SkyscraperPage Forum

SkyscraperPage Forum (https://skyscraperpage.com/forum/index.php)
-   Regiões Metropolitanas Mundiais (https://skyscraperpage.com/forum/forumdisplay.php?f=688)
-   -   Noticias do Distrito Federal (https://skyscraperpage.com/forum/showthread.php?t=193977)

MAMUTE May 12, 2012 11:38 PM

SDE quer punir cartel de postos de combustíveis no DF


“Vamos buscar a condenação”, diz diretor da SDE sobre cartéis de postos
Diretor do Departamento de Proteção e Defesa Econômica da SDE, do Ministério da Justiça, garante que as provas são robustas e que o órgão quer identificar o que impede um posto de vender combustível mais barato do que outro no D.F


http://www.blogdomax.com.br/wp-conte...05/cartel3.png

A investigação sobre o suposto cartel de combustíveis no Distrito Federal caminha para um pedido de condenação de 16 redes de postos, quatro distribuidoras e do sindicato do setor por infrações à ordem econômica.

Em entrevista exclusiva ao Correio, o diretor do Departamento de Proteção e Defesa Econômica (DPDE) da Secretaria de Direito Econômico (SDE), Diogo Thomson de Andrade, rebate críticas de demora na apuração das denúncias e reforça a continuidade do trabalho. “Nosso conjunto de provas está robusto.
Caso as partes não apresentem argumentos convincentes, vamos buscar a condenação”, afirma, ao falar sobre o assunto pela primeira vez desde a instauração do procedimento administrativo, em 2009.

Responsável no Ministério da Justiça pela investigação de práticas anticompetitivas em todo o Brasil, Andrade coordena o estudo sobre a revenda e distribuição de etanol e gasolina em Brasília. Deixa claro que entende a cobrança da população por resultados rápidos, mas pondera que a comprovação de cartel não se resume à coincidência de preços entre concorrentes.

“A cidade, de fato, convive com notícias nesse sentido há muito tempo, mas a investigação é muito complexa”, acrescenta. Acostumado a lidar com denúncias semelhantes, Andrade sustenta que a equipe da SDE conseguiu reunir informações “quase suficientes” para comprovar o cartel na capital do país.
Existe cartel de combustíveis em Brasília?

Temos fortes indícios de que existe. Há um histórico de cartel na cidade e não é simplesmente a igualdade de preços que caracteriza isso. A situação atual de mercado dá sinais de que o grupo continua atuando, inclusive para impedir a entrada de concorrentes, por meio do sindicato. Óbvio que, antes de ouvir as defesas e de uma possível condenação no Cade (Conselho Administrativo de Direito Econômico), não posso afirmar com 100% de certeza que existe um cartel, mas a investigação foi aberta justamente porque há indícios muito fortes.










http://www.blogdomax.com.br/sde-quer...ustiveis-no-df

MAMUTE May 13, 2012 12:35 PM

Pela primeira vez, Brasília tem maioria da população de brasilienses



Os primeiros candangos desembarcaram em meio à terra e aos canteiros de construção da nova capital. Com pequenas malas nas mãos e cheios de planos e expectativas, milhares de brasileiros de todos os cantos do país seguiram para o Planalto Central e participaram do desafio de erguer uma cidade no centro do Brasil. Menos de três décadas após a inauguração de Brasília, houve uma nova onda de migração. Cidadãos carentes, principalmente das regiões Norte e Nordeste do país, trocaram a terra natal por lotes distribuídos por políticos da capital. Aos 52 anos, a capital federal atrai cada vez menos gente.

A quantidade de pessoas que chegam a Brasília cai de maneira considerável ano após ano. De acordo com dados do censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 24% dos migrantes que vivem no DF vieram para cá nos últimos cinco anos. Em 2000, esse percentual era de 68% - quase três vezes maior. Esse fenômeno, aliado ao crescimento natural da população, fez com que a quantidade de brasilienses superasse pela primeira vez na história o total de migrantes. Segundo o censo, os naturais de Brasília já somam 53,8% do total da população.

