HomeDiagramsDatabaseMapsForum About
     

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Infraestrutura & Transporte


Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #61  
Old Posted Oct 10, 2011, 7:18 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is online now
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,382
Quote:
Originally Posted by HLbsb View Post

Você já tentou andar de bicicleta pela cidade? Eu tento e sei como é tenso ter que sinalizar a todo momento para um carro que acha que tem a preferência só porque "sou uma bicicleta". Pior, se ele passar por cima, ainda que toda a legislação reconheça a bicicleta como um veículo que utiliza DEVE utilizar as pistas quando não há ciclovias (NUNCA usar as calçadas!) ele provavelmente terá a compaixão de algum juíz que da mesma forma nunca se arriscou a circular de bicicleta pela cidade e se julga legislador (Raça bizarra essa!)

No mínimo essa ciclovia servirá aos 10mil ciclistas federados que treinam no transito brasilense. Mas o universo de ciclistas dessa cidade vai muito alem de competidores. Eu mesmo ando mais para me divertir... Aliás, um detalhe, segundo o PDAD que está sendo realizado existem mais domicílios com bicicletas do que motocicletas em varias RAs. Ah, ser ciclista também não é uma ondinha dos "verdes" da UnB

Porem, sabe qual é outro problema. Os pedrestes não respeitam as poucas ciclovias existentes. Usam para caminhar, até pela falta de parques na cidade, inviabilizando que ciclistam circulem tranquilamente.

Considerando, por fim, que uma ciclovia custa 10x menos que o mesmo trecho de rodovias e exige uma manutenção infinitamente menor, gostaria de entender essa sua resistância em ter uma cidade minimamente descente, com equipamentos que deveriam ser básicos!
Eu prefiro andar, chego mais rapido no destino e melhor, não vou me preocupar aonde ter que estacionar a bicicleta. Sempre vou a pé da minha casa na 715 sul até o Park Shopping e volto. O mesmo faço quando vou a Biblioteca Nacional, vou a pé mesmo.

Inclusive já fui a pé para o Núcleo Bandeirante, Guará, Cruzeiro, Lago Sul e Aeroporto. Posso até demorar um pouco, mas lhe garanto, que faço em 40 minutos da 15 até o Pátio Brasil a pé.
Reply With Quote
     
     
  #62  
Old Posted Oct 26, 2011, 5:35 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,349
Brasil

Mais da metade das principais rodovias brasileiras apresentam problemas


Mais da metade das rodovias brasileiras pavimentadas apresentam problemas, segundo a 15ª pesquisa de rodovias divulgada hoje (26) pela Confederação Nacional do Transporte (CNT). Foram avaliados 92.747 quilômetros (km) de rodovias. Destes, 53.226 km, o que corresponde a 57,4% do total, apresentaram “algum tipo de deficiência”. De acordo com a pesquisa, 24.899 km “estão em situação crítica”. Isso corresponde a 26,9%.

A pesquisa aponta que, em relação ao pavimento, 44.479 km (47,9%) têm problemas; e, em relação à sinalização, esse número sobe para 52.738 km, ou 56,9% do total analisado. Além disso, em 88,3% dos trechos analisados predominam pistas simples de mão dupla. Em condições favoráveis, avaliado como ótima ou boa condição pelo estudo, estão 39.521 km, o que corresponde a 42,6% da extensão pesquisada.

“Se o governo não resolver os problemas das rodovias, o Brasil vai sofrer um colapso de transporte. A proposta de desenvolvimento para os próximos anos estará comprometida, caso não sejam feitos os investimentos necessários”, alerta o diretor executivo da CNT, Bruno Batista. A CNT avalia que serão necessários R$ 200 bilhões em investimentos apenas em rodovias, para deixá-las em boas condições. Em 2010 foram investidos apenas R$ 13 bilhões. Destes, R$ 9 bilhões tiveram como destino as rodovias federais.

A situação, avalia ele, piorou, na comparação com a pesquisa feita em 2010. “Em relação ao passado, se verifica um decréscimo em termos de qualidade. Nossa grande preocupação é que, no ano em que o governo mais investiu em rodovias, o cenário não mudou. Isso mostra que o governo não está investindo de forma correta. Existe um problema gerencial que precisa ser muito bem equacionado de forma rápida”, disse o pesquisador.

