção nordeste, no Setor Habitacional Mestre D’Armas, Região Administrativa de Planaltina – RA VI.



Em 1966, foi elaborado um Plano Diretor para preservar antigos espaços e tradições culturais da cidade de Planaltina e, assim, organizar o espaço urbano devido ao aumento da população com a construção de Brasília. Cinco anos mais tarde, em 71, a Vila Buritis surge para abrigar moradores da antiga Vila Tenório, no Núcleo Bandeirante, o que desagradou moradores do Setor Tradicional. A solução para minimizar os conflitos foi criar uma barreira arquitetônica com prédios como o Hospital, a Rodoviária, o Estádio Adonir Guimarães, o Fórum e a Administração Regional, separando os moradores das duas áreas.



Vale lembrar que nesse meio tempo, em 1969, a médium Neiva Chaves Zelaya fundava o Vale do Amanhecer. As ocupações irregulares continuaram avançando nas décadas de 80 e 90. É dessa época o surgimento de Arapoangas, Mestre D’Armas I a V e Estância Planaltina.

Região Administrativa de Planaltina. Um projeto por uma Brasília melhor para todos.
Mais uma vez, a Número 1 tinha um grande desafio à frente: a região concentrava ocupações irregulares da Gleba 2: Estância Mestre D’Armas I, II, III, IV, V e Rural Mestre D’Armas (Recanto do Sossego). Mas todos os obstáculos carregam grandes oportunidades. O primeiro passo seria a avaliação da situação.
O objetivo: regularizar e ordenar habitações já existentes, além de reparar danos ambientais e proteger os recursos naturais da área.
A estratégia: padronizar a ocupação em termos de ocupação e densidade.
A meta: melhorar a qualidade de vida da população, beneficiando a todos com os espaços públicos organizados, a proteção aos recursos naturais, a segurança da propriedade e a melhoria no padrão de vida.
O caminho era um só: mãos à obra e a um dos mais ambiciosos projetos de melhoria urbana que o Distrito Federal já presenciou.


E as melhorias começaram….
Em 15 de outubro de 2014 o Governo do Distrito aprovou pelo Decreto nº 35.913 o Projeto Urbanístico do Setor Habitacional Mestre D’armas.
A área que recebeu as intervenções possui 271.743 hectares, desses, 237.240 de ocupações irregulares e 34.503 de áreas novas. A partir daí, na área consolidada, foram regularizados 3.267 lotes residenciais, 927 lotes de uso misto 1 (podendo ser Unifamiliar e/ou comercial), 179 lotes de uso misto 2 (podendo ser multifamiliar e/ou institucional comercial) e 26 lotes comerciais, contribuindo para um aumento na qualidade de vida de mais de 14.000 pessoas. Na área nova, foram criados 116 lotes de uso misto, divididos entre moradia, comércio e serviços, em um total de quase 8.000 unidades residenciais em habitação coletiva.


Fonte: http://n1projetos.com.br/cases/setor...mestre-darmas/

pesquisadorbrazil Jan 27, 2020 6:42 AM

Santa Maria
Um terreno fértil em desafios para a Número 1.

A 26km do centro de Brasília na direção nordeste está o ARIS Ribeirão, localizado na Região Administrativa de Santa Maria – RA XIII. Seus 704 hectares são compostos de 348 hectares de áreas novas e 356 hectares de ocupações irregulares. Dos lotes não regularizados, alguns foram criados por força de Decretos de Desapropriação, e outros, como é o caso do Condomínio Porto Rico, surgiram por meio de apossamento particular.



O Decreto Expropriatório, implementado pela Terracap, permitiu a regularização urbanística e ambiental de grande parte da área consolidada, cerca de 8.000 lotes destinados a uso residencial, unifamiliar, misto, comércio e serviços foram regularizados, com uma população de aproximadamente 32.000 habitantes.
Na área do Condomínio Porto Rico e também em novas áreas de oferta habitacional, ainda está prevista a criação de aproximadamente 20.000 lotes para uso misto, fracionados entre moradia, comércio e prestação de serviços.



