HomeDiagramsDatabaseMapsForum About
     

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Infraestrutura & Transporte


Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #201  
Old Posted Nov 15, 2012, 1:53 AM
HLbsb's Avatar
HLbsb HLbsb is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 402


Não há motivo algum para caos durante a Copa das Confederações. Brasília só terá um jogo e as demais sedes não dependem muito do aeroporto de Brasília para se ligarem.

Se houvesse algum caos seria na Copa do Mundo, mas nada pior do que o que já ocorre atualmente nos horários de pico....
Reply With Quote
     
     
  #202  
Old Posted Nov 16, 2012, 12:34 PM
c2500 c2500 is offline
Registered User
 
Join Date: Nov 2011
Posts: 312
Alguem ja notou que o aero esta sendo pintado de branco?
Reply With Quote
     
     
  #203  
Old Posted Nov 18, 2012, 5:37 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,181
Quote:
Originally Posted by c2500 View Post
Alguem ja notou que o aero esta sendo pintado de branco?
Eu já havia percebido....


Outra coisa que percebi, não no aeroporto, mas no render noturno, a visão da nova torre de comando do aeroporto que ficará em frente do terminal, próxima da Base Aérea. No render, aparece ela toda iluminada.
Reply With Quote
     
     
  #204  
Old Posted Nov 20, 2012, 6:00 PM
Paulotrr's Avatar
Paulotrr Paulotrr is offline
Registered User
 
Join Date: Nov 2012
Posts: 275
Estive na última sexta-feira no aeroporto. Além das intervenções já iniciadas (pintura, banheiros, área Sul) o que chama a atenção é que o primeiro puxadinho foi cercado e estava em fase de desmontagem. Além disso, a maioria das lojas na área de embarque já se encontram fechadas.
Reply With Quote
     
     
  #205  
Old Posted Nov 20, 2012, 6:25 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,307
Seja bem-vindo paulorr sinta-se em casa
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #206  
Old Posted Nov 20, 2012, 7:17 PM
Paulotrr's Avatar
Paulotrr Paulotrr is offline
Registered User
 
Join Date: Nov 2012
Posts: 275
Quote:
Originally Posted by MAMUTE View Post
Seja bem-vindo paulorr sinta-se em casa
Obrigado !
Reply With Quote
     
     
  #207  
Old Posted Nov 21, 2012, 5:26 PM
Grooverider Grooverider is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 34
Passei pelo JK hoje e ví que desmontaram o puxadinho que a Infrazero construiu. Acredito que a expansão deva começar por essa parte (norte ?!) do aeroporto. Outra coisa que vi é que modificaram um pouco o acesso ao satélite e aumentaram a parte que dá acesso ao Raio X do satélite. Já da para perceber que as coisas começaram a avançar em BSB.

abs
Reply With Quote
     
     
  #208  
Old Posted Nov 25, 2012, 10:40 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,181
Interessante video que localizei no youtube, a respeito do projeto do aeroporto sem participação da concessionária.


Last edited by pesquisadorbrazil; May 18, 2017 at 4:53 AM.
Reply With Quote
     
     
  #209  
Old Posted Nov 26, 2012, 12:26 PM
Paulotrr's Avatar
Paulotrr Paulotrr is offline
Registered User
 
Join Date: Nov 2012
Posts: 275
Esta semana entramos em contagem regressiva para o Consórcio Inframerica assumir a gestão do AIJK. Aliás, o Consórcio criou uma página na web com este fim: http://www.inframerica.aero/

Anda sobre o Consórcio, finalmente o BNDES liberou o empréstimo para o aeroporto de São Gonçalo do Amarante (http://www.portal2014.org.br/noticia...+AMARANTE.html)
De certa forma é uma boa notícia para o AIJK, pois o mercado especulava que o Consórcio estaria com dificuldades para obter recursos do Banco, o que poderia comprometer os cronogramas de obras. Uma vez que conseguiu se habilitar, é razoável admitir que as coisas evoluam mais facilmente a partir de agora.
Reply With Quote
     
