SkyscraperPage Forum

SkyscraperPage Forum (https://skyscraperpage.com/forum/index.php)
-   Infraestrutura & Transporte (https://skyscraperpage.com/forum/forumdisplay.php?f=696)
-   -   Transporte por Trilhos Brasília | Movimentação no Setor (https://skyscraperpage.com/forum/showthread.php?t=194614)

HLbsb May 9, 2012 3:51 PM

:previous:

Incrível! Boatos sobre fatores positivos dificilmente se concretizam, já essas cagadas, quando menos se espera, viram realidade.

Desconheço casos que justifiquem tal medida. Só espero estar desinformado e que essa "lei" tenha fundamento em fatos...

MAMUTE May 11, 2012 12:55 PM

Ministério Público impõe limites na obra do Veículo Leve sobre Trilhos



http://imgsapp2.correiobraziliense.c...820856849o.jpg


Um documento editado ontem em conjunto pelos Ministérios Público Federal (MPF) e do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) faz recomendações para evitar problemas nas obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) em Brasília, no trecho que deve ligar o Aeroporto JK ao terminal da Asa Sul. Ressaltando que não há tempo hábil para que a construção seja concluída antes da Copa do Mundo de 2014, os órgãos afirmam que as facilidades permitidas às obras essenciais para o mundial não poderão ser utilizadas no empreendimento. O documento afirma que “no melhor dos cenários, o VLT de Brasília não entrará em funcionamento antes de outubro de 2014”. A disputa do campeonato mundial começará em junho do mesmo ano.

Segundo o Ministério Público, o Governo do DF está proibido de usar a seu favor a lei que flexibilizou as regras de licitação das obras destinadas à Copa do Mundo, o Regime Diferenciado de Contratações (RDC). Por causa dos atrasos, também não poderá ampliar o limite de endividamento e da linha de crédito especial para o financiamento do VLT.












http://www.correiobraziliense.com.br...-trilhos.shtml

Jota May 11, 2012 3:19 PM

Quote:

Originally Posted by MAMUTE (Post 5697739)
Ministério Público impõe limites na obra do Veículo Leve sobre Trilhos



http://imgsapp2.correiobraziliense.c...820856849o.jpg


Um documento editado ontem em conjunto pelos Ministérios Público Federal (MPF) e do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) faz recomendações para evitar problemas nas obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) em Brasília, no trecho que deve ligar o Aeroporto JK ao terminal da Asa Sul. Ressaltando que não há tempo hábil para que a construção seja concluída antes da Copa do Mundo de 2014, os órgãos afirmam que as facilidades permitidas às obras essenciais para o mundial não poderão ser utilizadas no empreendimento. O documento afirma que “no melhor dos cenários, o VLT de Brasília não entrará em funcionamento antes de outubro de 2014”. A disputa do campeonato mundial começará em junho do mesmo ano.

Segundo o Ministério Público, o Governo do DF está proibido de usar a seu favor a lei que flexibilizou as regras de licitação das obras destinadas à Copa do Mundo, o Regime Diferenciado de Contratações (RDC). Por causa dos atrasos, também não poderá ampliar o limite de endividamento e da linha de crédito especial para o financiamento do VLT.

http://www.correiobraziliense.com.br...-trilhos.shtml

Puá, puá, puááááááá..... .... .. .

MAMUTE Jun 4, 2012 8:32 PM

Lei cria vagão de metrô exclusivo para mulheres, mas não determina prazo



O Diário Oficial da União publicou,nesta segunda-feira (4/6), a lei que determina a criação de espaços exclusivos para mulheres e portadores de necessidades especiais no Metrô do DF. Os vagões vão servir nos horários de picos, com exceção dos sábados, domingos e feriados.

O governador do DF, Agnelo Queiroz, sancionou a lei, mas vetou o artigo que estabelece um prazo de 30 dias para a Companhia do Metropolitano do Distrito Federal se adequar e ser multada em mil reais por dia caso a irregularidade não seja sanada no prazo.