Em 2000, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que 46,7% dos habitantes do DF haviam nascido no território da capital e 53,3% eram pessoas vindas de outros estados. Em 10 anos, esse percentual praticamente se inverteu. O último censo do IBGE apontou que 46,2% da população do Distrito Federal é composta de migrantes. Esse número ainda coloca o DF como a unidade da Federação com maior percentual de pessoas não naturais da região. Mas especialistas apontam que, com a redução da migração, esse valor deve cair rapidamente nos próximos levantamentos.















http://www.correiobraziliense.com.br...ilienses.shtml

MAMUTE May 13, 2012 1:05 PM

DF é 2ª unidade da federação com mais leis inconstitucionais



Seis de sete leis distritais julgadas pelo STF foram invalidadas em 2011 CLDF afirma que número representa 4% das normas aprovadas pela Casa.


O Distrito Federal está em segundo lugar no ranking das unidades da federação com mais leis consideradas inconstitucionais. De acordo com reportagem do DFTV 1ª edição, feita com base em dados do Anuário da Justiça de 2012, das sete leis distritais julgadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2011, seis foram consideradas ilegais.

Segundo a CLDF, as leis consideradas inconstitucionais pelo STF em 2011 representam 4% do total de 179 leis aprovadas pela Casa em 2011.

Um dos exemplos é a norma que limitava o tamanho dos veículos utilizados por motoboys e os obrigava a realizar cursos de primeiros socorros e segurança no trânsito.

A intenção era estabelecer um mínimo de requisitos de seguranças para esses profissionais, mas a norma foi considerada inconstitucional pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por esbarrar em uma questão simples.

“O fundamento que levou à declaração de inconstitucionalidade na norma sobre os motoboys já levou à mesma declaração de dezenas de leis do Distrito Federal. Basicamente, se trata de uma matéria que é de competência da União”, explica o professor de direito Rodrigo Pereira de Mello.

“O interesse político e, às vezes, a urgência ou interpretação errônea levam a que se faça leis que não estejam em conformidade com a Constituição Federal”, avalia o especialista em processo penal Pedro Paulo Coêlho.

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), o deputado Chico Leite (PT), diz que medidas estão sendo tomadas para evitar erros, como o sorteio de relatores e súmulas dos projetos já declarados inconstitucionais.

“Temos tomado providências enérgicas para evitar isso, principalmente porque isso importa em alguns custos. Não apenas no custo financeiro, mas também no custo maior do descrédito da Casa Legislativa para a população”, avalia Leite.










http://g1.globo.com/distrito-federal...tucionais.html

MAMUTE May 13, 2012 1:10 PM

:previous:A nossa digníssima câmara Distrital serve pra isso:banana::banana:
:no::no:

MAMUTE May 14, 2012 3:15 PM

Serviço de internet 24h e wi-fi estarão disponíveis em pontos de ônibus do DF



Em mais uma iniciativa inédita na capital do país, será lançado nesta terça-feira (15), o Projeto Estação Cultural que prevê livros para empréstimos, serviço de internet 24 horas e wi-fi, com capacidade 10 megas em cada módulo, gratuitamente em pontos de ônibus de Brasília.


O evento ganhou a simpatia e apoio dos moradores e hoje está presente em 38 pontos de ônibus. Reconhecida pelos brasilienses, inclusive copiada em vários estados e outros países, além de contar com o apoio de organismos internacionais como a Unesco e embaixadas, bibliotecas públicas e universidades, desde o início das atividades conta com depoimentos de inúmeros cidadãos beneficiadas com os livros, citados em várias reportagens sobre o projeto, que diariamente empresta cerca de seis mil exemplares sem nenhum controle ou burocracia.


O objetivo das estações culturais é estimular e ampliar o acesso à cultura, informação e comunicação, com a finalidade de contribuir para melhorar as condições sociais da comunidade participante.


Cada módulo das Estações Culturais vai contar com um computador com tela touch screen, desenvolvido exclusivamente para o projeto pela empresa Apek, com sede em Campinas-SP, internet via rádio com capacidade de 10 megas e estante para livros com iluminação interna. Além disso, o projeto prevê Wi-Fi com capacidade 10 megas, no raio de um quilômetro.

Visando valorizar a produção literária local, o projeto Estação Cultural publicará na parte lateral dos oitos módulos poesias inéditas de escritores e personalidades da capital. Nesse primeiro momento, cada Estação contará com poesias de Aloísio Brandão, Amneres Santiago, Fabrízio Morelo, Jorge Amâncio, Luiz Martins, Miquéias Paz, Paulo José Cunha e Vicente Sá.