“E quem acaba pagando por isso é a indústria, que perde competitividade, e o consumidor que acaba pagando mais caro pelos produtos. Isso sem falar no maior número de mortes nas estradas”, acrescentou.

O diretor executivo da CNT, Bruno Batista, avalia que, na comparação com a pesquisa anterior, feita em 2010, houve aumento também no número de pontos críticos, passando de 109 para 219 em 2011.

Na tentativa de quantificar o que se perde no país em função do mau estado das rodovias, a CNT fez uma simulação envolvendo a principal commoditie brasileira em um dos principais trechos rodoviários do país. O impacto econômico chega a 13% do valor do frete relativo ao escoamento de 40 toneladas de soja nos 2.586 km entre Lucas do Rio Verde (MT) e Paranaguá (PR).

“Nessa simulação, o custo adicional por carreta foi de R$ 1.540, ou R$ 38,5 por tonelada de carga. Os 13% do valor do frete nesse deslocamento se tornam prejuízo incorporado ao produto, e o custo operacional adicional equivale a 16,7% do valor total de deslocamento, devido ao pavimento na rota estudada”, disse Batista.

Para que a pesquisa fosse feita, a CNT utilizou 17 equipes espalhadas pelo país durante 39 dias de coleta em campo. As rodovias pesquisadas abrangem toda a malha rodoviária federal pavimentada, os principais trechos de rodovias estaduais pavimentadas e as rodovias concedidas.









http://www.correiobraziliense.com.br...roblemas.shtml
Reply With Quote
     
     
  #63  
Old Posted Oct 30, 2011, 3:27 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is online now
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,382
Lago Norte ganhará segunda ponte

A decisão política está tomada. Desta vez sai a ponte do Lago Norte. Ligará a margem do Paranoá, diante do campus da UnB, à face sul da península, quadras ímpares. A pista cruza o Lago Norte e uma nova seção liga as quadras pares ao Setor de Mansões. O projeto original, de Oscar Niemeyer, data do governo José Aparecido. Não houve condições para sua implementação, mas o projeto agora foi recuperado e as obras começarão a curto prazo.

Fonte: http://www.clicabrasilia.com.br/site...php?id=372343&
Reply With Quote
     
     
  #64  
Old Posted Oct 30, 2011, 5:01 PM
Espartano_bsb Espartano_bsb is offline
Registered User
 
Join Date: May 2011
Posts: 483
Eu só acredito vendo...
Reply With Quote
     
     
  #65  
Old Posted Oct 30, 2011, 6:12 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,349
[2] Eu creio que o povo do lago norte vai torrar a paciência de muitos por causa dessa ponte, o governo pode esperar muitas reclamações...Quando o projeto definitivo estiver pronto veremos se terá condições de suportar o fluxo veículos que será intenso...
Reply With Quote
     
     
  #66  
Old Posted Oct 31, 2011, 12:19 AM
Jota's Avatar
Jota Jota is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 3,488
Quote:
Originally Posted by MAMUTE View Post
[2] Eu creio que o povo do lago norte vai torrar a paciência de muitos por causa dessa ponte, o governo pode esperar muitas reclamações...Quando o projeto definitivo estiver pronto veremos se terá condições de suportar o fluxo veículos que será intenso...
Nada, quem é contra são uns velhos caquéticos lá, é só estourar uns tracks que metade já tem um ataque cardíaco...
Reply With Quote
     
     
  #67  
Old Posted Oct 31, 2011, 12:55 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,349
São sempre os mesmos que reclamam de tudo, ô Povo chato em nome de uns acabam com a felicidade de muitos
Ê Brasil!!!
Tô achando que essa ponte pode demorar muito pra sair do papel, só espero estar enganado disso
Reply With Quote
     
     
  #68  
Old Posted Oct 31, 2011, 2:40 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is online now
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,382
Eu já falei, se o povo do Lago Norte não quer. Que o GDF faça um tunel e fim debaixo da peninsula e acabou a landainha. Agora se depois a ponte do Bragueto cair, que o povo do Lago Norte de lasque para chegar ao Plano Piloto via Água Mineral.
Reply With Quote
     
     
  #69  
Old Posted Nov 3, 2011, 1:46 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,349
Empresas de ônibus levaram 11 mil multas


Uma em cada quatro infrações está ligada ao descumprimento de viagens nos horários estabelecidos


Irregularidades nos ônibus e microônibus que circulam no Distrito Federal já renderam quase 11 mil multas às empresas de transporte coletivo entre janeiro e outubro deste ano. O número de autuações emitidas pelo Transporte Público do Distrito Federal (DFTrans) neste ano já é 80% maior do que o registrado no ano passado inteiro, quando 6.076 veículos foram autuados .