Os vetos ainda podem ser derrubados pela Câmara Legislativa, quando a lei entrar em pauta. A assessoria da deputada Eliana Pedrosa (PSD), uma das autoras do projeto, afirmou que ela e Evandro Garla (PRB) vão tentar conseguir apoio dos colegas e fazer o possível para que os vetos sejam derrubados.









http://www.correiobraziliense.com.br...na-prazo.shtml

MAMUTE Jun 4, 2012 8:35 PM

:previous:Pronto!!!!!! agora é lei:whip: essa nossa câmara só torna lei esse tipo de ideia retrograda e precipitada :worship::worship: viva os incompetentes que lá estão :worship::worship:

pesquisadorbrazil Jun 6, 2012 4:40 PM

Essa é nova e como eu antecipei a alguns meses. O IPHAN, TJDF, TCDF, UNB, MPDFT via Prourb e CARTEL DE ONIBUS são contra o VLT. Agora nos deparamos com o aval do ICOMOS\UNESCO. Principalmente na avenida W3 e Eixo Monumental. E agora? Mesmo com aval de QUEM deu o Título, esses outros orgãos irão acatar, ou como estão vendidos para o CARTEL DE ONIBUS, irão a justiça continuar com o embargo?

Viajante Jun 7, 2012 6:58 PM

Quote:

Originally Posted by pesquisadorbrazil (Post 5724842)
Essa é nova e como eu antecipei a alguns meses. O IPHAN, TJDF, TCDF, UNB, MPDFT via Prourb e CARTEL DE ONIBUS são contra o VLT. Agora nos deparamos com o aval do ICOMOS\UNESCO. Principalmente na avenida W3 e Eixo Monumental. E agora? Mesmo com aval de QUEM deu o Título, esses outros orgãos irão acatar, ou como estão vendidos para o CARTEL DE ONIBUS, irão a justiça continuar com o embargo?

Foi engraçado ontem, por volta das 18-19 horas, ver a tal faixa exclusiva entupida de ônibus no final da W3 sul. Do que adianta faixa exclusiva se passam 400 ônibus por minuto?

Quem sabe a faixa exclusiva sirva pra abrir os olhos das pessoas que nada vai sair do lugar sem INTEGRAÇÃO no transporte público de Brasília.

MAMUTE Jun 16, 2012 12:40 AM

GDF quer utilizar linha de crédito federal para investir em VLT e metrô



O secretário de Fazenda do Distrito Federal, Marcelo Piancastelli, afirmou que o GDF está habilitado a receber parte dos recursos da linha de crédito voltada aos estados anunciada nesta sexta-feira (15/06) pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega. Segundo o secretário, o governo tem projetos prontos para receber o aporte financeiro e apontou obras no sistema viário, como o Veículo Leve sobre Trilhos, a linha norte do metrô e pavimentação, entre outras, como prováveis destinos da verba que poderá ser obtida junto ao governo federal.

Os recursos anunciados por Mantega fazem parte de uma linha de crédito do BNDES chamada Pró-Investe, com financiamento de 20 anos, um ano de carência e taxa de juros entre 7,1% a 8,1% ao ano (TJLP mais 1,1% ao ano para operações com aval da União e TJLP mais 2,1% para operações sem essa garantia).

Centro administrativo
A também anunciada ampliação de 3% para 5% da receita corrente líquida que cada estado poderia comprometer nas Parcerias Público-Privadas (PPPs) – que a União e estados fazem com o setor privado para investimentos – também favorecerá o Distrito Federal. “Isso nos possibilitará , por exemplo, alavancar a construção do Centro Administrativo do GDF”, observou Piancastelli.

Para entrar em vigor, o novo crédito precisa ser regulamentado. “Essa linha vai entrar em vigor assim que o CMN (Conselho Monetário Nacional) aprovar a regulamentação e isso deve ocorrer na próxima semana”, avisou Mantega.

A terceira e última medida anunciada pelo ministro da Fazenda foi a ampliação do Programa de Ajuste Fiscal (PAF) dos estados. “Estamos abrindo uma nova temporada de negociação com os estados. Aqueles que estiveram com boas contas fiscais terão espaço para obter mais crédito. Vamos apressar os procedimentos para assinar novos contratos para a ampliação do espaço fiscal”, disse. No ano passado Dilma ampliou em R$ 40 bilhões a margem de endividamento dos estados.












http://www.correiobraziliense.com.br...-e-metro.shtml

pesquisadorbrazil Jun 18, 2012 2:50 AM

Eu acho necessário utilizar as 4 estações (2 em Samambaia e 2 em Ceilândia), fossem utilizadas para colocar o metrô até o final da Asa Norte. Pois, como o metrô existe nessas localidades, os ônibus dão conta, se integrados como o metrô, e aí quem sabe, no futuro, faça essa novas estações em Samambaia e Ceilândia.