Cada poesia ficará exposta por tempo determinado pela coordenação do projeto que pretende substituir até o final desse ano por textos de outros escritores da cidade. Com isso, espera-se também sensibilizar ainda mais o usuário do projeto visando o bom uso das Estações Culturais, como patrimônio público e a serviço de todos.














http://www.jornaldebrasilia.com.br/s....php?id=403141

MAMUTE May 17, 2012 11:55 AM

Clubes repassam áreas para construção de imóveis de luxo ao redor do Lago




Os clubes à beira do Lago Paranoá fazem parte da cultura e da paisagem de Brasília. Desde a inauguração da capital federal, famílias se reúnem nas piscinas das entidades ou às margens do espelho d’água. Pelo projeto de Lucio Costa, o lago deveria ser um espaço coletivo e democrático, destinado ao lazer dos brasilienses. Mas a especulação imobiliária mudou essas características e ameaça acabar com os clubes que ainda resistem fiéis à destinação original. Muitas instituições já fecharam suas marinas, piscinas e quadras de esportes para revender esses terrenos valorizados a grandes construtoras.


http://imgsapp2.correiobraziliense.c...141163617a.jpg
http://imgsapp2.correiobraziliense.c...146830028u.jpg


Diretores de clubes localizados na beira do lago revelam que a pressão do setor imobiliário é grande. Diante de problemas de caixa e das dificuldades para manter as instalações, muitos sucumbem às propostas milionárias e entregam as áreas para a construção de condomínios de luxo — o que é vedado pela legislação. Há pelo menos cinco marinas que são alvos de ações de despejo e os empresários denunciam que a medida seria uma forma de desocupar os terrenos com interesses imobiliários.






http://www.correiobraziliense.com.br...-do-lago.shtml

pesquisadorbrazil May 17, 2012 3:15 PM

O correio curte muito aumentar as coisas, e outra a função dos clubes não é a mesma a décadas. O projeto original dos clubes era amenizar a saudade dos primeiros moradores de Brasília com relação ao litoral. Hoje em dia, os clubes estão, OBSOLETOS.

Jota May 17, 2012 3:37 PM

Quote:

Originally Posted by pesquisadorbrazil (Post 5704034)
O correio curte muito aumentar as coisas, e outra a função dos clubes não é a mesma a décadas. O projeto original dos clubes era amenizar a saudade dos primeiros moradores de Brasília com relação ao litoral. Hoje em dia, os clubes estão, OBSOLETOS.

Concordo que a maioria dos clubes realmente não tem mais razão de existir e a maioria esta deficitária. A solução é alterar a norma de ocupação destes setores, permitindo hoteis (e proibindo expressamente apart-hoteis), shoppings, bares, boates, casas de eventos e por ai vai.... desde que sejam usos de acesso publico.

Deve se tornar um setor de diversões a beira lago, talvez inclusive se torne a solução para a retirada dos bares e restaurantes que "atrapalham" o sono dos moradores no plano.

pesquisadorbrazil May 17, 2012 3:48 PM

Quote:

Originally Posted by Jota Ferro (Post 5704066)
Concordo que a maioria dos clubes realmente não tem mais razão de existir e a maioria esta deficitária. A solução é alterar a norma de ocupação destes setores, permitindo hoteis (e proibindo expressamente apart-hoteis), shoppings, bares, boates, casas de eventos e por ai vai.... desde que sejam usos de acesso publico.

Deve se tornar um setor de diversões a beira lago, talvez inclusive se torne a solução para a retirada dos bares e restaurantes que "atrapalham" o sono dos moradores no plano.

Sem duvida, mas já existe o BEIRA LAGO, mas os fdps dos empresários não querem ir, pois, alegam que ficam longe dos clientes e falta de transporte urbano. Detalhe, grande maioria tem carro, então, esse negócio de falta de transporte não cola. Se fosse assim o Pier 21 tinha falido logo que inaugurou.:tup:

hugokeys May 17, 2012 4:24 PM

Quote:

Originally Posted by pesquisadorbrazil (Post 5704034)
O correio curte muito aumentar as coisas, e outra a função dos clubes não é a mesma a décadas. O projeto original dos clubes era amenizar a saudade dos primeiros moradores de Brasília com relação ao litoral. Hoje em dia, os clubes estão, OBSOLETOS.

Realmente ou esse correio é muito fraco ou tem outros interesses. Colocar uma foto do setor de hotéis e turismo norte e ficar falando de transforma clubes em hotéis e aparts é f.....