Entre os principais problemas encontrados pelos agentes de fiscalização da autarquia estão infrações como descumprimento de viagens nos horários estabelecidos, com 2.758 multas; defeito ou falta de velocímetro nos veículos, com 573 multas; e prática de preço diferente da estipulada pelo governo, com 569 autuações.

Operação

Em outubro, o DFTrans realizou a operação São Pedro em diversos pontos do DF. A iniciativa teve como objetivo garantir que os ônibus circulando pelo DF estavam preparado para o período de chuvas. Balanço divulgado ontem revela que 1.244 veículos foram multados durante a operação. Destes, 712 perderam a autorização para circular. Entre as principais irregularidades identificadas pelos fiscais estavam ônibus com pneus carecas e com defeitos nos indicadores de sinalização, como luzes e faróis.

Valor das infrações já supera os R$ 5 milhões

Segundo cálculos do DFTrans, as multas aplicadas às empresas de transporte coletivo que atuam no DF já somam R$ 5,2 milhões somente neste ano. No ano passado, o valor do total de multas aplicadas foi de 3,2 milhões. A autarquia, contudo, não sabe informar quanto dessa dívida já foi pago pela empresas. Segundo o órgão, as empresas costumam entrar com recursos administrativos contras as multas, atrasando o andamento do processo.

O valor das multas aplicadas variam. Se o veículo flagrado com alguma irregularidade já foi notificado e é reincidente, o valor sobe.

Os veículos são lacrados e impedidos de circular somente quando apresentam problemas de segurança graves, como pneus carecas ou falta de documentos obrigatórios como o selo de vistoria. As campeãs de irregularidades




Ônibus lacrado: só em outubro, 712 veículos multados pelo DFTrans perderam a autorização para circular







http://www.destakjornal.com.br/readC...4&id=50,114639
Reply With Quote
     
     
  #70  
Old Posted Nov 8, 2011, 1:30 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,349
Obras da via Ceilândia-Sambaia serão retomadas



Foi assinada nesta segunda-feira(07.11) Ordem de Serviço liberando os trabalhos para finalização das obras da rodovia ligando Ceilândia – Samambaia(DF 459). Segundo o administrador de Ceilândia, Ari de Almeida, a construtura responsável pelos serviços de finalização das obras a partir desta terça-feira(08.11) já estará instalando o galpão de apoio para o reinício dos trabalhos.

Segundo o presidente da ACIC, Clemilton Saraiva, sete meses atrás a Associação Comercial de Ceilândia(ACIC) identificou que a obra da via de ligação Ceilândia Samambaia tinha pendências junto ao Tribunal de Contas do DF em função de indícios de superfaturamento e consequentemente era objeto de auditoria.

De posse dessa informação a ACIC, encaminhou correspondência ao TCDF solicitando à aquele tribunal liberação para que a obra desse prosseguimento em função dos prejuízos econômicos e sociais que a sua não conclusão vinha acarretando à população de Ceilândia e Samambaia.

O pedido da ACIC foi atendido por parte do TCDF e o DER-DF, órgão gestor da obra, informou, a três meses atrás, que iria dar inicio ao processo de termino da obra. O momento agora requer aceleração das obras pois a população já não ver a hora de usar importe artéria que irá retirar Ceilândia do isolamento de acesso viário às regiões sul, sudeste e centro-oeste.












http://www.blogdomax.com.br/obras-da...erao-retomadas
Reply With Quote
     
     
  #71  
Old Posted Nov 8, 2011, 3:14 PM
MikeVonJ's Avatar
MikeVonJ MikeVonJ is online now
Am I bovvered?
 