MAMUTE Jun 26, 2012 12:12 PM

Projeto de ferrovia que ligará o DF a Goiânia volta a ser estudado




Dois trens pretendem dar novo rumo à capital do país. Ideias antigas de ligar Brasília a Luziânia e a Goiânia por meio de linhas férreas voltaram a ser discutidas e esta semana poderão ter avanços importantes. Reativada em maio do ano passado, a Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) lidera as negociações para desengavetar os projetos, que têm como pano de fundo a industrialização do Entorno, considerada a saída para diversificar a economia local.

Na próxima quinta-feira, será assinado protocolo de intenções para elaborar estudos de viabilidade da ligação entre Brasília e Goiânia. O trem de média velocidade transportaria cargas e passageiros. Pararia em Anápolis e, provavelmente, em Alexânia, onde a partir de julho haverá um outlet em funcionamento. O trajeto completo, cerca de 200km, duraria algo em torno de uma hora, metade do tempo gasto atualmente de carro.

O eixo da BR-060 abriga cerca de 7 milhões de pessoas, número que deve saltar para 20 milhões em 20 anos, segundo projeções demográficas. O trecho em questão da rodovia responde por um Produto Interno Bruto (PIB) estimado em R$ 230 bilhões. O projeto do trem, orçado inicialmente em R$ 600 milhões, seria tocado por meio de parceria público-privada (PPP). Grandes empreiteiras nacionais já demonstraram interesse pela obra.




http://imgsapp2.correiobraziliense.c...038175046u.jpg















http://www.correiobraziliense.com.br...estudado.shtml

pesquisadorbrazil Jun 26, 2012 4:02 PM

Nossa, 20 milhões? Uai vai virar uma potência demográfica SIMILAR a região metropolitana de SÃO PAULO? Ou, os números apresentados, escondem algo que para nós, pobres mortais desconhecemos. Eu sei que somente em LUZIANIA existem registrados em cartório, módicos 500 mil lotes. Então, somente Luziânia terá capacidade de ter, quase 10% de todo esse valor de 20 milhões.

Com relação as ferrovias, eu tenho descrédito, ainda mais, que a UNB colocou suas malditas mãos no projeto. Com certeza, para economia, vão querer colocar um trem ultra POLUENTE, em via única, e de tecnologia ultrapassada, possivelmente um trem de 50 anos de idade. Pois julgam que o povo não tem CULTURA para utilizar um VLT ou Trem de Alto Desempenho.

Pra UNB, melhor seria trens puxados por burros, que nem os asnos PHDs da universidade.

MAMUTE Jun 28, 2012 10:06 PM

Trem que liga Brasília a Goiânia ficará pronto em 2017




Obra deve custar R$ 700 milhões e estudos técnicos ficarão prontos no início de 2013


http://www.r7.com/data/files/2C95/94...euniaotrem.JPG
Reunião serviu para a assinatura do Acordo de Cooperação Técnica para o projeto do trem de média velocidade


O trem de média velocidade, que transporta passageiros e cargas, e vai ligar as cidades de Brasília, Anápolis e Goiânia deve ficar pronto em quatro anos, segundo a Sudeco (Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste). O prazo inclui a realização dos estudos, formulação do projeto e execução da obra. O custo estimado é de R$ 700 milhões. O diretor-superintendente da Sudeco, Marcelo Dourado, afastou riscos de obra não sair do papel.
— A obra não corre risco de não sair. Quem viver, verá.

Nesta quinta-feira (28), uma reunião com os ministros do Transporte, Sérgio Passos, e da Integração Nacional, Fernando Bezerra, definiu o Acordo de Cooperação Técnica para a implantação da linha. Conhecido popularmente por trem bala, o veículo que ligara Brasília a Goiânia, na verdade, será o trem de média velocidade, que atinge 140 Km/h e deve concluir o trecho em cerca de uma hora. Já o trem bala trafega em velocidade superior a 200 Km/h.

A licitação para realização dos estudos técnicos deve ficar pronta em 60 dias. Após esse prazo, a estimativa é de que o estudo seja concluído em um prazo de quatro meses. a previsão é que o edital de licitação para construção da linha seja lançada no início de 2013.   A verba virá dos governos Federal, de Goiás e do DF. Poderão ser usados recursos do FCO (Fundo constitucional de Financiamento do Centro-Oeste).