Pesquisador, vc tem alguma noticia daquele terreno no SHN (como se fosse o terreno equivalente ao Brasil XXI)? Saiu uma reportagem no Metro sobre ele.

MAMUTE May 18, 2012 12:26 AM

Obras de infraestrutura têm recursos garantidos

Em apenas duas reuniões, a Junta de Execução Orçamentária (JEO) já aprovou um montante de R$ 254.618.000 para investimento em infraestrutura, garantia da conclusão das obras em andamento e qualidade de vida da população.

A JEO foi criada em março deste ano, por ocasião da criação da Casa Civil, para aprimorar a aplicação do Orçamento do Distrito Federal. Em 2012, tendo em vista que o orçamento já estava aprovado, a JEO atua de forma a garantir o emprego de recursos nas prioridades do GDF. Para tanto, a análise das ações e políticas prioritárias e a busca das garantias orçamentárias para executá-las são feitas sistematicamente.

Para a execução do Orçamento 2013 e 2014, as decisões da Junta serão fundamentais para garantir que as prioridades do governo possam ser plenamente executadas, atendidas as demandas da população.

A Junta é presidida pelo governador Agnelo Queiroz, tendo como secretário-executivo e coordenador o chefe da Casa Civi, Swedenberger Barbosa e composta, ainda, pelos secretários de Planejamento, Luiz Paulo Barreto e de Fazenda, Marcelo Piancastelli.

O objetivo é dotar o Distrito Federal de melhores condições para facilitar o dia a dia da população, com ações que impactam diretamente na vida do brasiliense. Alguns exemplos são as construções de ciclovias, de albergues no Sol Nascente, de dois centros de internação de adolescentes em conflito com a lei e a recuperação estrutural de vias em todo o Distrito Federal.

Outra preocupação da JEO é de buscar recursos a fim de dar garantias efetivas para que obras iniciadas no Distrito Federal sejam concluídas com rapidez e eficácia, bem como realizar a restauração do patrimônio público. Algumas das obras são a conclusão do Terminal Rodoviário do Setor “O” de Ceilândia e a construção das agulhinhas de ligação entre os eixinhos e o Eixão sul e norte.

A adoção de cuidados básicos com as cidades do DF, com a execução de políticas públicas de conservação, preservação e revitalização são funções da Junta. Em todas as cidades serão executados serviços como iluminação pública, pintura de faixas, meio-fio, limpeza, preservação de área verde, reconstrução e construção de calçadas, instalação, substituição e limpeza de boca de lobos tapa-buracos.











http://www.jornaldebrasilia.com.br/s...403816&secao=N

MAMUTE May 18, 2012 3:16 PM

Diretor presidente da CEB diz que onda de apagões só acaba em 2014



Após sucessivos rombos, a empresa de distribuição da Companhia Energética de Brasília (CEB) saiu do vermelho no primeiro trimestre deste ano. O lucro de R$ 15 milhões sinaliza um processo de recuperação financeira, mas não será suficiente para evitar os apagões. Em entrevista exclusiva ao Correio, o diretor presidente da CEB, Rubem Fonseca Filho, admite a gravidade do sucateamento do sistema elétrico do Distrito Federal e faz questão de não criar “expectativas irreais”.

O que muda para o usuário a CEB Distribuidora voltar a registrar lucro?
A empresa está pronta para enfrentar os desafios, mas esse lucro de R$ 15 milhões (no primeiro trimestre) é muito pequeno diante das nossas necessidades, e já está todo comprometido com obras em andamento. O resultado representa um novo fôlego. No entanto, não gera recursos suficientes para modernizar o sistema elétrico. Precisamos investir R$ 540 milhões até 2014 e, para isso, teremos de contar com os financiadores.

http://imgsapp2.correiobraziliense.c...855157423e.jpg
"Precisamos investir R$ 540 milhões até 2014 e, para isso, teremos de contar com os financiadores"

Quando a população sentirá melhorias no serviço?

A partir de agosto, com a conclusão de algumas obras importantes, os brasilienses começarão a perceber avanços, mas ainda não vai ser uma modificação substancial. No ano que vem, a cidade estará mais preparada para o período chuvoso e, gradativamente, o número de desligamentos vai cair.

As quedas de energia não deixarão de acontecer?