Join Date: Sep 2011
Location: Brasilia
Posts: 424
Notícias da Interbairros, alguém? O governo nem sequer menciona mais...
Reply With Quote
     
     
  #72  
Old Posted Nov 9, 2011, 1:06 AM
Jota's Avatar
Jota Jota is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 3,488
Quote:
Originally Posted by MikeVonJ View Post
Notícias da Interbairros, alguém? O governo nem sequer menciona mais...
Reply With Quote
     
     
  #73  
Old Posted Nov 9, 2011, 1:51 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,349
Quote:
Originally Posted by MAMUTE View Post
Obras da via Ceilândia-Sambaia serão retomadas



Foi assinada nesta segunda-feira(07.11) Ordem de Serviço liberando os trabalhos para finalização das obras da rodovia ligando Ceilândia – Samambaia(DF 459). Segundo o administrador de Ceilândia, Ari de Almeida, a construtura responsável pelos serviços de finalização das obras a partir desta terça-feira(08.11) já estará instalando o galpão de apoio para o reinício dos trabalhos.

Segundo o presidente da ACIC, Clemilton Saraiva, sete meses atrás a Associação Comercial de Ceilândia(ACIC) identificou que a obra da via de ligação Ceilândia Samambaia tinha pendências junto ao Tribunal de Contas do DF em função de indícios de superfaturamento e consequentemente era objeto de auditoria.

De posse dessa informação a ACIC, encaminhou correspondência ao TCDF solicitando à aquele tribunal liberação para que a obra desse prosseguimento em função dos prejuízos econômicos e sociais que a sua não conclusão vinha acarretando à população de Ceilândia e Samambaia.

O pedido da ACIC foi atendido por parte do TCDF e o DER-DF, órgão gestor da obra, informou, a três meses atrás, que iria dar inicio ao processo de termino da obra. O momento agora requer aceleração das obras pois a população já não ver a hora de usar importe artéria que irá retirar Ceilândia do isolamento de acesso viário às regiões sul, sudeste e centro-oeste.












http://www.blogdomax.com.br/obras-da...erao-retomadas
_____________________________________________



Governo retoma as obras na DF-459




Estrada que liga as duas regionais receberá asfalto e nova ponte e terá prazo de 90 dias para execução


As obras na DF-459, que liga Ceilândia e Samambaia, serão retomadas ainda este ano. Paralisadas desde 2007, a continuidade das obras ocorre após o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF), Fauzi Nacfur Junior, ter assinado uma ordem de serviço com caráter de urgência ontem. Serão realizados aterros e serviços complementares na via. O valor da obra está estimado em R$ 6,9 milhões e terá um prazo de 90 dias para a execução.




Os moradores de Ceilândia e Samambaia ainda esperam a conclusão das obras


De acordo com a Administração Regional de Ceilândia, serão construídos cerca de 4 km de via, o que ajudará para o desenvolvimento econômico local. Deteriorada pelo tempo de paralisação, a obra será realizada pela empresa Trier Engenharia Ltda. e a via contará com novo asfalto e a construção de uma pequena ponte sobre o Ribeirão Taguatinga. Assim que acordados os últimos detalhes de licitações, a obra será reiniciada imediatamente.


Ainda segundo as informações da RA IX, a ligação da DF-459 atenderá principalmente a área de desenvolvimento econômico de Ceilândia que fica próximo a Samambaia. “Sem a pista, os motoristas gastam 40 minutos fazendo outro caminho para chegar ao destino final. Com a construção, gastarão, no máximo, dez minutos para completar o trajeto, além de haver o descongestionamento do principal balão de Samambaia”, informou a assessoria. Terminada a construção, a Via Estádio, que liga Ceilândia a Taguatinga, terá significativa redução no tráfego de veículos e os moradores serão os grandes beneficiados.








http://coletivo.maiscomunidade.com/c...-DF-459.pnhtml
Reply With Quote
     
     
  #74  
Old Posted Nov 9, 2011, 1:53 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,349
Essas obras tem que ser feitas antes do novo centro administrativo, só está faltando o túnel do centro de taguatinga...
Reply With Quote
     