Um novo tempo chegou.
Em dezembro de 2010, uma nova Santa Maria começou a ser construída. Com o objetivo de promover a regularização urbanística dessa grande área por meio de transferência, mediante mútuas obrigações, a Vara de Meio Ambiente e Fundiária do Distrito Federal homologou um Termo de Ajustamento de Conduta. Desde então, o domínio de toda a área nova de 348 hectares foi dividida entre as empresas públicas Terracap, Codhab e Distrito Federal. O decreto permite, além do registro do projeto urbanístico, a titulação dos lotes para todos os ocupantes.



Mais ordem, mais progresso.
Para ordenar toda a área, regularizar as ocupações já existentes e ofertar novos lotes habitacionais, a Número 1 lançou mão de suas especialidades e trabalhou muito. Além de um levantamento topográfico, realizamos o georeferenciamento de toda a cadeia registral da propriedade 27.848 do 5º Cartório de Registro de Imóveis de Brasília.
Contratada pelos Proprietários, também prestamos assessoria técnica junto à Secretaria de Habitação do Distrito Federal e Instituto do Meio Ambiente, visando à expedição de Diretriz Urbanística de toda a área, para elaboração do estudo básico de Projeto Urbanístico e Estudo Ambiental.


Fonte: http://n1projetos.com.br/cases/aris-santa-maria/

fabiano Jan 27, 2020 1:25 PM

Vamos ver se agora vai. Eita projeto enrolado.

pesquisadorbrazil Jan 29, 2020 12:27 AM

Em Santa Maria se não me engano são 3 megaprojetos...

Esse que menciona a matéria. Do grupo Rezek e a expansão do Totalville...

fabiano Jan 29, 2020 12:39 PM

Quote:

Originally Posted by pesquisadorbrazil (Post 8814240)
Em Santa Maria se não me engano são 3 megaprojetos...

Esse que menciona a matéria. Do grupo Rezek e a expansão do Totalville...

Nunca ouvi falar da Expansão do Total Ville, apenas do bairro do Grupo Rezek (Nascente Ribeirão).:shrug:

pesquisadorbrazil Jan 30, 2020 12:45 AM

Quote:

Originally Posted by fabiano (Post 8814553)
Nunca ouvi falar da Expansão do Total Ville, apenas do bairro do Grupo Rezek (Nascente Ribeirão).:shrug:

Tem sim, só aguardam vender tudo no Totalville para anunciar.:tup:

fabiano Jan 30, 2020 12:22 PM

Quote:

Originally Posted by pesquisadorbrazil (Post 8815369)
Tem sim, só aguardam vender tudo no Totalville para anunciar.:tup:

Pois é... Mas, se tem mesmo, a lógica na sequência de quadras não irão bater. A não ser que não seja de fato uma expansão, mas, um outro bairro, com características distintas.:shrug:

pesquisadorbrazil Jan 31, 2020 1:18 AM

Quote:

Originally Posted by fabiano (Post 8815727)
Pois é... Mas, se tem mesmo, a lógica na sequência de quadras não irão bater. A não ser que não seja de fato uma expansão, mas, um outro bairro, com características distintas.:shrug:

Mas precisa? Acho que não. Eu estava vendo um mapa antigo da região do Tororó, e lá tem vários condomínios do Damha, e cita expansões, mas ambos não estão nem conectados.

fabiano Jan 31, 2020 12:18 PM

Quote:

Originally Posted by pesquisadorbrazil (Post 8816632)
Mas precisa? Acho que não. Eu estava vendo um mapa antigo da região do Tororó, e lá tem vários condomínios do Damha, e cita expansões, mas ambos não estão nem conectados.