Em hipótese alguma. Mesmo quando a rede elétrica estiver segura, elas vão continuar, mas em menor quantidade, e o tempo de restabelecimento também será menor. O desligamento é uma forma de proteção dos usuários e do próprio sistema. Temos de lidar com chuvas, vento. Estamos sujeitos a problemas com antenas de televisão, outdoors, sem contar com o trânsito, que tem dificultado cada vez mais nosso acesso aos locais onde há queda de energia.









http://www.correiobraziliense.com.br...-em-2014.shtml

MAMUTE May 18, 2012 3:32 PM

:previous:Bem animador:hell: puta merda:hell: só em 2014 melhora..eu penso como iria ficar se não fosse a copa de 2014???

MAMUTE May 18, 2012 8:51 PM

Responsáveis pela obra da nova sede da CLDF são multados



O Tribunal de Contas do Distrito Federal detectou vários problemas na licitação e na contratação da obra da nova sede da Câmara Legislativa do Distrito Federal, decorrentes da falta de dotação orçamentária para cobrir as despesas nos exercícios financeiros de 2001 a 2003. Não havia orçamento detalhado e planilha que expressasse todos os custos da construção. Essas falhas evidenciaram a inobservância de normas da Constituição Federal, da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Diante disso, na sessão plenária desta quinta-feira, 17 de maio de 2012, o TCDF multou os responsáveis pela contratação e execução da obra. Foram punidos o ex-deputado distrital Gim Argello e o então Procurador-Geral da CLDF, Geraldo Martins Ferreira. Também foram condenados o então presidente da Câmara Legislativa do DF, Benício Tavares, e os ordenadores de despesa da CLDF, Getúlio Soares Novaes Frota e Arlécio Alexandre Gazal.

O então presidente da Novacap, Elmar Luiz Koenigkan, também foi multado por ter sido considerado o responsável pelo início das obras sem o respectivo Alvará de Construção.

Koenigkan ainda foi responsabilizado juntamente com outros ex-dirigentes da Novacap, Clarindo C. da Rocha e Aldo Avianni Filho, pela ausência da Tabela de Composição de Custos Unitários referente à construção da nova sede da CLDF.

Cada multa tem valor de R$ 10.000. Reunidas, as sanções somam R$ 90.000.










http://www.maiscomunidade.com/conteu...ULTADOS.pnhtml

MAMUTE May 19, 2012 9:14 PM

HUB adere à nova estatal que vai gerir hospitais universitários



Universidade espera reduzir gastos anual de R$ 14 milhões com hospital Adesão foi aprovada pelo Conselho Universitário por 40 votos a 6.


O Hospital Universitário de Brasília (HUB) vai fazer parte da estatal criada pelo Ministério da Educação no final do ano passado para apoiar a gestão das instituições de saúde ligadas a universidades brasileiras. A decisão foi tomada pelo Conselho Universitário, órgão máximo da UnB, nesta sexta-feira (18), por 40 votos a 6 e duas abstenções.

Segundo a UnB, a decisão vai permitir uma economia anual de R$ 14 milhões ao HUB.Esse foi o valor repassado pela universidade para o pagamento de 641 funcionários que trabalham no hospital em regime precarizado, de forma irregular. O HUB tem no total 1.617 funcionários.

“Talvez a principal questão para os hospitais universitários é a do financiamento. Com o acordo, a folha do pessoal do quadro passa a ser responsabilidade da empresa”, disse o decano de Administração, Eduardo Raupp, em entrevista à Agência UnB.

Atualmente, o HUB apresenta déficit em seu balanço. De acordo com o diretor-geral do HUB, Armando Raggio, o hospital tem uma despesa anual de R$ 86,6 milhões, para uma receita de R$ 60,7 milhões – um déficit de quase R$ 26 milhões.

O reitor em exercício, Joao Batista, disse que a adesão “foi importante para garantir a sustentabilidade do hospital”. "O contrato garante atendimento 100% SUS, ensino, pesquisa e extensão e assistência de qualidade."
A partir do momento que assumir a gestão, a estatal terá prazo de 180 dias para realizar processo seletivo simplificado. Os servidores precarizados pode vir a ser absorvidos na nova estrutura.

Criação da estatal

O projeto de criação da estatal, batizada de Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), foi aprovado pelo Senado no final de novembro. Na justificativa do projeto, o governo argumentava que a nova empresa vai resolver problemas na contratação de trabalhadores para os hospitais
universitários federais.