     
  #210  
Old Posted Nov 26, 2012, 1:05 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,181
Eu acho meio dificil o consórcio está com dificuldades em conseguir recursos, pois está no contrato, que ele receberia do BNDES. A dificuldade em si, está na operação, pois, se bobiar, se juntar todos os aeroportos administrados por ela, não chega a demanda do AIJK, inclusive se cogitaram trocar a administradora do consórcio por uma empresa Alemã. No mais, tudo segue como deveria ser.

Operários na rua, obras e claro, o principal, a sociedade tem visibilidade do que está acontecendo e do que está projetado. O resto é só aguardar. Apesar que os números estão doidos. A imprensa divulgou que a concessionária iria assumir o aeroporto em 20 de novembro e não no dia 30 de novembro, vai entender.
Reply With Quote
     
     
  #211  
Old Posted Nov 26, 2012, 1:35 PM
Paulotrr's Avatar
Paulotrr Paulotrr is offline
Registered User
 
Join Date: Nov 2012
Posts: 275
Com certeza, está claro desde o início do processo que haveria recursos do BNDES. Apenas havia uma "desconfiança" no mercado acerca da rapidez com que o Consórcio estaria habilitado para receber os recursos. É essa desconfiança que, aparentemente, começa a se dissipar.

Agora é esperar para ver o ritmo das intervenções. No sábado (24/11) o puxadinho se resumia quase que apenas a pilares e telhado (esse já iniciando desmonte). Também já se via expansões no estacionamento (tapumes sendo retirados).
Reply With Quote
     
     
  #212  
Old Posted Nov 26, 2012, 4:45 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,181
Quote:
Originally Posted by Paulotrr View Post
Com certeza, está claro desde o início do processo que haveria recursos do BNDES. Apenas havia uma "desconfiança" no mercado acerca da rapidez com que o Consórcio estaria habilitado para receber os recursos. É essa desconfiança que, aparentemente, começa a se dissipar.

Agora é esperar para ver o ritmo das intervenções. No sábado (24/11) o puxadinho se resumia quase que apenas a pilares e telhado (esse já iniciando desmonte). Também já se via expansões no estacionamento (tapumes sendo retirados).
Agora no caso do estacionamento, deveriam trocar a empresa que administra ele. Pois cobram os olhos da cara sem nenhuma contrapartida em serviços e claro, em segurança.
Reply With Quote
     
     
  #213  
Old Posted Nov 28, 2012, 2:04 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,181
Inframérica assume aeroporto de Brasília no próximo sábado

Por Daniel Rittner | Valor

BRASÍLIA - A concessionária Inframérica, formada pela brasileira Infravix e pela argentina Corporación América, assume plenamente a administração do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek (Brasília) à 0h01 de sábado. O grupo, que venceu o leilão de concessão do aeroporto com uma oferta que representava ágio de 673% sobre o valor mínimo de outorga, promete investir R$ 750 milhões até a Copa do Mundo de 2014.

O investimento deverá ser suficiente para expandir a capacidade do aeroporto de 13 milhões para 21 milhões de passageiros por ano. Em 2012, a previsão é que a demanda atinja 16,2 milhões de passageiros. O número de pontes de embarque e desembarque, até junho de 2014, passará das atuais 13 para 28. Também haverá expansão do estacionamento de veículos, que passará de cerca de 1,2 mil para até 3 mil vagas, na primeira etapa da concessão.

Para fazer esses investimentos, a concessionária negocia um empréstimo-ponte de R$ 350 milhões com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que deverá sair entre dezembro e janeiro. “Depois, devemos assinar o financiamento de longo prazo no fim do primeiro semestre de 2013”, diz o vice-presidente do conselho de administração da Inframérica, Antonio Droghetti.