Pois é... Não precisa, mas, ficaria sem lógica. Não pareceria uma expansão e sim um outro bairro.:shrug:

De qualquer forma, a previsão é de 100mil habitantes para esse Setor Habitacional Meireles, onde fica localizado o Total Ville.

pesquisadorbrazil Feb 1, 2020 1:27 AM

Quote:

Originally Posted by fabiano (Post 8816891)
Pois é... Não precisa, mas, ficaria sem lógica. Não pareceria uma expansão e sim um outro bairro.:shrug:

De qualquer forma, a previsão é de 100mil habitantes para esse Setor Habitacional Meireles, onde fica localizado o Total Ville.

Vai muito em breve dobrar a população.:tup:

fabiano Feb 3, 2020 8:20 PM

Quote:

Originally Posted by pesquisadorbrazil (Post 8817721)
Vai muito em breve dobrar a população.:tup:

Pois é... Essa era a previsão quando fizeram a DIUR do Setor Habitacional Meireles, mas, vendo que o Setor Total Ville provavelmente chegará a 30mil hab. quando concluído, não precisa ser nenhum gênio pra imaginar que todo o Setor ultrapassará bastante a marca dos 100mil hab.:shrug:

Vale lembrar que o Setor Meireles possui área para todos os fins.

pesquisadorbrazil Feb 4, 2020 12:43 AM

Quote:

Originally Posted by fabiano (Post 8819616)
Pois é... Essa era a previsão quando fizeram a DIUR do Setor Habitacional Meireles, mas, vendo que o Setor Total Ville provavelmente chegará a 30mil hab. quando concluído, não precisa ser nenhum gênio pra imaginar que todo o Setor ultrapassará bastante a marca dos 100mil hab.:shrug:

Vale lembrar que o Setor Meireles possui área para todos os fins.

Eu nem vou falar, mas se pegarem o projeto original de Santa Maria, nele dá conta que atendendo as 3 faixas de renda, a Santa Maria terá 500 mil habitantes. Isso mesmo, e quem diz isso não sou eu, mas o Memorial Descritivo que a cidade tem. Fora essa outras áreas a serem parceladas.

fabiano Feb 4, 2020 12:10 PM

Quote:

Originally Posted by pesquisadorbrazil (Post 8819887)
Eu nem vou falar, mas se pegarem o projeto original de Santa Maria, nele dá conta que atendendo as 3 faixas de renda, a Santa Maria terá 500 mil habitantes. Isso mesmo, e quem diz isso não sou eu, mas o Memorial Descritivo que a cidade tem. Fora essa outras áreas a serem parceladas.

Esse projeto eu nunca tive acesso, mas, o projeto que já foi executado, eu tenho. Nunca ouvi falar nessa quantidade de habitantes para a região.:shrug:

pesquisadorbrazil Feb 4, 2020 5:56 PM

Quote:

Originally Posted by fabiano (Post 8820173)
Esse projeto eu nunca tive acesso, mas, o projeto que já foi executado, eu tenho. Nunca ouvi falar nessa quantidade de habitantes para a região.:shrug:

Só ir na administração regional. E pedir o memorial descritivo. Lá mostra, quantas unidades habitacionais teremos entre casas, mansões e até apartamentos. Detalhe, levando em conta, prédios de apartamentos até 12 pavimentos.:tup:

Eu tinha praticamente os memoriais de Samambaia, Recanto, Riacho Fundo 1, Santa Maria e de outros locais mais. Da época do Roriz, kkk, eram mapas, eram gráficos e tudo mais.

fabiano Feb 5, 2020 12:47 PM

Quote:

Originally Posted by pesquisadorbrazil (Post 8820519)
Só ir na administração regional. E pedir o memorial descritivo. Lá mostra, quantas unidades habitacionais teremos entre casas, mansões e até apartamentos. Detalhe, levando em conta, prédios de apartamentos até 12 pavimentos.:tup:

Eu tinha praticamente os memoriais de Samambaia, Recanto, Riacho Fundo 1, Santa Maria e de outros locais mais. Da época do Roriz, kkk, eram mapas, eram gráficos e tudo mais.