Atualmente, os contratos são firmados na maior parte das vezes por intermédio das fundações de apoio das universidades.

O projeto havia sido aprovado na Câmara dos Deputados, sob protestos dos trabalhadores da área da saúde, no final de setembro. Segundo a proposta, o novo órgão ficará encarregado da administração de hospitais universitários federais, função hoje sob responsabilidade de fundações de apoio.

Ainda segundo o governo, um dos principais objetivos da criação da empresa é a regularização da contratação de pessoal nos hospitais universitários, situação hoje considerada irregular em muitos estados.





http://g1.globo.com/distrito-federal...rsitarios.html

HLbsb May 19, 2012 11:42 PM

Quote:

Originally Posted by pesquisadorbrazil (Post 5704081)
Sem duvida, mas já existe o BEIRA LAGO, mas os fdps dos empresários não querem ir, pois, alegam que ficam longe dos clientes e falta de transporte urbano. Detalhe, grande maioria tem carro, então, esse negócio de falta de transporte não cola. Se fosse assim o Pier 21 tinha falido logo que inaugurou.:tup:

Os caras alegam que faltam clientes para terem ainda mais benefícios, mas dificilmente se entra em algum lugar no beira-lago sem antes pegar aguardar por uma senha... Caras de pau!!!


A beira do lago tem que ser de acesso público mesmo e poderia se começar acabando com as invasões de área pública das pontas de picolé. Imaginem um grande calçadão contornando todo o lado, com pista de atletismo e ciclovia e em alguns pontos outros equipamentos terrestres, além de deck público, com acesso adequado para embarcações ao lago...

Uma lateral da Peninsula do Ministros é assim e não vejo nenhum ricasso de lá reclamando vantagens indevidas...

MAMUTE May 20, 2012 1:25 PM

Levantamento mostra que 80% dos brasilienses usam veículos para locomoção



O levantamento incluído no Plano Diretor de Transporte Urbano e Mobilidade do Distrito Federal e Entorno (PDTU) sobre a rede viária da capital demonstra que no DF rodas são tão ou mais importantes que os próprios pés. A cada 10 pessoas que moram em Brasília e nos arredores, oito se locomovem por modos motorizados, como carros, motos, ônibus, vans e metrô. O dado é um dos que ajudam a explicar a condição impraticável a que cidade planejada há meio século chegará em poucos anos se não forem tomadas medidas para adaptação do sistema de transporte à quantidade de pessoas que precisam se movimentar. E não é o único: a melhoria da renda ao longo dos últimos anos estimulou o uso do transporte individual, o que, aliado à falta de meios coletivos de qualidade, colocam o DF à beira de um colapso na mobilidade urbana.

Da área observada no estudo que integra o PDTU, 75% dizem respeito à situação no Distrito Federal e outros 25% referem-se às circunstâncias do tráfego de veículos no Entorno. Há uma diferença marcante entre as duas regiões. No DF, a grande maioria dos moradores (77,4%) usa modos motorizados para ir e vir. No Entorno, esse índice cai para 53%. A diferença também se mantém no tipo de veículo usado na locomoção. Nas áreas centrais da capital, metade da população anda de carro e 42% de ônibus, micro-ônibus, van ou metrô. Nas cidades vizinhas a Brasília, a situação se inverte. Nesse caso, 67% das pessoas usam transporte coletivo, contra apenas 22% que andam de carro.

















http://www.correiobraziliense.com.br...ocomocao.shtml

MAMUTE May 20, 2012 1:46 PM

Em 36 anos, área urbana do Distrito Federal cresceu 476%


De obra e em obra, a área urbana do Distrito Federal cresceu 467% em apenas 36 anos. Segundo estudo para a formulação do Zoneamento Ecológico Econômico (ZEE) da capital brasileira, a expansão, composta por casas, prédios, ruas, estacionamentos viadutos e demais equipamentos públicos e privados, ficou cinco vezes maior entre 1973 e 2009.

Mesmo com a expressiva taxa de ocupação, o DF ainda tem espaços para expandir. Com a população em franco crescimento e o mercado aquecido pelos altos salários do funcionalismo público é difícil imaginar que o ritmo possa sofrer uma grande queda, pelo menos a curto prazo.