Mais barato

Segundo Dourado, a opção pelo trem de média de velocidade se deve aos custos da obra.

— O trem de média velocidade é muito mais barato e viável para essa distância (de 190 Km).

A concessão para a administração da linha deve ser feita, de acordo com a Sudeco, por uma PPP (Parceria Público-Privada), o que significa que uma empresa fica responsável pela gestão, mas terá a fiscalização dos governos de Goiás e do Distrito Federal e também pelo Governo Federal.

De olho no crescimento

De acordo com a Sudeco, a quantidade de pessoas que poderão ser transportadas por dia ainda não está estimada, pois depende dos estudos que serão feitos. Para Marcelo Dourado, o investimento na obra é necessário, pois o eixo Brasília-Goiânia, de ter, até 2027,  20 milhões de habitantes e será a segunda conurbação do País e a região brasileira com uma das maiores rendas per capita.











http://noticias.r7.com/distrito-fede...-20120628.html

pesquisadorbrazil Jun 28, 2012 11:12 PM

Até lá, minha neta vai estar pesquisando na internet.....shuashuashua. 2017.... Piada, pois no trecho brasiliense, os custos de desapropriação praticamente é zero. Os trilhos irão passar em terras de propriedade da TERRACAP.

pesquisadorbrazil Jun 29, 2012 6:52 PM

Governos fecham acordo para tirar do papel trem que irá ligar DF ao GO

http://i1177.photobucket.com/albums/...514897228i.jpg

Em uma cerimônia cheia de boas intenções, representantes da União e dos governos do Distrito Federal e de Goiás ressuscitaram na manhã dessa quinta-feira (28/06) o projeto da construção de uma malha ferroviária no eixo Brasília-Anápolis-Goiânia. O trem de média velocidade, que em anos anteriores chegou a ser batizado de Expresso Pequi, transportaria cargas e passageiros pelo percurso de 209km em cerca de uma hora, metade do tempo médio percorrido atualmente de carro pela duplicada BR-060. A obra está orçada em R$ 700 milhões e, após ser iniciada, poderá ser concluída em quatro anos.

Os dirigentes dos principais órgãos de transportes do país assinaram um protocolo de intenções para elaboração de estudos de viabilidade da linha férrea. A Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), reativada há um ano, assumiu o desafio de, dessa vez, não deixar a ideia morrer. “Trata-se de um projeto de Estado, não de governo. O trem vai sair: quem viver verá”, disse um entusiasmado titular da Sudeco, Marcelo Dourado.

Leia mais notícias de Cidades

Quem defende o trem encara os trilhos como indutores do desenvolvimento na região, habitada por cerca de 6,3 milhões de pessoas. “O mundo inteiro apostou nos trilhos, nós estamos atrasados”, afirmou Dourado. Ao citar pensadores e usar referências bíblicas, o responsável pela sobrevivência do projeto demonstrou saber das dificuldades a serem enfrentadas. “Vai ser preciso fôlego de maratonista.”

Fonte: http://www.correiobraziliense.com.br...df-ao-go.shtml

HLbsb Jun 30, 2012 4:37 AM

:previous:

Acho que nunca foi aventado, mas a estação desse trêm em Brasília poderia ser no aeroporto. Anápolis e Goiânia têm demanda crescente de aviação, mas Santa Genoveva será sempre um aeroporto acanhado, mesmo depois da tão prometida ampliação. Se o trêm ligar diretamente o aeroporto, servirá perfeitamente os nossos vizinhos interessados em mais opções de destinos e melhores preços. Além disso, aproveita o acesso direto que o aeroporto já tem com a cidade. Seria um ganho logístico muito grande!!!

pesquisadorbrazil Jun 30, 2012 4:34 PM

Quote:

Originally Posted by HLbsb (Post 5751920)
:previous:

Acho que nunca foi aventado, mas a estação desse trêm em Brasília poderia ser no aeroporto. Anápolis e Goiânia têm demanda crescente de aviação, mas Santa Genoveva será sempre um aeroporto acanhado, mesmo depois da tão prometida ampliação. Se o trêm ligar diretamente o aeroporto, servirá perfeitamente os nossos vizinhos interessados em mais opções de destinos e melhores preços. Além disso, aproveita o acesso direto que o aeroporto já tem com a cidade. Seria um ganho logístico muito grande!!!