Pois é... A maioria dos atuais lotes de uso misto das avenidas de Santa Maria, no projeto original eram destinados à habitação coletiva sobre pilotis (algo semelhante aos prédios das QNL's).

Atualmente, quase todos os lotes são de uso misto e com capacidade muito maior que o projetado inicialmente.

pesquisadorbrazil Feb 6, 2020 12:34 PM

Quote:

Originally Posted by fabiano (Post 8821454)
Pois é... A maioria dos atuais lotes de uso misto das avenidas de Santa Maria, no projeto original eram destinados à habitação coletiva sobre pilotis (algo semelhante aos prédios das QNL's).

Atualmente, quase todos os lotes são de uso misto e com capacidade muito maior que o projetado inicialmente.

Apesar que nem sempre um prédio de 20 pavimentos tem mais moradores do que um prédio de 10 pavimentos, vai depender da configuração interna.

Vai que num prédio de 10 andares só tem apartamentos de 4 quartos e no de 20 andares só tem apartamentos com 2 quartos. Qual terá mais moradores? Lógico que será o menor.

Claro que pode ocorrer o contrário, o cara pegar um prédio de 20 pavimentos e socar só kitinetes neles.

fabiano Feb 6, 2020 1:09 PM

Quote:

Originally Posted by pesquisadorbrazil (Post 8822671)
Apesar que nem sempre um prédio de 20 pavimentos tem mais moradores do que um prédio de 10 pavimentos, vai depender da configuração interna.

Vai que num prédio de 10 andares só tem apartamentos de 4 quartos e no de 20 andares só tem apartamentos com 2 quartos. Qual terá mais moradores? Lógico que será o menor.

Claro que pode ocorrer o contrário, o cara pegar um prédio de 20 pavimentos e socar só kitinetes neles.

Exatamente. E já está passando da hora de termos grandes empreendimentos residenciais nessas regiões, principalmente no Recanto e em Santa Maria. Atualmente os lançamentos se limitam à Samambaia, Águas Claras e um pouco em Ceilândia e Gama.

pesquisadorbrazil Feb 7, 2020 10:29 AM

Quote:

Originally Posted by fabiano (Post 8822689)
Exatamente. E já está passando da hora de termos grandes empreendimentos residenciais nessas regiões, principalmente no Recanto e em Santa Maria. Atualmente os lançamentos se limitam à Samambaia, Águas Claras e um pouco em Ceilândia e Gama.

Agora até hoje tenho uma dúvida, o Recanto está ou não está na rota dos aviões. Eu sei apenas de Samambaia. Se for assim, poderíamos ter prédios de pelo menos 12 pavimentos no Recanto.

fabiano Feb 7, 2020 2:46 PM

Quote:

Originally Posted by pesquisadorbrazil (Post 8823898)
Agora até hoje tenho uma dúvida, o Recanto está ou não está na rota dos aviões. Eu sei apenas de Samambaia. Se for assim, poderíamos ter prédios de pelo menos 12 pavimentos no Recanto.

A LUOS já permite isso no Recanto, prédios de até 36,5m nos lotes do tipo CSIIR 2 e CSII 2.

Quanto à rota de aviões, a Samambaia fica muito mais na rota do que o Recanto, basta olhar no site Flight Radar 24. Os aviões passam por cima de Samambaia, quanto ao Recanto, eles nem passam por cima, passam apenas contornando.:shrug:

fortescue Feb 7, 2020 7:01 PM

Não sou técnico de aviação para argumentar qualquer coisa, Porém... Só eu que acho beeeeeem exagerada essa "rota de aviões"..
Tipo, os prédios na Samambaia ou Águas Claras poderiam ter 50 andares que os aviões ainda passariam em uma distância beeeeem folgada do topo dos prédios.. Em São Paulo (CGH) os aviões passam do lado das janelas e ninguém fala nada..
Samambaia fica uns 15 km do Aeroporto.. Os aviões estão em uma altura muito elevada..


All times are GMT. The time now is 6:02 PM.

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2021, vBulletin Solutions, Inc.