Após 90 dias de operação assistida no aeroporto de Brasília, na qual a Infraero continuou gerindo as instalações e a Inframérica fazia apenas um acompanhamento, a concessionária privada agora assume de vez. Droghetti apresentou um conjunto de intervenções que começarão a ser realizadas nos próximos dias. “A Corporación América já fez transições em 50 aeroportos, enfrentando diferentes, diferentes condições. Isso nos dá bastante tranquilidade”, afirmou o executivo.

O passageiro que usa o aeroporto já pode acessar internet gratuita, por tempo ilimitado, sem a necessidade de senha ou cadastro dentro dos terminais. Um aplicativo permitirá que ele seja avisado, pelo celular, sobre mudanças no posicionamento das aeronaves e alterações no embarque. Pesquisa feita pela concessionária indica que 50% dos passageiros em Brasília têm smartphones.

Em janeiro, serão iniciadas as obras de uma sala vip no segundo andar do terminal, que terá 2,5 mil metros quadrados. De acordo com a concessionária, será a "maior sala vip da América Latina", com acesso permitido não somente a passageiros de classe executiva ou de primeira classe, mas também a quem se dispuser a pagar uma tarifa pelo uso.

Um sistema inteligente de esteiras, orçado em R$ 40 milhões, deverá ser implantado e permitirá maior agilidade na restituição de bagagens. A concessionária promete ainda, nas próximas semanas, fazer substituição de elevadores, modernização de escadas rolantes e mudanças na identidade visual do terminal. "A partir de janeiro, começa um ritmo bastante acelerado de obras", diz Droghetti. Se não entregar a tempo a ampliação exigida pelo governo no contrato de concessão, expandindo a capacidade em 2 milhões de passageiros por ano, multas de R$ 150 milhões poderão ser aplicadas.

Fonte: http://www.valor.com.br/empresas/292...#ixzz2DWfnMRST

Last edited by pesquisadorbrazil; May 18, 2017 at 4:54 AM.
Reply With Quote
     
     
  #214  
Old Posted Nov 29, 2012, 5:51 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,307
Consórcio promete grandes inovações no Aeroporto JK


A partir deste sábado, a gestão do Aeroporto JK inicia o processo de transição de 90 dias para passar das mãos da Infraero para o consórcio Inframérica. Na promessa do grupo ganhador da concessão, os passageiros verão novidades imediatamente. Algumas na tela do celular, pois um aplicativo de informações para smartphones será disponibilizado para os usuários. Ao lado da comunicação celular, a nova gestão pretende lançar uma bateria de canais de comunicação novos para os passageiros. Pesquisas apontam que 50% dos usuários do aeroporto possuem smartphones.

Algumas obras pontuais também serão entregues, a exemplo do novo banheiro e 278 vagas de estacionamento pagas que estarão à disposição dos usuários. Não há previsão a curto prazo de aumento das tarifas cobradas. Estas obras estão por conta da Infraero, que apesar da concessão continua com 49% das ações do aeroporto. A previsão é que, ao final dos 18 meses de reformas a cargo da concessão, o número de vagas passe de 1.034 para cerca de três mil.

Velocidade

Para atender aos pré-requisitos estabelecidos pelo Governo Federal para a Copa do Mundo de 2014, o Inframérica vai apostar em obras com tecnologia pré-moldada para ter velocidade e não sofrer atrasos expressivos com os períodos chuvosos. Um dos módulos operacionais provisórios (MOPs) do aeroporto já foi praticamente demolido para a construção de novos gates definitivos de embarque e desembarque.

Por esse motivo, o fluxo de passageiros foi transferido temporariamente para a ala conhecida como “satélite”, em outro MOP. O local teve uma ampliação de 800 metros quadrados para 1,2 mil metros quadrados e a capacidade de usuários ampliada de 660 passageiros por hora para 912. Segundo o consórcio, a obra é temporária, visto que o segundo MOP também será substituído por uma nova estrutura fixa.