     
  #75  
Old Posted Nov 9, 2011, 7:55 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is online now
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,382
Quote:
Originally Posted by MAMUTE View Post
Essas obras tem que ser feitas antes do novo centro administrativo, só está faltando o túnel do centro de taguatinga...
E por falar no novo centro administrativo.... O povo está sabendo que o consórcio ganhou o terreno ao lado do Park Shopping, aquele que iria ser construído o Parque Aquático? São 320 mil m2 no valor de 900 milhões de reais.... Então a idéia de colocar o trem bala saindo dali até GYN foi para o saco.
Reply With Quote
     
     
  #76  
Old Posted Nov 22, 2011, 11:56 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is online now
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 23,382
Ontem saiu na imprensa que o GDF vai licitar a obra do trevo norte (ponte do bragueto) em janeiro/2012. Finalmente a obra vai sair. Em primeiro, eles irão construir as pontes das vias marginais para depois reformar a própria ponte do bragueto. Antes tarde do que nunca.
Reply With Quote
     
     
  #77  
Old Posted Nov 22, 2011, 3:03 PM
Jota's Avatar
Jota Jota is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 3,488
Só acredito depois de passar com meu carro por cima da ponte....
Reply With Quote
     
     
  #78  
Old Posted Nov 22, 2011, 8:01 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 13,349
Rio de Janeiro, Curitiba e Brasília lideram ranking de mobilidade urbana sustentável






Rio de Janeiro, Curitiba e Brasília são as três capitais brasileiras com melhores notas no ranking de mobilidade urbana sustentável do Instituto Mobilize Brasil, divulgado no último sábado (15).

Das nove capitais pesquisadas, São Paulo e Cuiabá tiveram a pior avaliação. Foram analisados indicadores como quantidade de vias adequadas ao uso de bicicletas, número de mortos em acidentes de trânsito e percentual de ônibus acessíveis aos portadores de deficiência física.

Na escala de zero a dez, o Rio de Janeiro recebeu destaque em razão de três fatores: o uso expressivo de transporte coletivo - apenas 13% dos cariocas usam carro ou motocicleta para deslocamentos -, o reduzido número de vítimas fatais em acidentes em comparação à população - 5,4 a cada 100 mil -, e pelos 240 km de ciclovias, número que continua aumentando.

Já a capital paranaense apresentou o maior percentual de ônibus adaptados ao transporte de portadores de deficiência física: 90% da frota.

Outra vantagem é o menor número de mortos em acidentes de trânsito – 5,2 pessoas a cada grupo de 100 mil. Um ponto negativo é o fato de 25% dos curitibanos utilizarem veículos individuais ou motocicletas para viagens cotidianas.

A terceira colocação, de Brasília, é resultado da proporção de quilômetros de ciclovias disponíveis, a maior entre as cidades pesquisadas - 42 km para um sistema viário de aproximadamente 1.600 km.

Mais um item positivo é a elevada renda média dos moradores da capital federal, o que lhes dá a oportunidade de adquirir mais viagens de ônibus ou metrô. Como pontos negativos, o estudo listou o trânsito violento e o baixo número de ônibus adaptados.

Por sua vez, São Paulo teve a pior nota por causa da forte presença do automóvel no cotidiano dos paulistas, aproximadamente 30% usa o transporte individual, além do alto valor da tarifa de ônibus na cidade.

Mais um ponto negativo foi o espaço para ciclovias: apenas 35,7 km para mais de 17 mil km de ruas. A capital paulista também registrou o segundo pior índice de mortes por acidentes de trânsito, ficou à frente apenas de Brasília.

Inicialmente, a proposta era avaliar 13 capitais - Fortaleza, Goiânia, Manaus e Recife estavam na lista -, mas a ausência de dados resultou na exclusão dessas cidades do estudo, em 2011.

Mobilidade Urbana Sustentável

Elaborado pelos jornalistas do Mobilize Brasil, o estudo foi feito com base em dados de órgãos governamentais, institutos de pesquisa, universidade e entidades independentes.