No entanto, o poder público espera regrar as construções desenfreadas tanto para áreas públicas quanto privadas. A proposta é adotar uma postura diferente daquela empregada nas décadas passadas, quando grande parte das expansões ocorreu sem a devida regulação e sem o planejamento para sustentabilidade.

O crescimento urbano do Distrito Federal entre 1973 e 2009 superou a taxa de aumento da própria população. A área urbana avançou a uma média de 4,9% ao ano. Segundo o diretor de Estudos e Pesquisas Socioeconômicas da Codeplan, Júlio Miragaia, o DF tinha 730 mil habitantes em 1973, saltando para 2,5 milhões em 2009. Trata-se de um crescimento de 300%, que equivale a uma taxa de 3,5% ao ano, bem abaixo do avanço das obras em terras brasilienses.

De acordo com o especialista, a expansão no DF teve um ritmo mais intenso do que a cidade de São Paulo, que no mesmo período cresceu apenas 1,5% ao ano. Na leitura de Miragaia, esta taxa de crescimento é natural. “Não necessariamente foi especulação imobiliária. Tivemos um grande número de construções familiares de um domicílio, atividades produtivas, comerciais e serviços”, pontuou o especialista.

O diretor lembrou que o crescimento do DF foi desigual do ponto de vista social. Em alguns pontos, parte da população teve suas necessidades atendidas, enquanto outra parcela foi “deixada de lado”. Para Miragaia, o DF viveu uma situação de acelerado crescimento, mas hoje existem indicadores de desaceleração.

Do ponto de vista ecológico, o ZEE pode ser uma ferramenta para garantir desenvolvimento sem o comprometimento dos recursos naturais ou a perda de espaços agrícolas. Resumidamente, o ZEE é um instrumento de tomada de decisão para os gestores públicos, que aponta medidas e padrões de proteção ambiental para cada região do DF, a partir de pesquisas.

A reportagem tentou entrar em contato com a Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos e o Instituto Brasília Ambiental (Ibram) para falar sobre o tema, mas não teve retorno.














http://www.jornaldebrasilia.com.br/s....php?id=404072

MAMUTE May 21, 2012 2:21 PM

Terceiro assalto em uma semana assusta lojistas do Conjunto Nacional




Mais uma loja do Shopping Conjunto Nacional foi assaltada. A ocorrência foi registrada no fim da tarde desse domingo (20/5). O assaltante teria roubado duas caixas de perfume em um estabelecimento de cosméticos. Este caso é o terceiro registrado em apenas sete dias. O assaltante foi preso pouco tempo depois pela Polícia Militar, que o encaminhou para a 5ª Delegacia de Polícia (Centro).

O delegado de plantão Aílton Rodrigues não quis falar sobre a ocorrência, para não atrapalhar as investigações. De acordo com a Polícia Civil, as diligências também analisam supostas relações entre os assaltos às lojas e possíveis falhas no sistema de segurança do shopping.

Na última quarta-feira (16/5) à noite, um adolescente entrou em um estabelecimento e colocou várias peças de roupas íntimas femininas em uma sacola. Um cliente percebeu a movimentação do menor e avisou aos funcionários. Eles acionaram a polícia que conseguiu deter o jovem. Os produtos roubados somam cerca de R$ 3 mil.

O primeiro assalto aconteceu na segunda-feira (14/5), o alvo dos assaltantes dessa vez foi uma joalheria. Na ocasião, dois assaltantes entraram e renderam a única atendente da loja, amarrando-a com fita adesiva. Os criminosos levaram quase todas as joias da vitrine.

Para conseguir fugir, os assaltantes chegaram a trocar de roupa no banheiro do shopping. A dona da loja informou que outros criminosos tentaram assaltar o local no ano passado, e por conta disso o sistema de segurança da joalheria foi fortalecido.

Em nota, a assessoria do shopping informou que há equipes de "seguranças qualificados" em todos os andares do centro de compras e que toda a movimentação no local é monitorada por um "moderno sistema de vigilância", com câmeras instaladas nos corredores , entradas e estacionamento. A nota ainda destaca o desfecho positivo nos assaltos da última semana, com a prisão e identificação dos criminosos.

















http://www.correiobraziliense.com.br...nacional.shtml

MAMUTE May 21, 2012 2:25 PM

:previous:Nem nos shoppings temos mais segurança:no: está ficando feia a coisa...


All times are GMT. The time now is 5:40 AM.

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2023, vBulletin Solutions, Inc.