Para o vice-presidente do consórcio, Antônio Droghetti, é possível atender as demandas do Governo Federal evitando as punições contratuais e ampliando o conforto dos passageiros. “Brasília já é o melhor aeroporto do Brasil e o segundo melhor da América Latina”, afirmou. Até 2014, serão investidos R$ 750 milhões. E dentro da concessão de 25 anos, serão aplicados R$ 2,85 bilhões. Para este fim de ano, cuja a previsão de aumento de fluxo é de pelo menos 8%, o consórcio já definiu um plano de ação.

Segurança e comércio

Dentro das estratégias para atender a demanda de passageiros, além de absorver grande parte dos antigos funcionários da Infraero, foram contratadas 201 pessoas. O superintendente do aeroporto, Antônio Erivaldo Sales, comentou que medidas para a melhoria da segurança estão em curso, a exemplo de projetos com as polícias Federal e Militar, Anvisa e Receita Federal. “Tinhamos 277 câmeras. Agora temos 1.027, inclusive nas pistas das areonaves”, enfatizou.

Passageiros tem estranhado o número de lojas fechadas. Sobre isso, Sales contou que estas lojas estão sub judice, em função do processo de troca de gestão. O superintendente espera que grande parte dos casos tenha sido resolvida até janeiro de 2013. Comenta-se que o consórcio pretende fazer um relevante investimento em comércio.

Informação pelo celular

Sempre com o celular na mão, o servidor público Acauã Leotta, 25 anos, busca informações e diversão por meio do eletrônico a todo momento. O hábito já lhe rendeu broncas de amigos e familiares, mas ele pouco se importa. Para ele, a notícia do novo aplicativo do aeroporto foi ótima. A própria Infraero já oferece um dispositivo semelhante, mas ter um focado no aeroporto de Brasília é a novidade.

“Uso o celular o tempo todo. Meus amigos me odeiam por isso (risos). Mas acho muito útil e um pouco viciante. Esse novo aplicativo é útil para poupar tempo”, comentou o servidor. Na correria do dia a dia, Acauã já perdeu voos. E como viaja pelo menos uma vez por mês, considera a novo aplicativo uma ferramenta apropriada para não passar por novos desconfortos.

O servidor considera necessária a melhoria do aeroporto de Brasília, pois a unidade tem vocação para ser um grande ponto de conexão nacional. Mas ao olhar o andar das obras, ele não considera que o consórcio conseguirá atender as demandas do Governo Federal. “Acho que tempo não vai ser suficiente”.

Para a servidora pública Cintia Rejane Sousa Araújo, 46 anos, nas condições atuais é impossível receber a massa de visitantes para os grandes eventos esportivos. Nas palavras da servidora, há muito atraso no embarque e desembarque. O tempo de espera nas esteiras pela bagagem, para ela, vai além dos limites desejados.















http://www.jornaldebrasilia.com.br/s....php?id=435748
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #215  
Old Posted Nov 30, 2012, 2:17 PM
Paulotrr's Avatar
Paulotrr Paulotrr is offline
Registered User
 
Join Date: Nov 2012
Posts: 275
Operadoras saem da rota da Infraero
Infraero vai realocar 580 empregados
Autor(es): Por Daniel Rittner | De Brasília
Valor Econômico - 29/11/2012

As concessionárias que estão assumindo as operações dos três aeroportos privatizados pelo governo - Guarulhos, Viracopos e Brasília - jogaram fora projetos herdados da Infraero e vão "devolver" pelo menos 580 funcionários à estatal. Elas anunciaram obras de expansão que superam as exigências contratuais até a Copa do Mundo de 2014. O consórcio Inframérica assume no sábado a administração do aeroporto de Brasília e desativará as duas ampliações provisórias. O projeto básico de engenharia do terminal 3 de Guarulhos, encomendado pela Infraero, foi desprezado pela nova concessionária.