Segundo o Instituto, mobilidade urbana sustentável é a integração inteligente entre vários modais de transporte, com a maior eficiência e conforto possível aos passageiros e com o menor impacto ambiental possível.








http://www.agenciat1.com.br/15062-ri...a-sustentavel/
Reply With Quote
     
     
  #79  
Old Posted Nov 22, 2011, 8:19 PM
Cambri Cambri is offline
Registered User
 
Join Date: May 2011
Posts: 31
Então o GDF vai fazer o trevo norte e a segunda ponte do lago norte? Sei não!!! É muita coisa....
Reply With Quote
     
     
  #80  
Old Posted Nov 22, 2011, 8:34 PM
HLbsb's Avatar
HLbsb HLbsb is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 402
Quote:
Originally Posted by MAMUTE View Post
Rio de Janeiro, Curitiba e Brasília lideram ranking de mobilidade urbana sustentável






Rio de Janeiro, Curitiba e Brasília são as três capitais brasileiras com melhores notas no ranking de mobilidade urbana sustentável do Instituto Mobilize Brasil, divulgado no último sábado (15).

Das nove capitais pesquisadas, São Paulo e Cuiabá tiveram a pior avaliação. Foram analisados indicadores como quantidade de vias adequadas ao uso de bicicletas, número de mortos em acidentes de trânsito e percentual de ônibus acessíveis aos portadores de deficiência física.

Na escala de zero a dez, o Rio de Janeiro recebeu destaque em razão de três fatores: o uso expressivo de transporte coletivo - apenas 13% dos cariocas usam carro ou motocicleta para deslocamentos -, o reduzido número de vítimas fatais em acidentes em comparação à população - 5,4 a cada 100 mil -, e pelos 240 km de ciclovias, número que continua aumentando.

Já a capital paranaense apresentou o maior percentual de ônibus adaptados ao transporte de portadores de deficiência física: 90% da frota.

Outra vantagem é o menor número de mortos em acidentes de trânsito – 5,2 pessoas a cada grupo de 100 mil. Um ponto negativo é o fato de 25% dos curitibanos utilizarem veículos individuais ou motocicletas para viagens cotidianas.

A terceira colocação, de Brasília, é resultado da proporção de quilômetros de ciclovias disponíveis, a maior entre as cidades pesquisadas - 42 km para um sistema viário de aproximadamente 1.600 km.

Mais um item positivo é a elevada renda média dos moradores da capital federal, o que lhes dá a oportunidade de adquirir mais viagens de ônibus ou metrô. Como pontos negativos, o estudo listou o trânsito violento e o baixo número de ônibus adaptados.

Por sua vez, São Paulo teve a pior nota por causa da forte presença do automóvel no cotidiano dos paulistas, aproximadamente 30% usa o transporte individual, além do alto valor da tarifa de ônibus na cidade.

Mais um ponto negativo foi o espaço para ciclovias: apenas 35,7 km para mais de 17 mil km de ruas. A capital paulista também registrou o segundo pior índice de mortes por acidentes de trânsito, ficou à frente apenas de Brasília.

Inicialmente, a proposta era avaliar 13 capitais - Fortaleza, Goiânia, Manaus e Recife estavam na lista -, mas a ausência de dados resultou na exclusão dessas cidades do estudo, em 2011.

Mobilidade Urbana Sustentável

Elaborado pelos jornalistas do Mobilize Brasil, o estudo foi feito com base em dados de órgãos governamentais, institutos de pesquisa, universidade e entidades independentes.

Segundo o Instituto, mobilidade urbana sustentável é a integração inteligente entre vários modais de transporte, com a maior eficiência e conforto possível aos passageiros e com o menor impacto ambiental possível.








http://www.agenciat1.com.br/15062-ri...a-sustentavel/


Brasília em terceiro lugar graças à relação ciclovias/rodovias

Só no Brasil mesmo pra Brasília aparecer bem rankeada numa pesquisa de mobilidade urbana sustentável. A renda é "alta" para os 40% da população que não costumam usar transporte urbano, então digamos que nesse critério o brasiliense também está muito mal servido, já que o serviço é caro e ruim.

Além disso, maior percentual de mortes! Não fosse a distorção provocada pela pessima escolha de indicadores Brasília se classificaria muito mal!!!
Reply With Quote
     
     
This discussion thread continues

Use the page links to the lower-right to go to the next page for additional posts
 
 
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Infraestrutura & Transporte
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 5:44 AM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2020, vBulletin Solutions, Inc.