Concordo com sua idéia, os aeroportos de Goiânia e Brasília deveria ser ligados por esse trem. O problema de Brasília, seria a oposição dos moradores do Park Way e devido o aeroporto estar dentro de uma APA.:tup:

pesquisadorbrazil Jun 30, 2012 4:35 PM

Senado estende lei que flexibiliza trâmites para obras do PAC

O Senado aprovou nesta quarta-feira a medida provisória que amplia o regime especial para agilizar as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), informou a "Agência Senado".


A normativa estende o Regime Diferenciado de Contratação (RDC) para todas as obras do PAC para a época da Copa das Confederações de 2013, da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016 - antes, a lei só tinha validade para obras diretamente destinadas aos eventos esportivos.

A medida ainda terá de ser sancionada pela presidente Dilma Rousseff. O relator, Renan Calheiros (PMDB-AL), explicou que o RDC reduziu de 240 para 80 dias o trâmite das licitações e diminuiu em média em 15% os custos das obras.

A oposição, por outro lado, questionou a medida e alegou que, sem uma fiscalização adequada, o dinheiro público pode ser desviado com a flexibilização das exigências. (Fonte: Portal Copa 2014)

Fonte: http://www.urbansystems.com.br/notic...a-obras-do-pac

pesquisadorbrazil Jun 30, 2012 4:37 PM

Então o Senado AMPLIOU o alcance das obras do PAC para Copa, então o MP não tem como intervir no VLT de Brasília, pois com a nova redação, as obras não precisam ser inauguradas no período da COPA, então o GDF estará LIVRE para incluir o VLT nesse PAC.

Os promotores dançaram agora, o GDF estará livre para executar o VLT com esses recursos e desoneração tributária.

pesquisadorbrazil Jun 30, 2012 4:40 PM

Quote:

Originally Posted by MAMUTE (Post 5697739)
Ministério Público impõe limites na obra do Veículo Leve sobre Trilhos



http://imgsapp2.correiobraziliense.c...820856849o.jpg


Um documento editado ontem em conjunto pelos Ministérios Público Federal (MPF) e do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) faz recomendações para evitar problemas nas obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) em Brasília, no trecho que deve ligar o Aeroporto JK ao terminal da Asa Sul. Ressaltando que não há tempo hábil para que a construção seja concluída antes da Copa do Mundo de 2014, os órgãos afirmam que as facilidades permitidas às obras essenciais para o mundial não poderão ser utilizadas no empreendimento. O documento afirma que “no melhor dos cenários, o VLT de Brasília não entrará em funcionamento antes de outubro de 2014”. A disputa do campeonato mundial começará em junho do mesmo ano.

Segundo o Ministério Público, o Governo do DF está proibido de usar a seu favor a lei que flexibilizou as regras de licitação das obras destinadas à Copa do Mundo, o Regime Diferenciado de Contratações (RDC). Por causa dos atrasos, também não poderá ampliar o limite de endividamento e da linha de crédito especial para o financiamento do VLT.












http://www.correiobraziliense.com.br...-trilhos.shtml

Agora com a aprovação pelo Senado estende lei que flexibiliza trâmites para obras do PAC

O Senado aprovou nesta quarta-feira a medida provisória que amplia o regime especial para agilizar as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), informou a "Agência Senado".

A normativa estende o Regime Diferenciado de Contratação (RDC) para todas as obras do PAC para a época da Copa das Confederações de 2013, da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016 - antes, a lei só tinha validade para obras diretamente destinadas aos eventos esportivos.

A medida ainda terá de ser sancionada pela presidente Dilma Rousseff. O relator, Renan Calheiros (PMDB-AL), explicou que o RDC reduziu de 240 para 80 dias o trâmite das licitações e diminuiu em média em 15% os custos das obras.

A oposição, por outro lado, questionou a medida e alegou que, sem uma fiscalização adequada, o dinheiro público pode ser desviado com a flexibilização das exigências. (Fonte: Portal Copa 2014)

Fonte: http://www.urbansystems.com.br/notic...a-obras-do-pac


E agora MP, que outra forma vai querer embargar o VLT, pela falta da sociedade se manifestar?:hell:

Highcliff Jul 5, 2012 7:19 PM

gente
eu ouvi falar que o metro de brasilia é subutilizado...
é verdade?


All times are GMT. The time now is 8:36 AM.

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2021, vBulletin Solutions, Inc.