As concessionárias que estão assumindo as operações dos três aeroportos privatizados recentemente pelo governo - Guarulhos, Viracopos e Brasília - jogaram no lixo projetos herdados da Infraero e vão "devolver" pelo menos 580 funcionários à estatal. Elas anunciaram obras de expansão que superam as exigências contratuais, até a Copa do Mundo de 2014, mas ainda enfrentam a desconfiança de setores do governo, que chegaram a sondar empresas estrangeiras para uma troca dos operadores.

À meia-noite de sexta-feira para sábado, o consórcio Inframérica assume plenamente a administração do aeroporto de Brasília, último dos três que passam para as mãos da iniciativa privada. Em Guarulhos e Viracopos, a troca de comando ocorreu entre os dias 14 e 15 de novembro, dando início a uma série de intervenções emergenciais e obras para a ampliação de capacidade.

A Inframérica, uma parceria entre a brasileira Infravix (do grupo Engevix) e a argentina Corporación América, promete investir R$ 750 milhões até a Copa do Mundo de 2014. Isso permitirá ampliar em 8 milhões de passageiros por ano - quatro vezes mais do que as obrigações contratuais - a capacidade do terminal. O número de fingers (pontes de embarque e desembarque) passará de 13 para 28.

Uma das primeiras iniciativas da concessionária está sendo desativar os dois módulos operacionais provisórios (MOPs), instalados pela Infraero para desafogar um pouco o aeroporto, entre 2010 e 2012. O último deles custou R$ 4,5 milhões aos cofres da estatal. Criticados por muitos especialistas, os "puxadinhos" precisarão ser desativados para as obras definitivas de ampliação do terminal de passageiros, segundo a Inframérica. Não haverá perda de espaço, no entanto, por causa da otimização de uma das áreas de embarque do terminal.

Outro trabalho encomendado pela Infraero, o projeto básico de engenharia do terminal 3 de Guarulhos, foi desprezado pela nova concessionária responsável pelo aeroporto. O projeto foi muito elogiado por arquitetos, que ressaltaram suas linhas arrojadas, mas não pôde ser aproveitado pela concessionária porque ela precisava de uma construção menos sinuosa, para evitar atrasos na entrega da obra, em 2014.

O projeto custou R$ 13,4 milhões para a Infraero. De acordo com a estatal, o valor gasto foi incluído na outorga cobrada da concessionária, que se comprometeu a pagar R$ 16,2 bilhões ao longo dos 20 anos de contrato.

Juntos, os três aeroportos privatizados tinham 2.575 empregados lotados em suas instalações, segundo números da estatal que não englobam funcionários terceirizados. Desse contingente, 1.995 empregados manifestaram interesse em migrar para os quadros das novas concessionárias privadas. As empresas, que ainda recebem assistência da Infraero nos primeiros 90 dias de operação, têm até o fim desse período para decidir se acolhem ou não todos esses funcionários.

Na maioria dos casos, segundo o Valor apurou, os empregados serão incorporados pelas concessionárias. Quando isso ocorrer, terão cinco anos de estabilidade nas empresas privadas, conforme regras estabelecidas nos contratos. Também receberão 1,2 salário mensal por ano trabalhado na Infraero, respeitando o limite de R$ 180 mil, por indenização. Podem ainda, após 18 meses, voltar aos quadros da estatal.

Outros 580 funcionários - 265 em Viracopos, 203 em Guarulhos e 112 em Brasília - preferiram ficar na Infraero. Para evitar o risco de um inchaço desnecessário, há uma série de ações em andamento, como a possibilidade de realocação nos demais aeroportos da rede. Salvador, Recife e Santos Dumont são os que mais deverão absorver os antigos empregados dos aeroportos concedidos. Na sede da empresa e na superintendência regional do Centro-Oeste, que funcionam em Brasília, haverá substituição de estagiários para incorporar funcionários que não quiseram ir para o consórcio Inframérica.

A superintendente de recursos humanos da Infraero, Regina Azevedo, diz ainda que funcionários terceirizados, como agentes de proteção nos raios-X, podem ser substituídos por empregados da própria estatal. "Também estamos em tratativas com o Ministério do Planejamento para cessão de parte dos empregados a outros órgãos", afirma Regina. Para ela, não há motivos para haver inchaço dos quadros. "Temos demanda em outras dependências."

Se esse é um dos desafios que a Infraero tem pela frente, as concessionárias privadas ainda precisam convencer uma corrente do governo que mantém desconfiança sobre sua capacidade de administrar os aeroportos. Pouco após o leilão de fevereiro, a operadora Changi, de Cingapura, foi sondada pelo governo para entrar no consórcio responsável por Guarulhos, liderado pela Invepar e com participação da sul-africana ACSA. A Changi disse não ter nenhum interesse.

A pressão sobre a concessionária de Guarulhos cessou depois que o empresário Jorge Gerdau, coordenador da Câmara de Políticas de Gestão, analisou e aprovou o projeto para o aeroporto - a pedido da presidente Dilma Rousseff. Mesmo após a assinatura dos contratos, em junho, o governo continuou mirando as concessionárias responsáveis pela gestão de Viracopos e Brasília.

Há um desejo, no Palácio do Planalto, de que a operadora alemã Flughafen München deixe de atuar apenas como consultora da concessionária de Viracopos e entre em sua composição societária. As chances de isso ocorrer, segundo apurou o Valor, são mínimas. Além disso, o plano de investimentos da Aeroportos Brasil - formada pela Triunfo, pela UTC e pela francesa Egis - tem recebido elogios das alas do governo que acompanham diretamente o setor aéreo. A concessionária já iniciou a construção de um terminal para 14 milhões de passageiros por ano - quase três vezes a exigência do contrato - e se comprometeu a antecipar a abertura de uma segunda pista.

A Inframérica também busca desfazer os últimos sinais de desconfiança do Palácio do Planalto e cita, como aspecto positivo, a habilitação do governo de Portugal para o processo de privatização dos aeroportos do país. Em parceria com empresas portuguesas, a Engevix e a Corporación América estão entre os cinco consórcios classificados para a apresentação de propostas financeiras, no dia 14. "Isso dirime qualquer dúvida que alguém podia ter sobre a nossa competência", afirma Antônio Droghetti, vice-presidente da Inframérica, lembrando que a CCR e a Odebrecht foram desclassificadas, na primeira fase do processo.


https://conteudoclippingmp.planejame...ta-da-infraero
Reply With Quote
     
     
  #216  
Old Posted Nov 30, 2012, 2:37 PM
Jota's Avatar
Jota Jota is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 3,488
Muito boa a reportagem, será o fim das soluções meia boca da infraero?
O que farão com os MOPs? podiam vender para algum aeroporto do interior do país, olha que tem uma barracões no interior que receberiam de bom grado o "puxadinho" de 4 milhões.
Reply With Quote
     
     
  #217  
Old Posted Dec 3, 2012, 1:27 PM
Paulotrr's Avatar
Paulotrr Paulotrr is offline
Registered User
 
Join Date: Nov 2012
Posts: 275
O novo site do aeroporto sob a gestão do Consórcio foi disponibilizado no final de semana:
http://www.bsb.aero/home

A primeira impressão é que foi feito "as pressas", com informações simples e alguns pequenos erros (que aparentemente estão sendo objeto de correção na últimas horas). Considerando o discurso do Consórcio sobre a importância do aeroporto, o portal poderia ser mais bem elaborado.

Sobre o projeto e a operação, além daquilo que já se sabe, me chamaram a atenção os seguintes pontos:

1. Sistema CUTE para os balcões de Check-in;
2. Quiosques de Self Check-in, utilizando o sistema CUSS;
3. Baggage Drop Off unificado;
4. Mini-estádio (!) ... Esse com foco especifico na Copa 2014.

1, 2 e 3 são itens relativamente comuns em aeroportos dos EUA e da Europa, mas que no Brasil são um salto enorme em termos de operação ... Exatamente onde pairam as maiores dúvidas sobre a capacidade do Consórcio, considerando o volume de passageiros do AIJK.
Reply With Quote
     
     
  #218  
Old Posted Dec 7, 2012, 6:44 PM
Paulotrr's Avatar
Paulotrr Paulotrr is offline
Registered User
 
Join Date: Nov 2012
Posts: 275
Arrow

Mais um vídeo sobre a expansão do aeroporto disponibilizado em www.inframerica.aero . Também disponível em http://www.youtube.com/watch?v=68wk0spCD3g&feature=plcp . Observem por volta dos 02:00 minutos a proposta de ampliação para 2031.

Last edited by Paulotrr; Dec 7, 2012 at 6:55 PM.
Reply With Quote
     
     
  #219  
Old Posted Dec 7, 2012, 8:10 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,181
novo vídeo do aeroporto com participação da concessionária.


Last edited by pesquisadorbrazil; May 18, 2017 at 4:54 AM.
Reply With Quote
     
     
  #220  
Old Posted Dec 11, 2012, 6:45 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,181
Aeroporto de Brasília será “central” para América Latina

DA AGÊNCIA BRASIL

O governo federal quer tornar o Aeroporto Internacional de Brasília um hub central do tráfego aéreo da América Latina. A estratégia será reforçada caso o governo do Distrito Federal consiga aprovar projeto de lei que reduz de 25% para 12% a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para abastecimento de aeronaves.

Em visita de inspeção feita hoje às obras de ampliação do aeroporto, o ministro chefe da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, Wagner Bittencourt, disse que as pretensões para o aeroporto da capital federal são ambiciosas. “Hoje, aqui, vimos o que será o aeroporto central da América Latina. Mas, para isso, precisa ter qualidade e planejamento, o que já está sendo feito”, disse Bittencourt.

O governo local ainda quer aprovar, na Câmara Legislativa, o projeto de lei de redução do ICMS aplicado sobre combustíveis de aviação. “Queremos torná-lo mais competitivo e atrair as empresas aéreas para abastecerem na cidade”, disse o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, que acompanhou o ministro Wagner Bittencourt durante visita. “Esse aeroporto mudará o conceito da cidade”, acrescentou.

De acordo com a Secretaria de Aviação Civil (SAC), a capacidade do aeroporto de Brasília aumentará dos atuais 16 milhões de passageiros por ano para 21 milhões durante a Copa do Mundo e, posteriormente, para 41 milhões de passageiros. O ministrou visitou as obras dos seis aeroportos localizados nas cidades-sede da Copa das Confederações, prevista para 2013, e disse que todas estão com o cronograma em dia.

“Brasília terá um grande e moderno aeroporto para atender não só às copas das Confederações, que será pontual, e do Mundo, mas para o dia a dia. Terá a maior sala VIP do país, um novo estacionamento, e vai melhorar sua qualidade, com banheiros modernizados e áreas grandes para facilitar o embarque de passageiros de forma confortável”, ressaltou o ministro.

Segundo o governador Agnelo, as melhorias proporcionadas pelas obras serão sentidas a partir do ano que vem, com a conclusão da primeira etapa de obras. “O acesso à cidade por meio de transporte rápido, usando linha exclusiva até os hotéis, será mantido após a Copa”, acrescentou.

Fonte: http://www.panrotas.com.br/noticia-t...ina_83759.html

Last edited by pesquisadorbrazil; May 18, 2017 at 4:55 AM.
Reply With Quote
     
     
This discussion thread continues

Use the page links to the lower-right to go to the next page for additional posts
 
 
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Infraestrutura & Transporte
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 9:29 PM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2020, vBulletin Solutions, Inc.